Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
45Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
resumo do livro de Pedro Demo A NOVA LDB RANÇOS E AVANÇOS

resumo do livro de Pedro Demo A NOVA LDB RANÇOS E AVANÇOS

Ratings: (0)|Views: 15,925|Likes:
Published by Natalice Noronha

More info:

Published by: Natalice Noronha on Jun 07, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/12/2013

pdf

text

original

 
Resumos
1. IntroduçãoO livro é um estudo da Lei de Diretrizes e Bases (LDB) – Lei Darcy Ribeiro (Senador) –sancionada em dezembro de 1996, lei 9.394 de 20/12/1996, publicada o Diário Oficial da Uniãoem 23/12/996, seção I. A LDB introduz idéias importantes como a formação superior paraprofessores básicos, mostrando modificações que podem facilitar e inovar as idéias naeducação. A lei expressa a tendência a uma escola de tempo integral como será exigida pelasociedade, a exemplo do artigo 34, que fala da jornada escolar com pelo menos 4 horas detrabalho efetivo em sala de aula e o ensino fundamental será em período integral, o autormenciona a frase “a critério dos sistemas de ensino” como uma barreira, mas na atualidadeestá havendo está mudança com o Projeto de Pré e Pós Aula. O ideal seria que não houvesselei para regulamentar e impor regras, mas se faz necessária a colocação em pauta depropostas flexíveis para não atrapalhar a vontade de aprender. O artigo 4º que trata “direito áeducação e o dever de educar” ressaltando a obrigatoriedade e gratuidade do ensino médio,bem como todos os outros níveis, garantindo o acesso de todos, mesmo os que não tiveramacesso na idade própria. O artigo 8º fala da “organização da educação nacional”: enfatiza queos sistemas educacionais vão garantir as unidades escolares públicas de educação básicaautonomia pedagógica e administrativa e financeira. Relacionando os artigos sobre aorganização: menciona o artigo 15 que fala de uma organização maior entre a União, osestados e os municípios colaborando entre si, mesmo que isso possa prejudicar depois; aUnião coordena a política nacional de educação, mas a o município deve esta semprecuidando localmente; no artigo 9 determina que a União deve elaborar o Plano Nacional deEducação, para haver estratégias comuns a todos os estados do país; estabelecimento dascompetências e diretrizes para a educação infantil, ensino fundamental e ensino médio quenortearão os currículos e seus conteúdos mínimos de modo a assegurar formação básicacomum, os graus de variação se darão em regiões distintas como sulista e nortista, porexemplo; a União deve autorizar, reconhecer, credenciar, supervisionar e avaliar cursos deinstituições superiores de graduação pós-graduação; um Conselho Nacional de Educação comfunções normativas e de supervisão deixando a União ter acesso a todos os dados e órgãoseducacionais; no Artigo 12 determina os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normascomuns e as dos seus sistemas de ensino a incumbência de gestão própria, incluindo aelaboração e a execução de sua proposta pedagógica e administração de seus pessoal bemcomo recurso materiais e financeiros; o artigo 14 fala “os sistemas de ensino definirão asnormas de gestão democrática do ensino público na educação básica de acordo com suaspeculiaridades” falando da gestão e do espaço de cada sistema; os profissionais da educaçãodeveram participar da elaboração do projeto pedagógico da escola, a comunidade escolar elocal deverão participar do conselho de escola; reforçando a autonomia da escola. Mesmo umaescola organizada pode apresentar baixo rendimento dos estudantes, e no artigo 23, aintenção flexibilizadora da lei ganha força ao determinar: “A educação básica poderáorganizar-se em séries anuais, períodos semestrais, ciclos, alternância regular de períodos deestudos, grupos não-seriados, com base na idade, na competência e em outros critérios, oupor forma diversa sempre no interesse do processo de aprendizagem”. O que esse trechodemonstra é que coloca-se todos os recursos com intuito de auxiliar o processo deaprendizagem, valendo toda forma de organização que for necessária e útil. Outro precedentedo artigo é a reclassificação do aluno, que pode ser alçado a serie superior se mostrar aptidãopara tanto, ou voltar a série anterior se mostrar incapacidade para continuar, com exceção da
1 / 7
 
