Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Edição 729

Edição 729

Ratings: (0)|Views: 270 |Likes:
Published by Atos_e_Fatos

More info:

Published by: Atos_e_Fatos on Jun 10, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/10/2013

pdf

text

original

 
Ano XV - 729|Três Passos, sexta-feira, 10 de junho de 2011R$ 3,00
TRÊS PASSOS GANHARÁ NESSA SEGUNDA-FEIRA UM NOVO PET SHOP. CONFIRA NA PÁGINA 9
 
Diretores
: Adelar Breitenbach e Jerônimo Breitenbach
Jornalista responsável:
Clóvis Machado
Editor:
Carlos Roberto Grün
Redação:
Carlos Roberto Grün, Paulo Farias, TiagoBorges e Christian Baum.
Diagramação/Arte:
Maicon Rodrigo Monteiro Batista
Impressão:
Diário Serrano - Cruz Alta/RS Fone: (55) 3321-1806
Os conceitos e opiniões assinadas são de responsabilidade do colunista.
 ASSINATURA:
 Anual:......................R$ 100,00Semestral:.................R$ 60,00Correio (anual):........R$ 170,00Correio (semestral):...R$ 90,00
 Filiado à Adjori  Associação dos Jornais do Interior do RioGrande do Sul 
Fundado em 19 de abril 1997
Fone/Fax: (55) 3522-1030atosefatos@difusoraceleiro.com.brwww.difusoraceleiro.com.br
 Adelar Breitenbach & Cia Ltda.Inscrição Estadual: 148/0046733 - CNPJ 04.480.825/0001-01 Av. Santos Dumont, 240 - CEP 98600-000 - Três Passos/RS
 23:18
Periodiciade:
Semanal 
GERAL
Atos e Fatos
 Jornal
Atos e Fatos
 Jornal
2  
 Sexta-feira, 10 de junho de 2011
Noites em claro
Pobre dos insones. Um turbilhão de pensamentos tomaconta da mente quando o sono teima em não vir. Não adian- ta contar carneirinhos para que o tão merecido descanso docorpo e dos sentidos se faça presente. Quando o todo nãoquer ou não pode ser adormecido, o resultado é o estado dealerta geral. As tentativas revelam-se infrutíferas e só resta--nos esperar a boa vontade daquela inércia característica in-vadir-nos e então possamos dormir sem perceber.É lógico que estamos falando de quem perde o sono umavez ou outra. Existem casos de doença, de pessoas que ne-cessitam de medicamentos para dormir, receitados por ummédico, naturalmente. Se não conseguir descansar de vezem quando já é um terror, imaginemos o que deve ser avida de quem quer dormir e não consegue. Existem ramosda medicina hoje tratando exclusivamente das doenças dosono, tal a catástrofe que a ausência sistemática de sonoprovoca na vida das pessoas.Quem não dorme bem à noite, com certeza não conse-gue ter um ritmo normal de trabalho no dia seguinte, uma vezque o organismo inverteu o processo e vai querer recuperar o tempo perdido, sem contar que o humor vai ser daquelesde fuzilar com os olhos e não é para menos.Parece que passamos tudo a limpo nestas noites intermi-náveis. Ou então, até dormimos, mas são pequenos interva-los. Se fizermos a conta das perdas e danos na maioria dasvezes as boas ações da nossa vida prevalecem. Todavia,nas noites mal dormidas, só vem à cabeça aquilo que fize-mos e não gostamos do resultado e tudo fica ali martelando.Para recuperar o sono perdido, vale rezar, fazer respira-ção profunda, meditar – se é que a gente consegue _ con-centrar-se no silêncio, procurando identificar os sons queele nos traz. Expulsar os maus pensamentos, focando emrecordações aprazíveis também pode ser uma boa pedida.Talvez seja necessário apaziguar a origem da nossa insô-nia. É na quietude da noite que o coração mais se alvoroça.Acalmá-lo pode ser o primeiro passo para o sono merecido.O primordial é identificar a causa das noites em claro, masquando os nossos olhos estão bem abertos. Isto é, duranteo dia, enfrentando cara a cara os problemas que estão afli-gindo-nos a ponto de repercutir no nosso descanso.
12 de JUNHO...DIA DOSNAMORADOS!
Eu continuo enamorado e apaixonado...com menos cabelos, mas apaixonado!
PARA QUE SEJAMOS NECESSÁRIOS...
(à minha musa Rosi)Para que sejamos necessários transfere de ti prá mim tuas dores de qualquer coisa teus desejos... sonhos...pensamentosque careça em ti o meu excessoe que me falte o que tu tens de sobraque em mim perdure o que te morre cedoe que te permaneça o que tenho perdidoque cresça... se desenvolva um teu sentidoque em mim desapareça...Dá-me o que de possuir tu não te importase eu multiplico o que te falta e em mim existepara que nosso encaixe forme uma unidadeindivisível... que não se possa subtrair uma metade.&&&POIS É! NEM TUDO VAI BEM NO DIA DOS NAMORADOS!Sempre tem alguém sem namorado que lamenta eresmunga:__ E daí se eu passar o dia dos namorados semnamorado?Eu também não passo o dia do índio com um índio, nem odia da árvore com uma árvore e muito menoso dia dos finados com um defunto!!!&&&Meu abraço vai para o meu amigo Jorge Bender.Grande tenista e parceiro!&&&Dia 12, domingo, é dia de comer bem!É no Colégio Ipiranga. Vai ter Lasanha & Galeto!Promoção da Comunidade Evangélica. Já viu, né?É coisa boa!
