Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
JoseArguelles_SondaDeArcturus

JoseArguelles_SondaDeArcturus

Ratings: (0)|Views: 196|Likes:
Published by Rosaldo Alves

More info:

Published by: Rosaldo Alves on Jun 06, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/26/2013

pdf

text

original

 
 SondaDeArcturus
Narrativas e Relatórios de uma Investigação Contínua
José Argüelles
Para minha Filha Tara,Criança Antareana antigaDa Nação do Arco-Íris:O Futuro é a canção que Louva Você
 
 
INTRODUÇÃO
ARCTURUS RELEMBRADO: UMA PROJEÇÃO CRISTALINA DEREDE TERRESTRE
Sua Lança estabiliza Arcturus acima da manhã e da noite ---- Hafiz, Ao Xá Podes guiar Arcturus com seus filhos? ---- Jób 32:8 
CHAMADO PELOS CHINESES DE TA KIO, o Grande Chifre, Arcturus eralargamente considerado como o “palácio do imperador”, correspondendo à CidadeProibida ou Cidade Púrpura de Pequim, a capital do norte da Grande China. Este fatofornece um indício importante no que se refere à influência crucial e ao papel que Arcturustinha na evolução deste planeta e no sistema estelar total do qual a Terra não passa deum simples membro.Arcturus, “Guardião do Urso” por causa da sua relação com a Ursa Maior, é onome dado ao sistema estelar distante cerca de 37 anos-luz de nosso próprio sistema, eque inclui pelo menos uma meia dúzia de corpos planetários. Como tal, Arcturus é muitasvezes maior e mais antigo do que a nossa própria estrela e seu sistema. Os Arcturianos,casualmente, referem-se à nossa estrela como Velatropa 24, e ao nosso planeta, comoV.24.3.O envolvimento arcturiano com o nosso próprio sistema estelar começou há cercade três milhões de anos atrás, quando uma colônia espacial ---- estação intermediáriagaláctica ---- estabeleceu-se em Velatropa 24.4, conhecida também pelo nome de Marte.Nesta época, V.24.4 estava passando por um ciclo de alta temperatura com atmosfera,oceanos e rios abundantes, e terras verdejantes. A colônia marciana representava oprimeiro experimento Arcturiano em grande escala fora do sistema estelar de origem. Nãoé necessário dizer que os meios para alcançar Marte e também a maneira pela qual avida se propagava neste tempo estavam muito adiantados em relação à qualquer coisaque a maioria de nós aqui na Terra possa vir a sonhar. É suficiente dizer que se julgavaMarte como sendo um lugar adequado para experimentos precisamente por que, além davegetação e de microorganismos, não havia, virtualmente, nenhuma forma de vidaavançada existente no planeta. A implantação de formas de vida mais avançadas era umatarefa considerada com muito cuidado: primeiro, conseguir leituras exatas da atmosferado planeta ---- sua consistência, composição química e a conveniência de experiênciasapropriadas e harmônicas de vida. Então, selecionar modelos genéticos capazes dedesenvolvimento imediato, de maneira que um processo que algumas vezes demoravários bilhões de anos pudesse ser resumido em uma fórmula que fosse desenvolvida oudemonstrada em cerca de trezentos ou quatrocentos anos.Com seus ciclos de alta temperatura com 40.000 anos de duração, Marte eraconsiderado a estação intermediária experimental perfeita para a consecução de talprojeto. Se nada desse errado, ao menos aqueles que estavam no sistema de Arcturus
 
 
não seriam afetados ---- ou pelo menos assim pensavam. Entretanto, alguns dos queestavam no comando do projeto Marciano não tinham considerado com o cuidadosuficiente a eficácia inexorável do karma, a lei da causa e efeito. Entretanto, mesmo emArcturus, naquele época, raros eram aqueles que podiam se recordar de alguma coisaque tivesse acontecido há cerca de 40.000 anos antes do pensamento do momentopresente.E assim, na hora em que fatos estranhos começaram a acontecer em Marte,V.24.4, ninguém levou em consideração, em Marte, ou em Arcturus, as estranhasinfluências de esquecer-se da existência mútua de cada um.Desta maneira desenvolve-se a narrativa da estação intermediária experimentalArcturiana, V.24.4, Marte.Assim sendo, isto é exatamente o que aconteceu ---- o Grande Esquecimento.Havia dois grandes reinos: Elysium e Atlântida. Enquanto Elysium era governadopelo pólo magnético norte e as suas constelações principais dirigidas pelo límpidoArcturus, Atlântida era governada pelo pólo sul sob a direção da longínqua Antares.Enquanto Atlântida assemelhava-se à uma tiara de esmeraldas brilhantes e difusasflutuando na cobertura de espuma do mar das Sereias, Elysium, seus canais de irrigaçãocor de anil criando linhas circulares dentro de um canal circular de proporções maiores,ficava a oeste da Amazônia e da Mesogaea, e ao norte da selvagem Zéfira ---- de ondesopram os monções.Para além de Zéfira, no extremo sul, estendem-se as águas tropicais do Mar dasSereias, suas brisas misteriosas soprando sinais e cantos harmônicos vindos das torresde Atlântida.Agora, nesta época, quando Marte tinha sido subjugado e cultivado de maneiraperfeita pelo experimento Arcturiano, e desta maneira, um exemplo brilhante daspossibilidades de formas de vida mais desenvolvidas foi apresentado ao sistema solarVelatropa, aconteceu que os marcianos ---- pois eles não mais se consideravam produtosde um experimento Arcturiano ---- acharam-se poderosos o bastante para controlar aforça cósmica que os tinha criado. Naturalmente, se eles não tivessem esquecido queeram o feliz resultado de um experimento Arcturiano, e se os Arcturianos não tivessemesquecido este experimento valioso --- pois na verdade, isto foi exatamente o que ocorreuna justa Arcturus --- nada disto teria acontecido. No entanto agora deve ser dito.O que aconteceu em Marte foi, em última instância, algo que nem os própriosmarcianos poderiam controlar, pois, na verdade, o que ocorreu foi uma conseqüência dediferenças existentes entre Arcturus, a conexão Hiperbórica, e a conexãoHiperaustraliana, Antares ---- o Dragão Azul dos chineses, chamado de Rival de Marte porPtolomeu, tão notória para nós na constelação de Escorpião.Embora tenham sido os Arcturianos que semearam originalmente V.24.4, Marte, oshabitantes de Antares não estabeleceram comunicação com a colônia marciana até cercade 30.000 anos após o início do experimento. Naturalmente, a conexão de Antares eramais dominante no Hemisfério Sul, enquanto que, de maneira gradual, a influência deArcturus, inconsciente e imperceptivelmente, ficou mais concentrada no Norte. Foi assima hora da passagem crítica, 40.000 anos após o princípio do experimento. Aqueles quedetinham um melhor conhecimento, tanto em Arcturus quanto em Antares, estavamacordados e nos controles. A Grande Amnésia todavia, Elysium, com seus jardinssuspensos e torres em forma de pirâmide com cristais incrustados por toda parte, ficouconhecida como a sede da Ordem Hiperbórica do Estandarte Arcturiano, e Atlântida,como recipientes de cristal brilhando e girando lentamente no Mar paradisíaco das

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->