Resumos
primeira série do ensino fundamental. E no artigo 24 determina a forma de classificação porsérie ou etapa, por promoção para alunos que cursaram com aproveitamento a série na escola;por transferência para alunos procedentes de outras escolas; por avaliação da escola paraclassificar qual a série que o aluno se enquadra. No artigo 25 ala da quantidadealuno/professor, bem como espaço físico e material disponível, respeitando o direito dosalunos, sendo necessário também um docente capacitado. E o parágrafo único deste mesmoartigo determina que o sistema de ensino seja responsável pela verificação do atendimentodeste artigo, o que pode ser perigoso visto que as salas podem ser lotadas, visado manobraspolíticas. No artigo 26, defende a base nacional comum para o ensino fundamental e médio,levando-se e consideração as características regionais. O artigo 32 defende a progressãocontinuada nos estabelecimentos que utilizam a progressão regular, observando as normas dosistema de ensino. A lei flexível no espaço educativo é necessária para manter o compromissoeducativo, porem a flexibilidade pode ser confundida com abuso do direito de interpretar, ondea progressão continuada ou regular pode ser entendida como progressão automática,passando o aluno sem condições; o docente tem regalias que prejudicam o aluno como mudarde escola a qualquer tempo, faltas, chegar tarde , em decorrência principalmente de seusbaixos salário deixa a responsabilidade com aluno para trás; as autoridades locais podemalegar falta de recursos deixando assim docentes e alunos em situações caóticas; entre outros.O artigo 81 diz nas disposições gerais: é permitida a organização de cursos ou instituições deensino experimentais desde que obedecidas as disposições desta Lei.2. Faces Positivas da LDBCompromissos com AvaliaçãoA avaliação, segundo a LDB é parte central da “organização da educação nacional”, como:analisar, coletar e disseminar informações sobe a educação, priorizando a qualidade técnicados dados disponíveis, sua função política de analise critica, bem como sua relevância comoinstrumento essencial de diagnostico e prognostico; realizar um processo nacional de avaliaçãodo rendimento escolar no ensino fundamental, médio e superior em colaboração com ossistemas de ensino, objetivando a definição de prioridades e a melhoria da qualidade doensino, buscando alinhar todos os municípios; o inciso que fala da avaliação das instituições deeducação superior desde instituições que usam o termo “universidade” sendo apenas centrosde pesquisas. A avaliação é importante no sentido de buscar a melhoria da qualidade,procurando melhorar problemas e renovar constantemente. Um dos processos de avaliaçãomencionado é o Saeb (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica), busca umaavaliação quantitativa, mais formal. E o MEC não conseguiu o mesmo sucesso na avaliação deconcluintes do nível superior, principalmente em relação às escolas públicas, e os alunos nãoconcordaram com a avaliação. A avaliação deveria se estender aos professores também, o quenão aconteceu. A avaliação no ensino superior é encoberta por políticas internas, para nãoreforçar a qualidade do ensino como ponto principal. E na educação básica a organização dosistema deve ser em função do aluno: avaliação continua e cumulativa do desempenho doaluno, dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos, e dos resultados a longo prazo; avançodo aluno de acordo com seu aprendizado; aproveitamento de estudos concluídos com êxito;obrigatoriedade de estudos de recuperação no caso de baixo rendimento escolar. A avaliaçãocontinua e cumulativa do desempenho do aluno, prevalecendo a qualidade sobre a quantidade,
2 / 7
 
