Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Poka-Yoke

Poka-Yoke

Ratings: (0)|Views: 6|Likes:
Published by jferreira

More info:

Published by: jferreira on May 20, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/02/2014

pdf

text

original

 
R
EVISTA
 
DE
C
IÊNCIA
&
T
ECNOLOGIA
V
. 11,
N
º 21 –
pp
. 7-18
7
Conceito de Dispositivos à Prova deErros Utilizados na Meta do ZeroDefeito em Processos deManufatura
The Concept of Mistake Proofing Devices Employed in Zero Defect Target on Manufacturing Processes
F
ELIPE
A
RAÚJO
C
 ALARGE
Universidade Metodista de Piracicaba (Sta Bárbara d‘Oeste, Brasil)
fcalarge@unimep.br
J
OSÉ
C
 ARLOS
D
 AVANSO
 Delphi Automotive Systems do Brasil (Piracicaba, Brasil)
jose.carlos.davanso@delphi.com
ESUMO
A utilização de dispositivos à prova de erros tem crescido em várias empresas, principalmente naquelas em queestão sendo conduzidos programas de melhoria de desempenho dos processos de manufatura, como o Controle de Qua-lidade Zero Defeito. Uma maneira de se atingir tal meta é por meio da implementação de dispositivos Poka Yoke, umaabordagem implantada há tempo por empresas japonesas como uma eficaz ferramenta para atingir zero defeito e, tam-bém, eliminar inspeções de controle da qualidade. A principal premissa associada ao conceito do Poka Yoke é a de que asfalhas humanas são inevitáveis, mas podem ser eliminadas prevenindo-se que uma falha venha a se tornar um defeito.Este trabalho descreve os conceitos envolvendo os dispositivos Poka Yoke, suas funções básicas e os tipos de dispositivosque podem ser usados para prevenir e detectar erros e defeitos. Também são exploradas as principais dificuldades verifi-cadas na implantação dos conceitos relativos ao Poka Yoke, bem como necessidades de treinamento e envolvimento daforça de trabalho de uma empresa fabricante de baterias e componentes eletrônicos para montadoras da indústriaautomobilística e mercado nacional de reposição de autopeças.
Palavras-chave
 
PREVENÇÃO
 
DE
 
DEFEITOS
POKA
 
 YOKE
ZERO
 
DEFEITO
CONTROLE
 
DE
 
QUALIDADE
.
A
BSTRACT
 
The use of mistake-proofing devices is increasing in many companies, mainly those engaged in programsrelated to the performance improvement of the manufacturing process, such as Zero Defect Quality Control. In order toachieve this target, companies have adopted the Poka Yoke approach, which has been considered an effective tool forachieving zero defects and also eliminating quality control inspections. The main premise involved in the Poka Yoke con-cept is that human errors are inevitable, but they can be eliminated by preventing that a failure becomes a defect. Thispaper relates the concepts involved in the Poka Yoke devices, their basic functions and the kinds of devices that can beused to prevent and to detect errors and defects. It also explores the main difficulties in the implementation of the Poka Yoke concept and the needs related to the training and compromising of the company work force and staff. Finally, itdescribes the full process of Poka Yoke devices implementation in a company that produces batteries and electronic com-ponents for automotive industries and the supplier market.
Keywords
 
