Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
T00373

T00373

Ratings: (0)|Views: 458|Likes:
Published by ENANPAD

More info:

Published by: ENANPAD on May 24, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/24/2011

pdf

text

original

 
 
!"#$$
 
Estudo da Implementação do
Warehouse Management System
(WMS) em um Centro deDistribuição
Monica Coutinho de Barros, Centro de Estudos em Logística (COPPEAD),mbarros@coppead.ufrj.brLuiz Felipe Scavarda, PUC-RJ, lfscava@ind.puc-rio.br
Resumo
A tecnologia de informação, quando bem utilizada, torna-se um importante diferencial para asempresas na busca pela excelência logística. Neste contexto, este artigo tem como objetivos:mapear a operação do Centro de Distribuição (CD) de uma empresa de gases industriais; eanalisar o processo de implementação de um Sistema de Gestão de Armazéns (
Warehouse Management System
– WMS) neste CD. Como resultado, o artigo oferece uma análise daoperação antes e durante a implementação do WMS, aliado aos principais resultados extraídospelas simulações.
INTRODUÇÃO
A logística moderna vem se tornando cada vez mais complexa, por isso qualquer alternativaque busque a minimização de seus custos, ou melhora no nível do seu serviço é sempre umdiferencial positivo para as empresas. No caso específico dos depósitos, armazéns e centros dedistribuição, o WMS surge como uma boa opção para otimizar a função armazenagem, já queeste busca maneiras de otimizar espaços e organizar o fluxo e a distribuição dos produtos.Para Banzato (1998) o WMS pode otimizar os negócios de uma empresa com redução decusto e melhoria do serviço ao cliente. A redução de custo está associada à melhoria daeficiência de todos os recursos operacionais, tais como: equipamentos e mão-de-obra. Poroutro lado à melhoria do serviço ao cliente pode ser atribuída ao fato de os erros e falhas deseparação e entrega serem minimizados, bem como agilização de todo o processo deatendimento ao cliente, combinando melhorias do fluxo de materiais com melhorias no fluxode informações. Sendo assim os dois objetivos principais deste artigo são: mapear a operaçãodo CD de uma empresa de gases industriais; e analisar o processo de implementação de umWMS neste CD. Esta empresa será chamada neste artigo de Empresa Alfa.A pesquisa cujos resultados são apresentados neste artigo pode ser classificada seguindoVergara (2000) e Gil (1991), quanto aos fins, como uma mescla entre a pesquisa exploratóriae descritiva e, quanto aos meios, como bibliográfica, participante e estudo de caso.Exploratória porque visa proporcionar maior familiaridade com o problema com vistas atorná-lo explícito. Envolve levantamento bibliográfico e entrevistas com pessoas que tiveramexperiências práticas com o problema pesquisado. Descritiva porque visa descrever ascaracterísticas de determinado fenômeno. Por outro lado, quando analisamos os meios deinvestigação, esta pesquisa pode ser classificada como pesquisa bibliográfica, pois serecorrerá ao uso de material acessível ao público em geral (livros, artigos, teses, entre outros)para análise de dados primários e secundários. Como pesquisa participante porque um dosautores deste artigo participou diretamente do processo de implementação do WMS naEmpresa Alfa. A parte prática se encaixa na definição de Yin (1994) para estudo de caso cujoprincipal objetivo é tentar esclarecer uma decisão através do mapeamento do motivo pelo qualela foi tomada, como foi implementada e com quais resultados.
 
 
!"#$$
 
DO WAREHOUSE CONTROL SYSTEM (WCS) AO WMS
Até meados da década de 70 os sistemas informatizados de controle de estoque somentepossuíam a habilidade de controlar as transações de entrada e saída em estoque e a respectivabaixa de tais movimentações contra os pedidos de fornecedores e clientes. A partir de entãosurgiram os primeiros sistemas de controle de endereçamento, que passaram a agregar apreocupação com a localização do material em um “endereço” no armazém ou CD. Estaevolução permitiu que as mercadorias deixassem de ter locais fixos de armazenagem epassassem a serem estocadas em diferentes áreas do depósito, já que cada área possuía umaúnica identificação, devidamente cadastrada e controlada pelo computador. Com isso foipossível aumentar a densidade da armazenagem nos CDs, pois não mais existia a obrigação dereservar espaços para o estoque máximo de cada item (Sucupira, 2003). Estes primeirossistemas de gerenciamento eram classificados como Sistema de Controle de Armazém(
Warehouse Control System
- WCS).O desenvolvimento tecnológico voltado ao processo de armazenagem se caracterizou atravésdo aprimoramento e customização dos equipamentos de movimentação e estocagem demateriais, capacitação dos recursos humanos envolvidos na armazenagem, assim como oaprimoramento da tecnologia de informação aplicada aos CDs, tanto em
hardware
(leitores,coletores, etc) quanto em
software
, como exemplo, na utilização do WMS. Os primeirosWMS surgiram no mercado americano durante meados da década de 70 como soluções paraoperações de distribuição e estocagem altamente automatizadas (Banzato, 1998).A principal diferença entre o WMS e o WCS é que o WCS não é um gerenciador de armazénsdiferenciando-se assim do WMS (Gasnier, 2000). O WCS não oferece uma variedade derelatórios para auxiliar no gerenciamento das atividades; não tem flexibilidade de
hardware
; acustomização é limitada à mudança de campos e nomes, e a instalação deste sistema não podeser feita de forma modular, somente integral. A contrapartida de todos esses aspectosnegativos é que ele oferece um ótimo acompanhamento e controle das atividades (selimitando a controle) com um custo reduzido de
software
e
hardware
requerido para aimplementação dessa solução (Monteiro & Bezerra, 2003). A Tabela 1 ilustra de formaresumida e direta algumas das principais características e funcionalidades de um WMS.Tabela 1: Principais Características e Funcionalidades de um WMS
Características
e
Funcionalidades de um WMS
1Processa o Pedido21Analisa o Desempenho da Mão-de-Obra2Processa Pedidos em Atraso22Analisa a Produtividade da Mão-de-Obra3Integração com EDI (Intercâmbio Eletnico de Dados)23Prioriza tarefas operacionais4Programação e Entrada de Pedidos24Parametriza a consolidação do 'Picking-List"5Controle de Portaria25Determina a Rota de Separação6Inspeção e Controle de Qualidade26Determina a melhor seqüência de paradas na separação7Controla o Inventário27Possibilita separação por tipo de produto, cliente, pedido, etc.8Controla o Lote28Controla o processo de "Cross Docking"9Integração com AUTO-ID (Código de Barras e Radiofreqüência)29Controla Transferências e Reabastecimentos de Estoque10Controla o FIFO - "First In First Out"30Forma "kits"11Atualiza 'On-line" o Estoque31Prepara Documentos de Expedição12Controla Divergências de Estoque32Confirma embarque e liberação de veículos13Capacidade de Previsão33Possui Banco de Dados com Taxas de Fretes14Endereçamento Automático34Programa a Manutenção de Veículos15Reconhece as Limitações Físicas dos Enderos35Apresenta Relarios do "status" do Veículo16Confirma Estocagem nos Endereços Corretos36Auxilia no Projeto do Layout de Armazenagem17Otimiza a Locação do Estoque37Controla Contenedores18Auxilia no Projeto de Ocupação da Embalagem38Determina a prioridade de descarga19Planejamento e Alocação de Recursos39Reserva de Docas e Programa Carga e Descarga20Programa a Mão-de-Obra Necessária40Gerencia o Pátio
 
