Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Criação de Frango e Galinha Caipira - postura e corte

Criação de Frango e Galinha Caipira - postura e corte

Ratings: (0)|Views: 512 |Likes:

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Mozar Gomes de Medeiros on Jun 13, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

09/13/2013

pdf

text

original

 
Criação de Frango e Galinha Caipira
As instalações devem conter um pequeno galinheiro de alvenaria, com terrenoinclinado, com o piso de cimento 20cm acima solo, situado em local bem seco e protegido por valetas para evitar infiltrações em seu interior.As duas cabeceiras e uma parede lateral devem ser fechadas até ao telhado e a outralateral com a metade de cima de tela de arame.- O telhado pode ser de uma água para maior economia de material e a porta fica emuma das cabeceiras.- Na lateral de tela deve haver uma cortina de plástico para proteger o galinheiro, dosventos, das chuvas e do frio.- Sobre o piso uma cama de maravalha fina, mas que pode ser de sabugo picado demilho ou outro material absorvente.- Deve ser protegido dos ventos dominantes na região e com a frente ou parte aberta para o nascente, para que nele penetrasse o sol da manhã.Essas regras não são rígidas e podemos construir o galinheiro com outros materiais eoutras técnicas como telhas de fibrocimento, terra batida; telas em mais de uma parede(desde que haja cortinas para cobri-las quando necessário).A cobertura pode ser de uma ou de duas águas etc. Seu tamanho depende do tamanhodo lote que for abrigar.Pode, como já o mencionamos, ser rústico, econômico, desde que preencha um mínimode condições e de conforto para as aves.Os formatos quadrados exigem menos material e saem mais baratos. Nas regiões mais quentes, devem ser pintados de branco, por fora, inclusive os telhados, para absorverem menos calor solar e ficarem mais frescos.
Criação
Podemos adotar um método misto, da seguinte maneira:- Compramos lotes de 50 pintos de 1 dia, de raça para postura e os colocamos nogalinheiro, sobre a cama, como já mencionamos anteriormente.- Quando as frangas chegarem à época da postura, fazemos uma seleção rigorosa,escolhendo as 20 melhores e colocamos em gaiolas individuais, penduradas em uma daslaterais do galinheiro.- Os frangos e as frangas não selecionados continuarão no chão, sobre a cama, paraserem abatidos quando necessário.Aqueles que ficarem debaixo das gaiolas podem ser isolados com uma tela de arame para não se sujarem com as fezes delas caídas. Dessa maneira, o aproveitamento dogalinheiro é bem maior, com grande economia de espaço e de dinheiro.
 
Com a aquisição regular, nas épocas certas, as poedeiras podem ser descartadas após a primeira postura, dando lugar a novas frangas, o que nos garante ovos e frangos durantetodo o ano.Sua capacidade por metro quadrado quando o confinamento é total, é de 20 pintos até 6semanas, 10 pintos até 12 semanas, 4 ou 5 aves adultas das raças leves ou 3,5 das raçasou tipos pesados, não devendo ser ultrapassados esses limites, para evitar aglomerações,sempre prejudiciais.
Cama
A cama é uma camada de 15 a 20cm de espessura, sobre o piso do galinheiro. Pode ser de maravalha fina ou cepilho de madeira (fita de desempenadeira).O pó de serra ou a maravalha grossa não servem.Capim bem seco e picado, sabugo de milho, picado, triturado ou mesmo inteiro, bagaçode cana bem seco e bem picado, palha de arroz, casca de amendoim e areia(principalmente para marrecos) também podem ser usados como cama.Suas vantagens são:- possibilita a criação "no chão" sob ótimas condições;- traz economia nos gastos com instalações;- reduz o trabalho e a mão-de-obra com serviços de limpeza, pois a cama pode permanecer durante meses, desde que não fique úmida;- não dá mau cheiro; evita o aparecimento de moscas;- sobre ela podem ser criadas aves de todas as idades, categorias ou produções;- as aves podem viver sobre ela durante toda a sua vida sem necessidade de seremtransferidas para outras instalações;- absorve a umidade das fezes, mantendo o piso sempre seco, diminuindo o risco dedoenças como a coccidiose, p.ex.;- facilita o fornecimento de água e de ração, porque permite o emprego de bebedouros ecomedouros de diversos tipos e o manejo torna-se mais fácil e econômico.Além disso, depois de usada, serve como alimento para bovinos, suínos, peixes etc. ou pode ser usada como um excelente adubo para lavouras hortas ou pomares.Quando notarmos que a cama está ficando úmida, devido ao acúmulo de fezes, devemosrevolvê-la e depois colocamos sobre ela, outra camada nova de 5 a 10cm de espessura edo mesmo material. Essa operação pode ser repetida, sempre que necessário.
Gaiolas
As gaiolas mais indicadas são as de arame galvanizado, penduradas ou colocadas em baterias de 1 ou mais andares.Podem ser individuais; para 2 aves (duplas) ou então coletivas, para 20 a 40 cabeças.As gaiolas individuais são as mais indicadas por que:- facilitam o descarte; aumentam o aproveitamento da ração;- concorre para a produção de ovos maiores; reduzem o canibalismo;- diminuem a competição social;
 
- reduzem o aparecimento de parasitas internos;- possibilita maior aproveitamento das instalações, pela substituição das aves mortas oudescartadas etc.Podem ser instaladas dentro de galinheiros, galpões ou coberturas rústicas, sem ser  paredes, sendo a proteção feita por cortinas de plásticos ou cercas vivas próximas,servindo de quebra-vento.São utilizadas para as poedeiras, sendo dispensados os ninhos, pois elas põem sobre os pisos das gaiolas e os ovos rolam para um anteparo, de onde são recolhidos.Essas gaiolas possuem acoplados, os comedouros e bebedouros.
Criação sobre a cama
  No galinheiro com cama, devemos colocar os comedouros de preferência circulares e deabas "automático" e os bebedouros de calha com água corrente, em número e tamanhode acordo com as aves existentes e o seu número, pois esses acessórios podem ser especiais para pintos, frangos ou aves adultas.
Aquecimento
 Os pintinhos podem ser levados diretamente para o galinheiro e colocados logo sobre acama, desde que lia campânula ou uma lâmpada de raios infravermelhos para aquece-los e os comedouros e bebedouros já abastecidos. No primeiro dia podemos forrar a cama com folhas de jornal e, sobre ela, espalhar um punhado de ração para que os pintinhos comecem a comer o seu primeiro alimento. No2º ou 3º dia, o jornal já pode ser retirado e a ração colocada somente nos comedouros.Para que os pintinhos não fiquem longe da fonte de calor, sintam frio e possam atémorrer, devemos fazer uma "cerca" papelão ou de madeira em volta e a certa distânciada fonte de calor.À medida que os pintinhos vão crescendo e empenando a cerca, esta vai sendo afastadaaté ser retirada, ficando as aves livres para andar por todo o galinheiro.As melhores campânulas são as elétricas, mas podem ser a gás, biogás e mesmo acarvão, estas últimas com o perigo de intoxicarem os pintos, se sua chaminé nãofuncionar direito.
Comedouros
 Devem proporcionar um espaço linear de:- 2,5cm para aves até 2 semanas;- 4,5cm para as de até 6 semanas- 7,5cm para as aves de 12 semanas em diante; e,- 15cm para as poedeiras .São necessários comedouros com espaço suficiente para todas as aves, para evitar acompetição pela comida.

Activity (2)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->