MISTAKE
 
PROOFING
POKA
 
 YOKE
 
CONCEPT
ZERO
 
DEFECT
QUALITY 
 
CONTROL
.
001927_C&T_21.book Page 7 Wednesday, April 14, 2004 4:49 PM
 
8
 jan./jun. • 2003
INTRODUÇÃO
necessidade do desenvolvimento de metodologias que promovam a melhoria do desempenho dosprocessos de manufatura há muito tem sido colocada como uma das principais prioridades de muitasorganizações.Recursos humanos e financeiros têm sido crescentemente empregados na busca de soluções que permi-tam aos sistemas de manufatura produzir a custos menores com maiores níveis de qualidade, podendo estarassociado a diferentes dimensões que envolvam desde as características de controle primárias de um produtoaté aspectos intangíveis de escolha.Malhotra
et al.
(1994), em um estudo detalhado, identificaram e classificaram aspectos de manufaturaque empresários e acadêmicos americanos julgavam da maior importância e relevância para serem abordadosdurante a década dos anos 90, com a finalidade de estabelecer bases para que as empresas pudessem adquirircompetências para competir em mercados globalizados. O estudo foi conduzido tomando por base a meto-dologia
 Delphi
(Turoff & Hiltz, 1998), que reuniu 86 vice-presidentes de empresas americanas com fatura-mento superior a 50 milhões de dólares anuais que se dispuseram a participar do trabalho. O estudo teveuma duração aproximada de um ano, objetivando ressaltar, entre o público pesquisado, os maiores pontos afavor e contra as questões elencadas.Este trabalho relacionou quais eram os aspectos estratégicos de maior importância para os pes-quisados, bem como quais táticas poderiam contemplar as estratégias relacionadas. Uma importanteobservação é que aspectos relacionados à gestão e ao controle da qualidade foram listados comoestratégias e táticas de maior prioridade a serem abordadas. A tabela 1 relaciona os cinco aspectosestratégicos e táticos relacionados como de maior importância na manufatura dos anos 90. Entreeles, destaca-se a gestão da qualidade como o aspecto estratégico considerado de maior importânciana pesquisa, devendo estar pautada em melhorias contínuas no ambiente de manufatura e se caracte-rizando como uma importante fonte de vantagem competitiva para as organizações. No tocante aosaspectos táticos, o controle da qualidade é relacionado como o de maior prioridade, estando direcio-nado para a diminuição de perdas e de retrabalhos, estabilização de processos produtivos e satisfaçãodas necessidades dos clientes, sejam internos ou externos à organização.Essa situação denota a importância assumida pelos ambientes de manufatura no combate àsfontes de desperdício, tendo como foco a totalidade do fluxo produtivo e não apenas as operações nasua forma individualizada. Nessa abordagem, Zimmer (2000) esclarece que o processo de melhoriasno ambiente da manufatura poderia se dar das seguintes formas:melhorias conduzidas nas operações de manufatura, com ênfase na redução de perdas por meiode uma análise detalhada de suas causas (equipamento, mão-de-obra, materiais, métodos etc.),identificando-as e resolvendo-as em suas raízes;melhorias conduzidas no processo de manufatura, com a eliminação de inspeções e do retrabalhoatravés da garantia na fonte da qualidade. Isso seria atingido determinando-se os parâmetros demanufatura que são responsáveis pela produção de peças em conformidade, e monitorando eajustando rigorosamente cada operação, no sentido de atingir esses parâmetros de manufatura.Em ambas as situações, deve-se aliar um programa de prevenção de erros em cada etapa do pro-cesso de manufatura, envolvendo equipamentos e estações de trabalho, desenvolvendo dispositivos eprocedimentos que garantam que as peças só sejam produzidas em conformidade com as especifica-ções requeridas. Uma das maneiras de se conduzir uma metodologia de prevenção de erros na fontedo processo é através da utilização de dispositivos Poka Yoke, cuja conceituação, classificação e apli-cações serão descritas nos itens seguintes.
 A 
001927_C&T_21.book Page 8 Wednesday, April 14, 2004 4:49 PM
 
