Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
4Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Resumão - Psicologia Escolar - 3.ano

Resumão - Psicologia Escolar - 3.ano

Ratings: (0)|Views: 1,380|Likes:
Resumo de 6 folhas sobre a disciplina de Psicologia Escolar - Psicologia Uniban Vila Mariana noturno - 3.ano - 2011.
Resumo de 6 folhas sobre a disciplina de Psicologia Escolar - Psicologia Uniban Vila Mariana noturno - 3.ano - 2011.

More info:

Published by: José Hiroshi Taniguti on Jun 01, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/19/2013

pdf

text

original

 
RESUMÃO PSICOLOGIA ESCOLAR
1. Semestre de 2011 – 3. Ano Psicologia Uniban Vila Mariana
Psicologia EscolarNão faz atendimento (particular, dentro da escola) – é mais prático (ação e nãoterapia) – a intervenção soluciona ou minimiza problema(s) de origem psicológica -apoio á criança – palavras chaves: consultoria, formação, avaliação, diagnóstico,interventivo e encaminhamento.Psicologia da EducaçãoOrienta a direção e os professores – faz projeto político pedagógico (PPP) – fazpesquisas educacionais – é mais burocrático – palavras chaves: funcionários,direção, pesquisa, desenvolvimento (biológico e psicológico) e PPP.Psicopedagogia (categorizado de ser uma pós-graduação)Área de atuação que cabem apenas formados em pedagogia ou psicologia – atuadiretamente na aprendizagem (dificuldade) da criança – perguntar sempre sobre aformação anterior da psicopadagoga – palavras chaves: diagnóstico, leitura eescrita.Psicologia Escolar é formada por: psicologia da aprendizagem, social, dodesenvolvimento, comunitário, mesmo parecendo ser reducionista, não é, é umsegmento autêntico e independente.
Psicologia Escolar é formada por várias disciplinas, um conjuntode técnicas que a tornam independente.
Reducionismo é a aplicação de uma única técnica para certo problema. Énecessário que o psicólogo visualize o todo, não apenas uma linha específica.Pegar somente uma “fatia” (uma linha da psicologia) para resolver os problemas éreducionismo.
Exemplo: Psicólogo que trabalha apenas em linha analítica (JUNG), nega-se atrabalhar com uma linha da comportamental mesmo percebendo que háapontamentos significativos deste uso na escola.
HÁ UMA TRÍADE: CRIANÇA – ESCOLA - FAMÍLIA – DISCIPLINA PONTE.Os Desafios do Cenário Escolar4 fases:
1.
Embasamento teórico (leitura, capacitação),
2.
Diagnóstico(identificação),
3.
Intervenção (solucionar, minimizar),
4.
Avaliação (resultados).Quatro Problemas de Aprendizagem
1.
Passageiro (problema),
2.
Meio-criança – ambos (comportamento alterado /dificuldades),
3.
Alteração violenta na ordem natural (dislexia / transtorno ), 4.Sofrimento, sintomas (transtorno).
 
Contribuição da Psicologia nas Instituições de Ensino
1. Modelo Psicrométrico =
década de 60
2. Modelo Clínico =
psicodiagnóstico e psicoterapia para alunos e pais = adaptaro aluno ao sistema escolar.
3. Modelo Educacional / Psicopedagógico =
diagnóstico e orientação dosprocessos de ensino
4. Modelo institucional =
privilegia o trabalho em grupo (aluno, professores,funcionários) – reflexão sobre as relações práticas educacionais – busca criar um“espaço de escuta”.Papel do Psicólogo na Escola:Busca as causas das dificuldades de escolarização na família, no professor, nocontexto mais amplo da escola, não mais no aluno – observação participante –estudo multidisciplinar dos fenômenos educativos.Processos Básicos da Psicologia – processos manifestados na escola.Atenção, percepção, inteligência, linguagem, pensamento, consciência,aprendizagem, afeto / emoção.Cinco Modelos de Trabalho do Psicólogo Escolar. 
1. Acadêmico:
cientista experimental do comportamento – preocupado emestudos dos métodos de ciência psicológica – metodologia na pesquisa e ensino(interesse).
2. Clínico:
modelo médico – doença mental e saúde, diagnóstico e cura deproblemas do comportamento (interesse).
3. Psicólogo Escola-Escolar:
aplicação de testes (Q.I) – psicoterapia individual ouem grupo – acredita que a educação é de responsabilidade do professor.
4. Psicólogo Clínico-Escolar:
consultoria da saúde mental – atinge maior númerode pessoas - interesse na prevenção – encaminha crianças para outrosespecialistas.
5. Psicólogo Escolar:
melhorar qualidade e eficiência do processo educacionalatravés das aplicações dos conhecimentos psicológicos – modelo ideal, transmitidaentre educacional e o acadêmico – é um profissional, cientísta, engenheiroeducacional ou projetista de planos educacionais – usa novas metodologias etécnicas – ênfase ao desenvolvimento da criança do que patologia.Observação Participante e o que fazer do Psicólogo EscolarO que fazer: Analisar a existência cotidiana da escola e sua história acumulada –contradições, divergências e convergências – elementos não previstos na realidadeescolar.
 
Observação participante: metodologia para poder aprender, compreender einterferir – trabalhar no nível de representações sociais e novas necessidades.Pesquisa EtnográficaDocumentar á realidade não documentada – busca á realidade (classe social,ideologia, poder).Fracasso EscolarIdade Média (feudos) – Ensino Tradicional (só o professor fala, 1870) – PsicologiaDiferencial (Galton, inteligência hereditária) – Escola Nova (Binet, inteligênciaversus classe social, quanto menos educação menos questionamento para classedominante, 1890) – Escola Tenista (Paulo Freire e Freinet, 1945) – Escola Formal(magistério, escola para brancos, teorias racistas, carência cultural, Freud) – Escola(fruto da sociedade, 2000).
 Althessur e Passeron fazem críticas á burguesia com a classe baixa (culpa não é dasociedade e sim do sitema escolar).
Culpabilização do Fracasso Escolar (sistema escolar).
Aluno
(desinteresse, falta de atenção, problemas familiares) –
pais
(falta de apoio,de educação, baixa escolaridade, álcool) –
professores
(desmotivação, baixosalário, baixa autoridade, didática) –
escola
(estrutura física, material inadequado,direção escolar) –
Estado
( não valoriza professor, aluno, alienação, investimentobaixo) – s
ociedade
( passividade, alienação, votação nulo, não cobram dasautoriedades, quebram mesas e cadeiras).
 
CaracterísticasEducação BancáriaEducação Libertadora
Professor
Autoritário, dono doconhecimento.Democrático, permitequestionamento.
Aluno
Submisso, vazio deconhecimento, alienado,despreparados, “GeraçãoX”Crítico e questionador, autênticoe dinâmico, pensar autêntico,mais próximos ao professor
Método
Decorado, silábico, semaplicação prático no seucotidiano (dia-a-dia)Assimilação e prática nocotidiano, interativo
Consciência
Alienada e dominadaDesperta e mais crítico
Sociedades
Reprimida, insegura,despreparada, dominadaQuestionadora, preparado,comunicativo, críticas, líderes(tem escolha própria)
Conhecimento
Sem aplicação prática,estático, semConhecimento com aplicação,prático, reflexivo

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Tatiane Queiroz liked this
Alinee Oliveira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->