Resumos
verificando resultados a longo prazo. Não acelerar o aluno atrasado. Há uma alínea que falaaté da possibilidade do aluno estuda em casa, e depois de avaliado apresentando bonsresultados continuar mudando de série. E por ultimo a recuperação do baixo rendimento, quedeve ser acompanhado pelo professor diariamente. A educação infantil deve ter uma avaliaçãodiferenciada com o acompanhamento e registro do seu desenvolvimento, sem objetivo depromoção mesmo para acesso ao ensino fundamental, o profissional deve saber diferenciar oprocesso natural de desenvolvimento com a imposição da alfabetização. No ensinofundamental a preocupação é a capacidade de aprender, voltando a “avaliação do processo deensino-aprendizagem”. No ensino médio a preocupação é com “continuar aprendendo, demodo a ser capaz de adaptar-se com flexibilidade a novas condições de ocupação ouaperfeiçoamento posteriores”, tendo a avaliação o papel de estimular o aluno, o texto fala emcidadania e preocupação com o trabalho. A educação para jovens e adultos destaca “oconhecimento dos alunos adquiridos por meios informais serão reconhecidos medianteexames”. A educação profissional como no caso anterior fala do modo não-formal deaprendizagem, levando-se em consideração a “vida produtiva”. A educação superior fala dodesejo permanente de aperfeiçoamento cultura e profissional, permitindo ao aluno através deprovas e outros instrumentos de avaliação demonstrar o aproveitamento dos estudos. E por fima educação especial, onde não se fala especificamente de processo avaliativo, mas sim decurrículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização especifica.Visão alternativa da formação dos profissionais da educaçãoA LDB trata o professor como eixo central na qualidade de educação. Destacam-se: o processoreconstrutivo do aluno; o desempenho do professor como orientador, motivador e avaliador; aeducação como ponto de partida e chegada na formação do aluno; ambiente favorável aaprendizagem; aprendizagem como reconstrução permanente, utilizando tudo que a favoreça;a formação humana como objetivo final, o cidadão e o profissional que o aluno será. A Leiprioriza a valorização do profissional da educação estimulando o aperfeiçoamento profissionalcontinuado, como parte da profissão; estabelece um período reservado a estudos,planejamento e avaliação na carga horária; progressão funcional baseada e títulos, habilitaçãoe avaliação de desempenho. A Lei nada fala sobre melhorias salariais especificamente, massim da valorização do professor, do piso salarial profissional, condições adequadas detrabalho, porém a efetivação dependerá das condições estaduais e municipais. O professorprecisa estar sempre estudando, se atualizando, tendo o direito a 80 horas semestrais inclusono horário de trabalho para os estudos. O aperfeiçoamento profissional continuado e aavaliação de desempenho são pontos reforçados na LDB. Porém os próprios sindicatospoderiam, para acalmar os professores, assumir a tarefa de: avaliar os avaliadores, defendercritérios e processos transparentes de avaliação, auto-avaliação, alunos avaliando osprofessores seriam importantes também, critérios objetivos na avaliação, o profissionalinteressado em ser avaliado para mostrar o seu empenho, evolução. No artigo 62 os docentesque atuam na educação básica deveriam ter o reforço a graduação plena, com o nível superior.E no artigo 63 que fala da necessidade de instituições superiores para formação de“profissionais para a educação básica, inclusive cursos normal superior”, bem como“programas de formação pedagógica para portadores de diplomas de educação superior quequeiram se dedicar a educação básica”. O professor é o responsável pela aprendizagem doaluno de forma adequada, não esquecendo que o cuidado com o aluno e escola, inclui o
3 / 7

Activity (45)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Michèle Campos liked this
Janice Simoes liked this
Danielle D'Oliveira added this note|
O resumo está bem sintético e objetivo, porém, devem ser observados e corrigidos alguns erros de concordância, coerência e coesão e pontuação para que ele flua melhor e, dessa forma, haja uma melhor compreensão. Grata, Danielle
Mauricio Almeida liked this
Mauricio Almeida liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->