Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
1Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Artigo Avaliação escolar

Artigo Avaliação escolar

Ratings: (0)|Views: 759|Likes:
Published by Rosana Andrighetto
Este artigo apresenta uma pesquisa bibliográfica feita sobre o processo de avaliação da aprendizagem, como vem sendo e como deveria ser desenvolvido tal processo. Mostra onde está inserida a avaliação na Lei de Diretrizes e Base da Educação (LDB). Algumas limitações e maneiras errôneas de seu emprego tornando-o muitas vezes ineficaz. No decorrer do trabalho são apresentados alguns paradigmas e também obrigações da figura do avaliador.
Este artigo apresenta uma pesquisa bibliográfica feita sobre o processo de avaliação da aprendizagem, como vem sendo e como deveria ser desenvolvido tal processo. Mostra onde está inserida a avaliação na Lei de Diretrizes e Base da Educação (LDB). Algumas limitações e maneiras errôneas de seu emprego tornando-o muitas vezes ineficaz. No decorrer do trabalho são apresentados alguns paradigmas e também obrigações da figura do avaliador.

More info:

Published by: Rosana Andrighetto on May 24, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/24/2011

pdf

text

original

 
Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPRPrograma de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECTI Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia
 –
2009 ISBN: xxxx-xxxArtigo número: 01
 Avaliação EscolarSchool Evaluation
Marcos José AndrighettoCleitom José Richter
Resumo
Este artigo apresenta uma pesquisa bibliográfica feita sobre o processo deavaliação da aprendizagem, como vem sendo e como deveria ser desenvolvido talprocesso. Mostra onde está inserida a avaliação na Lei de Diretrizes e Base daEducação (LDB). Algumas limitações e maneiras errôneas de seu empregotornando-o muitas vezes ineficaz. No decorrer do trabalho são apresentadosalguns paradigmas e também obrigações da figura do avaliador. Aborda-se amelhor forma de avaliar e quais dados ou pré-requisitos devem ser levados emconsideração no momento de avaliar.
Palavras-chave
: Processo de avaliação, Avaliação como perspectiva,Limites e possibilidades, Reações e efeitos.
Abstract
This article presents a literature search done on the evaluation process of learning, as has been and how this process should be developed. Shows where theevaluation is included in the Law of Guidelines and Basis of Education (LDB).Somelimitations and erroneous ways of their jobs often make it ineffective. During thework are presented some paradigms and obligations of the figure of the evaluator.Addresses is how best to assess and what data or pre-requisites must be takeninto account when evaluating.
Keywords
: Evaluation process, Evaluation and perspective, Limits andpossibilities, Reactions and effects
 
Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPRPrograma de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECTI Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia
 –
2009 ISBN: xxxx-xxxArtigo número: 01
Introdução
A avaliação da aprendizagem de modo geral, é entendida pela maioria dos alunos e pormuitos professores, como aplicações de provas e exames. Porém, ocupa uma posiçãoextremamente contraditória em relação a uma das principais funções da escola, a promoção deinclusão social. Embora seja um processo burocrático necessário que precisa ser traduzido emnotas, conceitos ou menções, seu emprego acaba tornando-se motivo de tormento para osestudantes.São apresentados alguns métodos de avaliação, bem como a utilização do erro comoferramenta deste processo. É preciso entender o real sentido da avaliação, fazendo com que estanão se transforme em uma máquina classificatória excludente. Com a finalidade de entender essaproblemática da avaliação, buscou-se em livros e na Lei 9394/96-Lei de Diretrizes e Base daeducação Brasileira, um embasamento sólido para a construção deste artigo.
O processo de Avaliação
A maneira em que a educação abrange a avaliação nos dias de hoje, vem de um processoiniciado na década de 1940 graças à atuação de Ralph W. Tyler, que tem como princípio queeducar consiste em mudar padrões antigos ou gerar novos padrões de comportamentos, sendoque o currículo passa a ser composto por especificação de habilidades desejáveis expressadas emobjetivos a serem atingidos. Assim avaliação
“consiste essencialmente em determinar se os objetivos educacionais estão sendo
realmente alcançados pelo programa do currículo e do ensino como os objetivosvisados constituem em produzir certas modificações desejáveis nos padrões decomportamento do estudante, avaliação é o processo mediante o qual determina-seo grau em que essas muda
nças de comportamento estão realmente ocorrendo” 
(Tyler, 1975:99).
Nota-se, que esta citação tem como enfoque o aspecto funcional da avaliação realizadaem função dos objetivos previstos, como exigiu a metodologia da época, pois nesse período, osistema escolar era tido como principal responsável pela baixa qualidade de mão-de-obra, pelodespreparo das massas políticas e pela má distribuição de renda.O modelo de avaliação elaborado por Daniel Stufflebeam, em 1968/1971, é focado nodimensionamento da avaliação com o objetivo de orientar a tomada de decisões de maneira a
 
Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPRPrograma de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia - PPGECTI Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia
 –
2009 ISBN: xxxx-xxxArtigo número: 01torná-las adequadas. Para Stufflebeam
(1987, p19) “avaliar é o processo de delinear, obter eproporcionar informações úteis para o julgamento de decisões alternativas”, e também:
 
“ avaliar s
e refere a qualquer processo por meio do qual alguma ou váriascaracterísticas de um aluno/a, de um grupo de estudantes, de um ambienteeducativos, de objetivos educativos,de materiais, professores/as, programas,etc.,recebem a atenção de quem avalia, analisam-se e valorizam-se suascaracterísticas e condições em função de alguns critérios ou pontos de referência
 para emitir um julgamento que seja relevante para a educação” (Stufflebeam, 1987,
 p19).
De forma mais sucinta, Stufflebeam (1987, p19) define-a c
omo “o julgamento sistemáticodo valor ou mérito de algo”. Dessa forma a função básica da avaliação é oferecer um suporte de
informações relevantes que possibilitem a melhoria da qualidade da didática educacional emtermos de efetividade e de eficiência.
 A Avaliação Segundo a LDB
De acordo com a Lei 9394 que foi projetada, em 1988, e aprovada em 1996, o processoavaliativo é contemplado no Art. 24 inciso V, que diz:
“Art. 24º. A educação básica, nos níveis fundamental e médio, será organizada de
acordo com as seguintes regras comuns:[...]V - a verificação do rendimento escolar observará os seguintes critérios:a) avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dosaspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do períodosobre os de eventuais provas finais;b) possibilidade de aceleração de estudos para alunos com atraso escolar;c) possibilidade de avanço nos cursos e nas séries mediante verificação doaprendizado;d) aproveitamento de estudos concluídos com êxito;

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->