Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
18Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Sistema Financeiro Nacional (SFN) e Conselho Monetário Nacional (CMN) - resumo

Sistema Financeiro Nacional (SFN) e Conselho Monetário Nacional (CMN) - resumo

Ratings: (0)|Views: 1,654 |Likes:
Published by RodrigoWiesner

More info:

Categories:Types, Resumes & CVs
Published by: RodrigoWiesner on May 22, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/05/2013

pdf

text

original

 
Instituições Financeiras
1- Sistema financeiro nacional
Definição:
pode ser definido como o conjunto de instituições e órgãos que regulam, fiscalizam eexecutam as operações relativas à circulação da moeda e do crédito. Criado em 1964.
Sistema Financeiro Brasileiro
- Conjunto de Instrumentos e instituições que funcionam comomeio para realização da intermediação financeira, que dedicam de alguma forma, ao trabalho de propiciar condições satisfatórias para manutenção de um fluxo de recursos entre poupadores e investidores.
Subsistemas do Sistema Financeiro Nacional:
y
 
 N
ormativo ou Supervisão ± relativo às leis. Responsável pelo funcionamento das instituições,fiscalizando e regulamento suas atividades.
y
 
Intermediação ou Operativo - faz o contato entre as pessoas. Composto das instituições (bancárias enão bancárias) que atuam em operações de intermediação financeira.Subsistema
 N
ormativo (9 órgãos):
 
Conselho Monetário
 N
acional ± 
CM
N
;
 
 
Conselho de Recursos do SF
 N
± 
CR 
SFN
;
 
 
Banco Central do Brasil ± 
Bacen
;
 
 
Superintendência de Seguros Privados ± 
Susep
;
 
 
Comissão de Valores Mobiliários ± 
CVM
;
 
 
Secretaria da Previdência Complementar ± 
SP
C
;
 
 
Conselho
 N
acional de Seguros Privados ± 
C
NSP
;
 
 
Brasil Resseguros ± 
I
B
;
 
 
Conselho de Gestão da Previdência Complementar ± 
CG
P
C
;
 Função do SFN:
Propiciar condições satisfatórias para manutenção do fluxo de recursos entre poupadores e investidores do país.
Objetivos do SFN:
Valorizar a intermediação entre poupadores e investidores, possibilitando aosetor produtivo maior eficiência.A estrutura atual do SF
 N
é decorrente do conjunto de instrumentos legais, inspirada no modelo deinstituições existentes nos EUA, sendo cada segmento identificado de acordo com o objetivo das destinaçõesdos recursos captados.
y
 
Crédito de Curto e Curtíssimo Prazo - Bancos comerciais; CFE (caixas econômicas federais);cooperativas de créditos e bancos múltiplos com carteira nacional.
y
 
Crédito de Médio e Longo Prazo - Bancos de investimentos; banco de desenvolvimentos, CEF;Bancos múltiplos com carteira de investimentos ou desenvolvimento;
 
y
 
Crédito ao Consumidor ± Sociedade de crédito, financiamento e investimento; bancos múltiplos comcarteira de crédito, financiamento e investimento.
y
 
Crédito Habitacional ± CEF, Associações de poupança e empréstimos; Cias Hipotecárias; sociedadesde crédito imobiliário e bancos múltiplos com carteira de crédito imobiliário.
y
 
Intermediação de títulos e valores mobiliários ± sociedades corretoras e distribuidores de títulos evalores mobiliários; bancos de investimentos e bancos múltiplos com carteira de investimentos.
y
 
Arrendamento Mercantil ± sociedades de arrendamento mercantil e bancos múltiploscom carteira dearrendamento mercantil.Outras entidades caracterizadas como detentoras de recursos públicos, mas não participam do porcessoclássico de intermediação financeira ou distribuição de títulos mobiliários;
y
 
