Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
50Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Bens de produção

Bens de produção

Ratings:

4.67

(3)
|Views: 38,939|Likes:
Published by anon-522361

More info:

Published by: anon-522361 on Sep 08, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/15/2013

pdf

text

original

 
Bens de produção
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para:navegação, pesquisa São conhecidos como
bens de produção
ou
bens de capital
, osequipamentoseinstalações — ou seja: bensouserviços— adquiridas pelasempresas no seu processo  produtivo; a fim de gerar outros bens ou serviços.Uma determinadatecnologiautiliza uma determinada combinação dos factores produtivos para a produção de bens e serviços. Quanto à intensidade da utilização dosfactores produtivos, aagriculturae a indústriapodem classificar-se em agriculturas e indústrias de capital intensivo (utilizam mais intensivamente o capital) e agriculturas eindústrias trabalho intensivo, em que utilizam intensivamento o trabalho oumão-de-obra.
[editar] Factores de produção
Terra ou recursos naturais
: representa or recursosoferecidos pelanatureza   para os processos produtivos.Terrautilizada na agricultura ou na qual estãoinstalados os edifícios, as fábricas, as estradas, etc.; recursos naturais: energiasrenováveis (água, ar, vento, sol, etc.) e não renováveis (petróleo, gás, minérios,etc.)
Trabalho
: representa todos os recursos humanos, físicos e mentais, tanto adquiridos como hereditários. É, por sua vez, otempodespendido na produção(agricultura, indústria, serviços). Pode ser qualificado ou não qualificado.
O
Capital
: é constituído pelos bens duráveisde uma economia, produzidos comvista a produzirem outros bens. Entre os bens de capital includem-semáquinas,estradas,computadores,meios de transporte,edifícios,etc.
[editar] Exemplos
Qualquer recurso adquirido por uma indústria que visa produzir outros recursos a seremcomercializados, pode ser classificado como bem de produção. Assim temos exemplosde indústrias de bens de capital atuando em vários setores da economia:
Indústrias de Base
: Um exemplo válido são as siderúrgicas que beneficiam ominério de ferro, transformando-o em aço, que será por sua vez, amplamenteutilizado em construções, fabricações de eletrônicos, ferramentas, etc.
Informática
: Muitas vezes as empresas que atuam na área de tecnologia dainformaçãonão produzem somente bens, como serviços. Já que tais empresas podem tanto oferecer 
como 
, suporte e afins.
 
Transportes
: Empresas que criam meios de transporte. Incluemônibusa serem utilizados pelo sistema detranspote coletivo urbano, caminhões de diversostipos a serem usados por transportadoras, carros destinados a táxis, etc.
Indústria
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Indústria
é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matéria-prima  em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não,comercializados. De acordo com atecnologiaempregada na produçãoe a quantidade de capital necessária, a atividade industrial pode ser artesanal, manofatureira ou fabril.O processo de produção industrial é também conhecido comosetor secundário,em oposição à agricultura (setor primário) e ao comércio e serviços (setor terciário), de acordo com a posição que cada atividade normalmente está na cadeia de produção econsumo. Hoje em dia o processo industrial é capitaneado pelas multinacionais. Também se pode usar o termo indústria, genericamente, para qualquer grupo deempresasque compartilham ummétodocomum de gerar dividendos, embora não sejam necessariamente do segundo sector, tais como a indústria de Marcos Malheiros, aindústria bancáriaou mesmo aagroindústria. Indústria de bens de produçãoouindústria de base  É toda indústria que trabalha com matéria-prima bruta transformando-a em matéria- prima para outras indústrias. Exemplo: indústria siderúrgicae petroquímica. Indústria de bens intermediários ou de bens de capital(tipo de indústria de base)Transforma matéria-prima bruta em outro tipo de matéria-prima e são aquelas que produzem máquinas para outras indústrias.Ex.:fábricas de tornos(Equipa indústriasmecânicasIndústria de bens de consumoÉ aquela que produz produtos, voltado ao grande mercado consumidor (população emgeral). Ex:Indústria têxtil,Indústria alimentar . A indústria de bens de consumo aparece como indústria leve.DuráveisResponsável por produtos de longa durabilidade. Ex:Indústria automobilística.
 