 
!"#$$
 Fonte: Banzato (1998)
MAPEAMENTO DA OPERAÇÃO DO CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO
De acordo com a Associação Brasileira de Logística (Aslog), o Centro de Distribuição (CD) éum armazém que tem por missão realizar a gestão dos estoques de mercadorias nadistribuição física. Em geral este armazém recebe cargas consolidadas de diversosfornecedores. Estas cargas são então fracionadas com intuito de consolidar os produtos emquantidade e variedade corretas, para depois serem encaminhadas aos pontos de vendas, ouem alguns casos aos clientes finais. As principais atividades num CD segundo a Aslogenglobam: recebimento, movimentação, armazenagem, seleção de pedidos, expedição, e, emalguns casos, agregação de valor intrínseco (físico) como a colocação de embalagens e rótulose a preparação de kits comerciais (compre dois e leve três, por exemplo).Esta seção apresenta o resultado do mapeamento da operação atual do CD na Empresa Alfaem função das seguintes atividades: WCS – Sistema de Controle de Armazenagem,Recebimento do Pedido no CD; Recebimento de Mercadorias no CD; Movimentação deMateriais no CD; Armazenagem;
Picking
no CD; e Expedição no CD.
WCS – Sistema de Controle de Armazenagem
O atual sistema de gerenciamento de armazéns do CD deve ser classificado como um WCS.Isto porque o atual sistema controla apenas os locais de estocagem, não emitindo portantonenhum tipo de relatório de cunho gerencial que o caracterizaria como um sistema degerenciamento. Desta forma, não é possível atualmente, por exemplos, emitir relatórios degiro de estoque e sugestões de locais para armazenagem que estejam ocupados parcialmente.O atual sistema trabalha com modelos de sistemas de endereçamento que são mesclas entre oendereçamento fixo com o endereçamento variável. Muitas vezes cabe o conferente na horado recebimento identificar um local vazio para armazenar os produtos.O sistema de endereçamentos dos locais ainda é bastante confuso, já que não há relaçãoseqüencial entre locais vizinhos, os corredores não possuem a nomenclatura usual de ruasseqüenciais, assim como os porta
 pallets
não são numerados conforme apartamentos em umedifício. Desta forma a Empresa Alfa está aproveitando a implantação do WMS para realizarestas modificações.
Recebimento do Pedido no CD
O CD recebe três tipos de pedido: venda, transferência e urgentes. Os pedidos de venda sãocolocados pela força de venda e devem ser entregues direto no cliente. Os pedidos detransferência devem ser entregues diretamente na Filial que colocou o pedido, sendo os estespedidos responsáveis pela reposição de estoques, que podem ser entregues no CD ou nasFiliais. Os pedidos direcionados para as Filiais são para utilização interna na área de produçãoou para venda em clientes estratégicos. Os pedidos urgentes, como o próprio nome já diz, sãopedidos urgentes e de emergência que devem ser separados e expedidos imediatamente. AEmpresa Alfa atende a diversos hospitais e siderúrgicas e qualquer atraso na entrega podesignificar multas exorbitantes ou até mesmo vidas humanas.Todos os pedidos, sejam eles de vendas ou transferência, são colocados ou geradosautomaticamente no atual sistema da Cia, o MAS-E, desenvolvido
in house
, e passam pelosetor de suprimentos da Cia para análise de estoque. A área de suprimentos é responsável emanalisar o estoque e liberar o pedido, assim como priorizar as urgências quando solicitadaspelas Filiais. Uma vez liberado, este pedido é transmitido ao CD. Essa transmissão ocorre viasistema MAS-E, duas vezes ao dia às 08:00h e às 13:00h.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->