Seguradoras;
y
 
Cias de Capitalização;
y
 
Entidades fechadas e abertas de previdência privada
y
 
Consórcios;
E
ra da estabilidade;1º Fase - Período até 1914 -
O Sistema Financeiro
 N
acional era SIMPLES, movimentado basicamente pelosetor cafeeiro e iniciava-se também projetos de infra-estrutura no país. (desenvolvimento e indústrias)
 2° Fase - O período das
G
uerras (1914 a 1945) -
Caracterizada por um período de depressão muito grande,devido as guerras que assolavam o mundo.
3° Fase ± Período de Transição (1945 a 1964)
-
Transição da estrutura simples de intermediação, para a
complexa estrutura montada com a reforma constitucional. Criação dos seguintes órgãos: SUMOC.(superintendência da moeda e do crédito) B
 ND
ES (banco nacional do desenvolvimento).
4° Fase - de 1965 até os dias atuais-
 
Caracterizada pela evolução e desenvolvimento da intermediaçãofinanceira do Brasil.
C
onselho
M
onetário NacionalHistoria -
o Art. 2° da lei 4595/64 extinguiu o conselho de superintendência da moeda e docrédito, criando a CM
 N
, com a finalidade de formular a política da moeda de crédito, com o objetivo do progresso econômico do país.
Definição -
é o órgão normativo máximo do SF
 N
, não lhe cabem funções executivas, apenasfunções deliberativas responsável pelas pela fixação das diretrizes monetárias, creditícia e cambial do pais,cujas normas são de observância obrigatória por todas as instituições.
CM
N ± 
esoluções / deliberações / normas.
CM
N ± 
C
ria as resoluções
Bacen ± divulga
Instituições financeiras ± executam.
 
 
C
omposição do
CM
N:
 
Ministro da Fazenda ± Presidente;
 
Ministro do Planejamento e Orçamento e Gestão ± vice-presidente.
 
Presidente do Banco Central (Bacen).
 
 Lei Nº 9.069/1995.
Objetivo do
CM
N
1 - Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia nacional e seu processo de desenvolvimento;2 - Regular o valor interno da moeda, por meio da prevenção e correção dos surtos inflacionários oudeflacionários de origem interna ou externa, das depressões econômicas e de outros desequilíbriosoriundos de fenômenos conjunturais;3 - Regular a valor interno e externo da moeda e o equilíbrio no balanço do pagamento do país, tendoem vista a melhor utilização dos recursos em moeda estrangeira;4 - Orientar a aplicação de recursos das instituições financeiras, quer publica ou privada, tendo em vista propiciar, nas diferentes regiões do país, condições favoráveis ou desenvolvimento harmônico daeconomia nacional;5 - Propiciar o a aperfeiçoamento das instituições financeiras e dos investimentos financeiros em buscada maior eficiência do sistema de pagamento e de mobilização de recursos.6 - Zelar pela liquidez e solvência das instituições financeiras.7 - Coordenar as políticas monetárias e creditícias, orçamentária e fiscal da divida pública, interna eexterna;8 - Fixar diretrizes e norma da política cambial, inclusive compra e venda de ouro e quaisquer operaçõesem moeda estrangeira;9 -
D
isciplinar o crédito em todas as suas modalidades e as operações creditícias em todas as suasformas;10 - Expedir normas gerais de contabilidade e estatística a serem observadas pelas instituiçõesfinanceiras;11 - Regular a constituição, funcionamento e fiscalização dos que exercerem atividades subordinadas aLei 4.595/64, bem como as penalidades previstas;12 -
D
isciplinar as atividades das bolsas de valores e dos corretores de fundos públicos.13 -
D
eterminar os recolhimentos e encaixes obrigatórios de depósitos a vista do total dos depósitos e/ououtros títulos contábeis das instituições financeiras, função atribuída ao Bacen pela Lei n° 7.730/89;
Funções do
CM
N:
1 - Autorizar a emissão de papel moeda;

Activity (18)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Camena Guerra liked this
James Angel liked this
Bruna P de Souza liked this
Mariana Pinto liked this
Bruna P de Souza liked this
Bruna P de Souza liked this
Ludimilla Mendes liked this
Nadir Benites liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->