FISIOTERAPIA NO PÓS-OPERATÓRIODE ARTROPLASTIADE QUADRIL
A Artroplastia é uma cirurgia que consiste na substituiçãodas superfícies de articulações com algum defeito por outraarticulação (“artificial”), ou seja, uma prótese total ou parcialcom o objetivo de reestabelecer a função dessas articulações.No caso da articulação do quadril, este é um recurso am-plamente utilizado no tratamento de doenças dolorosas destaregião, como as doenças degenerativas (artrose), infecciosasou traumáticas (fraturas), que podem ocorrer tanto em idososquanto em jovens.As Artroplastias totais de quadril (substituição de toda a ar- ticulação) são cirurgias de grande porte, com elevado poten-cial de complicações pré e pós-operatórias. Partindo disto, opapel do fisioterapeuta na recuperação deste paciente torna--se importante, pois visa reestabelecer os movimentos fun-cionais do paciente.Sendo assim, a fisioterapia no pós-operatório de artroplas- tia total de quadril inicia-se ainda no hospital e permanece anível ambulatorial (consultório) e inclui:
No hospital:
• O posicionamento correto no leito;• A prevenção de complicações circulatórias, como
edema e trombose venosa profunda, através de exercícios
metabólicos;• A prevenção de complicações respiratórias como apneumonia por exemplo;• A manutenção da força muscular tanto do membro ope
-
rado quanto dos demais;• A manutenção da mobilidade articular;• O treino de marcha (caminhada) com apoio (andador ou muletas);
No consultório:
• A diminuição a dor (caso ela persista);• A melhora da performance muscular;• O treino progressivo da marcha sem apoio;• A melhora do condicionamento físico;• O treino para o retorno gradativo às atividades de vida di
-
ária e profissionais;
De uma maneira geral, quanto mais precoce for a atuaçãodo fisioterapeuta, mais rápida será a recuperação do paciente,sem complicações cirúrgicas, motoras e respiratórias.
 Reportagem com Arnildo Haas
Nassau, cidade e ilhaslindíssimas
Disse o entrevistado: “Nassau, a capital das ilhas Bahamas, onde abrigo do dinheiro sujo dos maus políticos do Brasil e do mundo... Masa cidade e ilhas são lindíssimas. Nassau já foi domínio absoluto dos pio-res piratas da história, pelo ano de 1.700, até que o Rei Jorge da Inglater-ra mandou grande exército capturar os piratas e enforcá-los. No city tour soubemos que Bahamas é um país independente, mas vinculado à Ingla- terra, como o Canadá, Austrália, Guiana e outros. A população total é desomente 350 mil habitantes espalhados por 700 ilhas, mas 220 mil mo-ram na capital Nassau. Bahamas era território dos piratas mais famososda Terra, que atacavam os navios espanhóis com os porões repletos deouro e prata trazidos das Américas, e de quaisquer países, até o rei Jorgemandar 4 pelotões do exército, cujo comandante era antes também famo-so e grande pirata, o qual sob a pressão do exército inglês “dominou” osdemais piratas, enforcando aqueles que não concordavam com a rupturado costume selvagem de enriquecer-se com os navios atacados. Nassaue Bahamas são lindíssimos, terras (ilhas) férteis, planas, com águas lím-pidas, cor verde azul-turquesa, bem morna durante o ano todo, porque osol, mesmo na atual primavera é quase insuportável durante o dia. Hoje aprincipal fonte de rendimentos é o turismo, mas verduras, frutas e alimen- tos dá 2 ou 3 safras por ano.No navio “we enjoy” saboreamos banho nas piscinas térmicas (todosos dias) no alto dos 18 andares, ao som de muita música e chopp e ou- tras bebidas gostosas, vendo “passar” as ilhas de Hahamas e também aolonge, parecia a comprida ilha de Cuba. Assistimos ao espetáculo de pa- tinação no gelo “Frozen in Time” de beleza e perfeição inigualáveis, dei- xando os milhares de expectadores eufóricos, aplaudindo as novidades einovações, de cada minuto da hora de duração, deste show inesquecível, tão bom ou talvez superior aos shows de Las Vegas. Concluindo, disse onosso entrevistado: É inacreditável que equipes e artistas possam apre-sentar um show aquático de “encantos” sem cessar durante 1 hora intei-ra. (Jenair Vicentini – Cissiumal)
 
Sexta-feira, 10 de junho de 2011 
  3
GERAL
Atos e Fatos
 Jornal

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
rafaelpreuss liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->