Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Civil - Aula 04 - Barros - DIR PERSON

Civil - Aula 04 - Barros - DIR PERSON

Ratings: (0)|Views: 132 |Likes:
Published by robersomf

More info:

Categories:Types, Research, Law
Published by: robersomf on May 20, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/20/2011

pdf

text

original

 
1
CURSO EXTENSIVO PRESENCIAL – 20094º MATERIAL – DIREITOS DA PERSONALIDADEPROF. ANDRÉ BARROSI) EMENTA DA AULADIREITOS DA PERSONALIDADE
 
1. CONCEITOQUESTÃO n. 61 – MPF/2008 – 24º Concurso) Quanto aos direitos da personalidade, écorreto afirmar que:
I – São, em regra, indisponíveis, mas se admite sua disponibilidade relativa em algunscasos.II – São direitos subjetivos
excludendi alios,
ou seja, direitos da pessoa de defender o quelhe é próprio.III – São direitos que visam resguardar a dignidade humana, mediante sanções, quedevem ser suscitadas pelo lesado.
Das proposições acima:
a) Todas estão corretas;b) Apenas I está correta;c) Apenas II está correta;d) Apenas III está correta.
Gabarito Oficial: AQUESTÃO: QUAL É O FUNDAMENTO DE TODOS OS DIREITOS DA PERSONALIDADE?2. A RELAÇÃO ENTRE OS DIREITOS DA PERSONALIDADE E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS
No estudo do direito civil constitucional se destaca a íntima relação existente entre osdireitos da personalidade e os direitos fundamentais. Como se sabe, os direitosfundamentais são direitos individuais e coletivos garantidos aos cidadãos pelo Estado por força de previsão constitucional em cláusula pétrea. Quando o civilista se depara comos direitos fundamentais, observa que grande parte deles diz respeito à integridade doser humano (ex: direito à vida), denominando-os de direitos da personalidade - assimcomo também há outros direitos que se referem ao patrimônio da pessoa (ex: direito àpropriedade), denominando-os de direitos patrimoniais.
3. DIREITOS DA PERSONALIDADE E AS PESSOAS JURÍDICAS
 
2
1ª CORRENTE (majoritária)
:
2ª CORRENTE (minoritária)
:
ENUNCIADO 286/CJF
– Art. 52. Os direitos da personalidade são direitos inerentes eessenciais à pessoa humana, decorrentes de sua dignidade, não sendo as pessoas jurídicas titulares de tais direitos.
4. DANO MORAL DA PESSOA JURÍDICA1ª CORRENTE (majoritária):
 
SÚMULA 227/STJ:
A pessoa jurídica pode sofrer dano moral. (Data: 08/10/1999)
2ª CORRENTE
:
3ª CORRENTE:
 
5. CARACTERÍSTICAS DOS DIREITOS DA PERSONALIDADEQUESTÃO n.62 – JUIZ FEDERAL/2006 – 1ª Região – 12º Concurso)
Quanto aos direitos dapersonalidade, podemos afirmar que:a) seu reconhecimento, no direito brasileiro, se dá a partir do código de 2002;b) possuem natureza simultaneamente pessoal e patrimonial;c) se aplicam exclusivamente às pessoas naturais;
 
d) que são absolutos, indisponíveis, imprescritíveis e vitalícios.
Gabarito: D5.1. INATOSJUSNATURALISTAS x POSITIVISTAS5.2. VITALÍCIOSART. 12, parágrafo único, CC/02:
“Em se tratando de morto, terá legitimação pararequerer a medida prevista nesse artigo o cônjuge sobrevivente, ou qualquer parenteem linha reta, ou colateral até o quarto grau.”
5.3. ABSOLUTOS
 
3
ENUNCIADO 139/CJF:
Os direitos da personalidade podem sofrer limitações, ainda quenão especificamente previstas em lei, não podendo ser exercidos com abuso de direitode seu titular, contrariamente à boa-fé objetiva e aos bons costumes.
5.4. ILIMITADOS5.5. EXTRAPATRIMONIAIS5.6. IMPRESCRITÍVEISAtenção:
Em ações versando sobre reparação de danos causados em razão de
crimede tortura
, os Tribunais têm decidido pela imprescritibilidade da pretensão.
5.7. INTRANSMISSÍVEISArt. 11/CC
. Com exceção dos casos previstos em lei, os direitos da personalidade sãointransmissíveis e irrenunciáveis, não podendo o seu exercício sofrer limitação voluntária. 
5.8. INDISPONÍVEISENUNCIADO 4/CJF:
o exercício dos direitos da personalidade pode sofrer limitaçãovoluntária, desde que não seja permanente nem geral.
5.9. IRRENUNCIÁVEIS5.10. INEXPROPRIÁVEISART. 648, CPC:
Não estão sujeitos à execução os bens que a lei considera impenhoráveisou inalienáveis.
 OS DIREITOS DA PERSONALIDADE EM ESPÉCIE6. DIREITO À VIDA (DIGNA)ART. 4º, do Pacto de
 San José
da Costa Rica:
Toda pessoa tem o direito de que serespeite sua vida. Esse direito deve ser protegido pela lei, em geral, desde o momento daconcepção. Ninguém pode ser privado da vida arbitrariamente.
Princípio do primado do direito à vida:7. DIREITO À REPRODUÇÃO

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->