R
EVISTA
 
DE
C
IÊNCIA
&
T
ECNOLOGIA
V
. 11,
N
º 21 –
pp
. 7-18
9
Tab. 1
.
Importantes aspectos estratégicos e táticos da manufatura nos anos 90 (adaptado de Malhotra
et al.
, 1994)
.
 ABORDAGEM DE PREVENÇÃO DE ERROS PELA UTILIZAÇÃO DEDISPOSITIVOS POKA YOKE
O erro humano tem sido uma grande preocupação no ambiente de manufatura e nos sistemas produti-vos em geral, pois engloba aspectos que vão desde a concepção desses sistemas até a sua operação. Uma aná-lise dos últimos 30 anos mostra que, nos sistemas aeroespaciais, tem-se uma porcentagem de falhas creditadasao erro humano que varia de 50 a 75% do total de falhas verificadas. De certa maneira, o que se tem consta-tado com freqüência é que a maior parte dos estudos visando à confiabilidade de sistemas tem se pautado naanálise de máquinas e seus componentes, preterindo a influência do homem, que tem significativa importân-cia dentro do sistema produtivo (Imam, 1998). A confiabilidade humana envolve a probabilidade de que uma tarefa, ou um serviço, seja feito comsucesso dentro do tempo reservado para o mesmo. A figura 1 ilustra o impacto do erro humano sobre a falhado sistema durante o ciclo de vida de um dado produto. Pode-se verificar que os erros de montagem, depoisde um certo tempo, diminuem muito e, eventualmente, podem atingir uma taxa constante. O mesmo acon-tece com os erros devidos à manutenção, com exceção do que ocorre em sua fase inicial, quando existe umaprobabilidade maior de quebra de equipamento, provocando mais trabalho e maior possibilidade de erro. Juran & Frang (1992) classificam os erros humanos segundo as seguintes definições:a)
erros por inadvertência
:
 
são aqueles que, no momento em que são cometidos, não são percebidos,podendo ser divididos em: não intencionais, inconscientes e imprevisíveis. As soluções para essestipos de erros por inadvertências envolvem, basicamente, concentração na execução das tarefas eredução de extensão da dependência humana;
P
RIORIDADE
 
EM
 A
 SPECTOS
 STRATÉGICOS
ÊNFASE
Gerenciamento daQualidadeEssencial para a excelência nos anos 90, impactando fortemente a competitividade da organiza-ção, devendo ser visualizada como um processo de melhoramento contínuo.Estratégia de ManufaturaRepresenta a visão de integração e otimização dos outros aspectos de manufatura, capturando amissão da empresa.3ªTecnologia de ProcessoNecessário utilizar o estado da arte em tecnologia para suprir as expectativas dos clientes, conside-rando os principais fatores competitivos: flexibilidade para
mix 
de produtos e tempo de resposta aomercado.DesenvolvimentoOrganizacionalPessoas são pontos chave das mudanças que estão ocorrendo, devendo criar uma estrutura paraatrair, treinar e reter bons funcionários.Planejamento do ProdutoDirecionado para as rápidas mudanças de mercado, enfatizando a simplicidade e efetividade doproduto, devendo envolver outros setores da manufatura desde a concepção do produto.
P
RIORIDADE
 
EM
 A
 SPECTOS
 ÁTICOS
ÊNFASE
1ªControle da QualidadeÉ um aspecto absoluto nos dias atuais, onde estabelece-se cada vez mais menores índices de per-das, minimiza-se as variações, qualifica-se vendas, etc., buscando a satisfação do cliente.Sistemas dePlanejamento e Controleda ManufaturaIntegração e simplicidade de processos e/ou sistemas são necessários nos dias atuais, buscandoprincipalmente na comunicação a solução para problemas. Sistemas de manufatura integrados porcomputador contribuem para diminuir tempos de produção e melhorar níveis de Qualidade.Supervisão daForça de TrabalhoMotivação e participação são essenciais para melhorias de produtividade e Qualidade, buscandouma supervisão da força de trabalho que promova o desenvolvimento pessoal.4ªPolítica de ComprasDeve-se reduzir custos de vendas do produto buscando-se competitividade principalmente atravésde abordagens de equipe, fontes mundiais de fornecimento, análise de mercados, melhorias naagregação de valor em processos e custeio do ciclo de vida de produtos.5ªGestão de MateriaisAbordagem integrada de gestão de materiais, buscando oportunidades focadas na redução decapital empregado e aumento dos lucros.
001927_C&T_21.book Page 9 Wednesday, April 14, 2004 4:49 PM

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->