Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
11Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Direito constitucional3

Direito constitucional3

Ratings: (0)|Views: 1,640|Likes:
Published by Rafael Soares
Estudo Dirigido 3 do blog direito direto http://direitoirs.blogspot.com
Estudo Dirigido 3 do blog direito direto http://direitoirs.blogspot.com

More info:

Published by: Rafael Soares on May 20, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/04/2013

pdf

text

original

 
 
Por Rafael Soares
 – 
direitoirs.blogspot.com
Aula 3 , Poder Constituinte.
 
1. Conceito
O poder constituinte é o poder de Elaborar uma Constituição, ou atualizar a
Constituição existente. Para Canotilho “
poder constituinte é o poder de constituir,reconstituir ou reformular a ordem jurídica estatal. Tanto pode ser exercido para a
organização originária (Poder Constituinte Originário)
de um agrupamento nacionalou popular, quanto para
constituir, reconstituir ou reformular (Poder ConstituinteDerivado)
a ordem jurídica de um Estado já formado
”.
1
 O Poder Constituinte é o poder superior diferente dos demais poderes.
2
 
1.2. Titular do Poder Constituinte
O titular do Poder Constituinte é o
Povo
, na tendência moderna o parágrafoúnico do artigo 1º da Constituição da Republica Federativa do Brasil esclarece que
“todo poder emana do povo”. E dessa forma quem seria o Povo, Michel Temer 
esclarece que são aqueles catalogados no art. 12 da CF/88:
 
São brasileiros: Natos (...) eNaturalizados (...).
3
 Destacamos que a titularidade do poder constituinte na doutrina moderna édo
Povo,
mas o abade de Chartres, Emmanuel Joseph Sieyès, por meio de seu panfleto
4
 apontava como titular a
nação
.
1.3. Exercício do Poder Constituinte
Como já estudados observamos que o titular do poder Constituinte é o Povo,mas o exercício nem sempre é dele, existe ainda estados em que são dominados por umregime ditatorial (autocrático), nestes estados a Constituição é outorgada, imposta aopovo.Já nos países democráticos a Constituição é elaborada por representantes dopovo, a participação popular, mesmo que indireta, existe ocorre por meio de assembléiaconstituinte ou convenção e a Constituição é promulgada.
2. Poder Constituinte Originário
Também chamado de Poder Constituinte Inicial ou inaugural, é o poder queinstaura uma nova ordem jurídica.Pedro Lenza nos Ensina que o objetivo maior do Poder ConstituinteOriginário é criar um novo Estado, diverso do que vigorava em decorrência damanifestação do poder constituinte precedente
5
.É um poder essencialmente político, pois faz nascer à ordem jurídica.
 2.1. Características do Poder Constituinte Originário
O Poder Constituinte Originário é
 Inicial, autônomo, ilimitado juridicamente, incondicionado, soberano na tomada de suas decisões.
 
1
 
CARVALHO, Kildare Gonçalves. Direito Constitucional. 14ª. Belo Horizonte: Del Rey, 2008. p. 246.
 
2
Idem.
3
Apud LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 153.
4
 
Que é o Terceiro Estado (Qu‟est
-ce que Le tiers État?)
5
LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 154.
6
LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 154.
 
 
Por Rafael Soares
 – 
direitoirs.blogspot.com
1
 – 
É
inicial
porque instaura uma nova ordem jurídica, não se funda emoutro poder, mas é dele que deriva os demais poderes.
 2
 – 
É
autônomo,
pois ele dará estrutura à nova Constituição.
3
 – 
Ilimitado Juridicamente
no sentido em que não está vinculado anenhum limite posto pelo direito anterior.Neste ponto alguns autores defendem a idéia de que o LegisladorConstituinte Originário está limitado há alguns aspectos como os Princípios do Bemcomum, do Direito Natural, da Moral, da Razão (J. H. Meirelles Teixeira).
7
Ainda Cita-se aos Princípios do Direito Internacional a mesma garantia.
4
 – 
Incondicionado e Soberano na tomada de suas decisões,
não precisasubmeter-se a qualquer forma prefixada de manifestação.
8
 
5
 – 
Poder de Fato e Poder político,
podendo, assim, ser caracterizadocomo uma energia ou força social, tendo natureza pré-jurídica, sendo que, por essascaracterísticas, a nova ordem jurídica começa com a sua manifestação, e não antes dela.
9
 Manoel Ferreira Gonçalves ainda ensina que a o Poder ConstituinteOriginário contem apenas três caracteres fundamentais,
 Inicial; Ilimitado e Incondicionado
.
10
Desta forma ao deparar-se com uma questão que trate apenas destascaracterísticas o candidato não ficará sem base para sua resolução.
3. Poder Constituinte Derivado
É também chamado de Poder Constituinte instituído, pois este é criado éinstituído,
deriva
do Poder Constituinte Originário, dessa forma este é Limitado eCondicionado aos ditames imposto pelo Poder Originário.O poder Constituinte Derivado dividi-se em Reformador, Decorrente eRevisor.
 3.1 Poder Constituinte Derivado (reformador e revisional)
É o poder de Emendar a constituição, de alterar respeitando o disposto peloPoder Constituinte Originário. Em nossa Carta Constitucional à reforma está prevista noartigo 60 de sua parte Dogmática e a revisão no artigo 3° dos Atos das DisposiçõesConstitucionais Transitórias.
 Poder Constituinte Derivado Reformador
O poder de
reforma
Constitucional tem força jurídica e sofre limitações dopoder Originário tais quais podem ser Formais, Materiais, Circunstanciais e Temporais,O estudo das restrições no poder de Emenda do direito constitucional brasileiro seráaprofundado quando estudar o tema por completo no Processo Legislativo. Dentre asLimitações no Poder pátrio inclui a
Proibição de Emenda na vigência de Estado deSítio, de Defesa ou de Intervenção Federal (restrição Circunstancial); Quorumqualificado de 3/5 para sua aprovação (restrição formal); e Impossibilidade dealteração das Clausulas Pétreas (restrição material).
 
