Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
18Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
2010 - Volume 3 - Caderno do Aluno - Ensino Médio - 2ª Série - História

2010 - Volume 3 - Caderno do Aluno - Ensino Médio - 2ª Série - História

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 9,466|Likes:
Caderno do Professor com todas atividades e respostas para uso em dúvidas. Atenção: As respostas contidas aqui tem o objetivo de contribuir para um maior conhecimento e não apenas serem copiadas, já que se for pra copiar e não aprender nada, não perca seu tempo. Assim tire proveito das atividades.
Caderno do Professor com todas atividades e respostas para uso em dúvidas. Atenção: As respostas contidas aqui tem o objetivo de contribuir para um maior conhecimento e não apenas serem copiadas, já que se for pra copiar e não aprender nada, não perca seu tempo. Assim tire proveito das atividades.

More info:

Published by: Anderson Guarnier da Silva on Jun 01, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

11/21/2012

pdf

text

original

 
GABARITO Caderno do Aluno História 2
a
série – Volume 3
1
SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM 1REVOLUÇÃO FRANCESA E IMPÉRIO NAPOLEÔNICO
Páginas 3 - 6
1. Sugerimos que os conteúdos enunciados a seguir possam orientar a versão final dosverbetes elaborada pelos alunos.a)
Terceiro Estado:
composto por aqueles que não integravam a nobreza e o clero,representado por burgueses, artesãos e camponeses que, devido a sua origemsocial humilde dentro do contexto estamental, possuíam poucos direitos e muitosdeveres, como o de trabalhar e o de pagar impostos.b)
Jacobinos:
revolucionários franceses que tiveram suas posições radicalizadas sobo comando de Robespierre.c)
Girondinos:
republicanos considerados moderados, representantes da altaburguesia francesa.d)
Assembleia Nacional Constituinte
 
(Julho de 1789 a setembro de 1791 )
: fimda servidão e dos privilégios feudais para o clero e a nobreza.Uma importantesdecisão desta assembléia foi a elaboração da Declaração dos Direitos do Homem edo cidadão.e)
Declaração Universal dos Direitos do Homem e do Cidadão ( agosto de 1789)
:direitos assegurados perante a lei. Sintetiza os ideais de liberdade quecaracterizaram a primeira fase da Revolução Francesa.
f) Constituição civil do clero (1790)
: regulamentação do clero, transformando seusmembros em funcionários do Estado e confiscando seus bens.g)
Constituição monárquica (1791)
: redução do poder real (sujeição do rei às leis,tripartição dos poderes e fim da isenção de impostos do clero e da nobreza).h)
Convenção (1791-1795)
: assembleia formada por deputados girondinos, jacobinos e da planície.i)
Constituição republicana (1793)
: voto universal masculino, escolas públicas,garantia de direitos e assistência a desamparados socialmente. j)
Terror (1793-1794)
: período marcado pela predominância jacobina nos meiosmilitares, judiciais e econômicos e por um grande número de execuções.
 
GABARITO Caderno do Aluno História 2
a
série – Volume 3
2
k)
Constituição burguesa (1795)
: recuo em relação aos direitos civis daConstituição anterior, já que o voto passa a ser censitário.2. As palavras de ordem da Revolução Francesa – liberdade, igualdade e fraternidade –representavam a luta para assegurar a todos os princípios e direitos que significam,consistindo nisso o seu caráter democrático. Nessa questão, o intuito é propiciar aosalunos uma visão problematizada desses princípios e direitos, levando-os a refletirsobre os seus limites. A natureza das perguntas propostas acerca de cada um dostermos permitirá aos alunos uma reflexão, tomando-se por base suas própriasexperiências, o que enriquecerá a análise a ser feita.3. Nessa questão o objetivo é propiciar aos alunos uma reflexão em torno de aspectossimbólicos do conteúdo tratado na Situação de Aprendizagem. "A análise das obrasNapoleão no trono imperial, de Jean-Auguste-Dominique Ingres (1806), e O triunfode Napoleão", de Jean-Pierre Cortot, Paris, França, 1810, mostram Napoleãorepresentado como um imperador. Essa representação atuava na legitimação de seugoverno e de seu poder como chefe único da França e do império. A simbologiadessas imagens que caracterizam Napoleão como imperador romano, como César,pode contemplar diversos aspectos, tanto na primeira quanto na segunda. Porexemplo: a águia imperial (símbolo do poder romano) aparece no tapete e abaixo doglobo frontal; a láurea da primeira figura pode ser associada à láurea e aos trajes deimperador romano da segunda, mais rica em motivos clássicos.
Página 7
A Revolução Francesa é considerada como o modelo clássico de revoluçãodemocrático-burguesa:
modelo
porque serviu de exemplo, ou mesmo de matriz, paraoutros movimentos revolucionários;
clássico
porque resistiu à deterioração que,normalmente, atinge os acontecimentos históricos;
democrático
porque suas palavras deordem (liberdade, igualdade e fraternidade) prometiam assegurar princípios de respeitoaos direitos de cada um, como bem supremo formador da nação moderna; e, finalmente,
burguesa
porque certamente suas representações ao longo do tempo ajudam a deterpropostas de mudanças efetivas, assegurando a manutenção dos valores de liberdade,igualdade e fraternidade sempre de acordo com o conceito burguês destes termos. A
 
GABARITO Caderno do Aluno História 2
a
série – Volume 3
3
Revolução Francesa pode ser considerada uma revolução burguesa, sobretudo pormarcar um momento de reivindicações e mudanças importantes na transição do mundofeudal para o capitalismo. Dessas mudanças, a burguesia é, seguramente, uma dasgrandes beneficiárias.
Páginas 8 - 9
1. Associado à ideia de Terceiro Estado, pode-se dizer que o “povo” era composto portodos aqueles que não pertenciam nem ao clero nem à nobreza, ou seja, pessoas docampo e da cidade, ricos, pobres etc. e que tinham interesses muitas vezes diversos edivergentes.2. Alternativa d.3. Alternativa a.4. Alternativa c.

Activity (18)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Bianca Lima liked this
Laila Souza liked this
Alvim Alves liked this
Taty Paixão liked this
Tamiris Gomes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->