Semi-duráveisResponsável por produtos de durabilidade média. Ex:Roupas,Celulares.  Não-duráveisSão aquelas que produzem produtos cuja durabilidade não é tão aproveitada.Indústria de derivadosSão as que empregam matéria-prima já beneficiada ou semi-acabada.Ex.:Indústria decosméticos
O ESPAÇO DA INDÚSTRIA
Não é exagero afirmar que o espaço geográfico contemporâneo é o resultado das transformaçõesintroduzidas pela Revolução Industrial em suas diferentes etapas. O modo de vida atual é, direta ouindiretamente, fruto das transformações trazidas pela tecnologia industrial.Independentemente do fato de um lugar abrigar, ou não, a indústria em seu espaço físico, ela estápresente nos produtos consumidos pela população local, nos meios de comunicação e nos meios detransporte.A indústria foi responsável pelas grandes transformações urbanas, pela multiplicação de diversosramos de serviços que caracterizam a cidade moderna e pelo desenvolvimento dos meios de transportee comunicação, que, nacional e mundialmente, interligaram as regiões. Foi responsável também pelamaior produtividade, pela conseqüente elevação da produção agrícola e pelo êxodo rural. Além disso,introduziu um novo modo de vida e novos hábitos de consumo, criou novas profissões, promoveu umanova estratificação da sociedade e uma nova relação desta com a natureza.O setor secundário foi predominante durante um longo período, mas a necessidade de reciclagemconstante na área técnico-científica deslocou as atenções para o setor terciário, que passou a incluirnovos serviços, como a pesquisa e o desenvolvimento.No quadro de desenvolvimento acelerado que caracteriza os tempos atuais, a informática e arobótica exercem um papel de destaque, impulsionando a nova revolução industrial que está em curso:a
revolução técno-científica
. 
A evolução da indústria
Indústria é o conjunto das atividades realizadas na transformação de objetos em estado bruto, aschamadas matérias-primas naturais ou não -, em produtos que tenham uma aplicação e satisfaçam asnecessidades do homem.Quanto a sua evolução histórica, podemos reconhecer três estágios fundamentais: o artesanato, amanufatura e a maquinofatura.
Artesanato
– Estágio em que o produtor (artesão) executava sozinho todas as fases da produção eaté mesmo a comercialização do produto. Não havia divisão do trabalho nem o emprego de máquinas,somente de ferramentas simples. (até o séc. XVII)
Manufatura
– A manufatura corresponde ao estágio intermediário entre o artesanato e amaquinofatura. Nesse estágio já ocorria a divisão do trabalho (cada operário realizava uma tarefa ouparte da produção), mas a produção ainda dependia fundamentalmente do trabalho manual, embora jáhouvesse o emprego de máquinas simples. Esse estágio corresponde a fase inicial do capitalismo.(1620-1750).
Maquinofatura
– É o estágio atual, iniciado com a Revolução Industrial. Podendo ser caracterizadopelo emprego maciço de máquinas e fontes de energia modernas (carvão mineral, petróleo, etc.),produção em larga escala, grande divisão e especialização do trabalho. (1750 até hoje).
A Revolução industrial
Por
Revolução Industrial
podemos entender as profundas transformações resultantes do progressoda técnica aplicada à indústria, ou seja, a passagem de uma sociedade rural e artesanal para umasociedade urbana e industrial. Com o seu desenvolvimento, a indústria se expande da Inglaterra,estabelecendo-se em outros países europeus, como Alemanha, Bélgica, França e, mais tarde para outraáreas fora da Europa Ocidental como Japão, Estados Unidos, Rússia, etc.As principais causas da Revolução Industrial foram:
 
Acumulação de capitais provenientes da expansão comercial e da política mercantilista. Transformações na estrutura agrária, liberando mão-de-obra para a cidade.Acelerado processo de urbanização.Ascensão da burguesiaInvenções mecânicas e a utilização de fontes de energia modernas.Essa etapa da expansão industrial dos países desenvolvidos (séc. XVIII e XIX) é denominada de
industrialização clássica
, enquanto o processo de industrialização dos países desenvolvidos(segunda metade do séc. XX) é chamada de
industrialização tardia
ou
retardatária
.Dentro do estágio da maquinofatura, ocorreram ainda (após a Primeira Revolução Industrial), devidoaos grandes avanços tecnológicos, a Segunda Revolução Industrial (1870-1945) e a Terceira RevoluçãoIndustrial, também chamada de Revolução Técnico-científica (após 1945).
Características da primeira e segunda revolução industrial
O espaço geográfico, a partir das transformações socioeconômicas dos séculos XV e XVI, passou ater abrangência mundial. A organização espacial variou de acordo com papel diferenciado queocuparam as colônias, as metrópoles e outras regiões do globo, com maior ou menor grau deintegração ao novo sistema econômico.

Activity (50)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Ananda Casalta liked this
Amanda Mayara de Oliveira added this note|
oiiiiiiiiiii
Marcelo Leite liked this
Eryca Lorena liked this
Eryca Lorena liked this
Rutelene Alves liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->