 Poder Constituinte Derivado Revisional 
O poder Constituinte derivado
Revisional
está previsto no artigo 3º dosAtos das Disposições Constitucionais Transitórias, e Gerou a Aprovação de 6 emendasConstitucionais de Revisão. O poder Constituinte Revisional é tal qual o reformador,
7
Apud LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 155.
8
LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 155.
9
LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 155.
10
Curso de Direito Constitucional. São Paulo: Saraiva, 35ª ed. 398 p.
 
 
Por Rafael Soares
 – 
direitoirs.blogspot.com
derivado do Poder Originário, o que diferencia é que o Revisional é temporal, aconstituição previa o Prazo de 5 anos após a promulgação da Constituição para arevisão por votação de maioria absoluta em sessão unicameral, as limitaçõespermaneciam as mesmas com exceção ao
quorum
 
qualificado
. Assim depois daManifestação Revisional, não se pode mais fazer nova reforma pelo meio revisional,pois tal norma já se expirou, perdeu sua eficácia.
 3.2. Poder Constituinte Derivado Decorrente
É o poder derivado do Poder Originário, sendo assim é jurídico e expressopelo constituinte originário:
 Art. 25. Os Estados organizam-se e regem-se pelas
Constituições e leis que adotarem
 , observados os princípios desta Constituição.
O poder Constituinte Derivado Decorrente refere-se à capacidade dosestados-membros elaborarem a sua própria Constituição, para assegurar os princípiosconstitucionais postos a estes entes federados como: Auto-organização, Auto-governo eAutoadministração.A Constituição dos Estados Membros é elaborada pela AssembléiaConstituinte do Estado, e o art. 11 dos ADCT previa para elaboração da Constituiçãodos Estados o prazo de um ano após a promulgação da Constituição, respeitando osprincípios da Constituição Federal.Por força da parte final do art
igo 25 da Constituição Federal „...
os princípiosdesta Constituição
.’ 
O Constituinte Originário declarou de forma expressa a Derivaçãodo poder de elaboração de uma Carta pelos estados, para Uadi Lammêgo Bulos osprincípios da Constituição a serem observados são: Princípios ConstitucionaisSensíveis; Os princípios Constitucionais Estabelecidos e os Princípios ConstitucionaisExtensíveis.
11
 
 A
 – 
Princípios Constitucionais Sensíveis:
terminologia adotada por Pontesde Miranda, encontram-se expressos na Constituição, daí serem também denominadosprincípios apontados ou enumerados. Nesse sentido os Estados devem observar os
limites fixados no art. 34, VII, “a
-
e”, da CF/88, sobe pena de, declarada a
inconstitucionalidade da referida norma ou se necessário para o restabelecimento danormalidade, pode ser decretada a intervenção federal no Estado.
12
 
 B
 – 
Princípios constitucionais estabelecidos:
 
“São aqueles que limitam,
vedam, ou proíbem a ação indiscriminada do poder Constituinte Decorrente. Por issomesmo funcionam como balizar reguladoras da capacidade de auto-organização dosEstados... Podem ser extraídos da interpretação conjunta do Texto Supremo de 1988,que tratam por exemplo, da repartição de competência, do sistema tributário nacional,da organização dos poderes, dos direitos políticos, da nacionalidade, dos direitos egarantias individuais, dos direitos sociais, da ordem econômica, da educação, da saúde,
do desporto, da família, da cultura etc”
13
 
 – 
Princípios constitucionais extensíveis:
São aqueles que integram aestrutura da federação brasileira relacionando-se, por exemplo, com a forma deinvestidura em cargos eletivos (art. 77), o processo legislativo (arts. 59 e s.), osorçamentos (arts. 165 e s.), os preceitos ligados à administração pública (arts. 37 e s.)etc.
14
 
11
Apud LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 159.
12
LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 159.
13
BULOS apud LENZA, Pedro, Direito Constitucional esquematizado. 14ª ed. p. 159-160.
14
Idem.

Activity (11)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
megs2006 liked this
vitorsaoroque liked this
porchat liked this
Diego Bahia liked this
Kássia Martins liked this
Patricia Cardoso liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->