Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
PLATAFORMA LOGÍSTICA DESENVOLVIMENTO DE UM MAPA

PLATAFORMA LOGÍSTICA DESENVOLVIMENTO DE UM MAPA

Ratings: (0)|Views: 139 |Likes:
Published by Guilherme Miorim

More info:

Published by: Guilherme Miorim on Jun 14, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/14/2011

pdf

text

original

 
 PLATAFORMA LOGÍSTICA: DESENVOLVIMENTO DE UM MAPAESTRATÉGICO PARA MEDIR OS BENEFÍCIOS COM SUAIMPLANTAÇÃOLOGISTIC PLATFORM: DEVELOPMENT OF A STRATEGIC MAP FORMEASURING THE BENEFITS WITH THEIR DEPLOYMENT
Patrícia Costa Duarte
1
 
1
Instituto Superior Tupy – IST/SOCIESC – Joinville – Brasilpatricia.duarte@sociesc.org.br,pcduarte_rs@yahoo.com.br
Resumo
Com a busca pela vantagem competitiva diante do mercado global, surgem agrupamentos deorganizações que visam à maximização dos serviços oferecidos e redução dos custos. Comoalternativa, surgem as Plataformas Logísticas que reúnem em um local, tudo que se refere àeficiência logística, acolhendo empreendimentos para movimentação, transporte, armazenagem,assessoria aduaneira e distribuição de mercadorias. Este artigo apresenta um mapa estratégico para apoiar a implantação de uma Plataforma Logística, desenvolvido na tese de doutorado daautora, fazendo uma relação entre estratégias pretendidas e custos logísticos inseridos nos processos de movimentação de mercadorias. Para isso discute custos e critérios competitivosrelacionados, além da formulação e análise do mapa estratégico de uma Plataforma Logística para ponderação entre objetivos estratégicos e custos logísticos.
Palavras-chave:
plataforma logística; estratégia; custos logísticos, vantagem competitiva.
1. Introdução
Desde o final da Segunda Guerra Mundial, o mundo vem vivenciando um processo deprofundas mudanças econômicas. No contexto de economias globalizadas, as empresas passam acompetir em nível mundial, mesmo dentro de seu território. Segundo Dornier,
et al
. (2000), “aglobalização forçou rápidas mudanças em companhias historicamente imunes à competiçãoestrangeira”, estimulando a organização do território nacional e definindo o que é mais importantena determinação da capacidade de manter uma vantagem competitiva em termos globais, sabendo oque isso significa em termos de custos, demanda, treinamento de trabalhadores e desenvolvimentoregional.Porter (1989) faz uma análise da competição internacional e do nível de produtividade que
Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPRCampus Ponta Grossa - Paraná - BrasilISSN 1808-0448 / v. 05, n. 03: p. 41-54, 2009
 
 Revista Gestão Industrial 
 
 Revista Gestão Industrial
42
pode ser alcançado pela economia nacional, afirmando que “o comércio internacional e oinvestimento estrangeiro, porém, proporcionam tanto a oportunidade de elevar o nível daprodutividade nacional como ameaçam seu aumento e, até mesmo, sua manutenção”.Diante da competição internacional, as empresas necessitam definir suas políticas internas,redefinindo as arquiteturas organizacionais e organizando as estratégias para competir e sobreviverno ambiente global, aliando qualidade e flexibilidade aos custos competitivos.Com a extensão geográfica dos elementos da cadeia logística (fornecedores, produção edistribuição até o cliente final), há uma crescente necessidade de se organizarem as instalações paraatender os usuários clientes, melhorando a competitividade das empresas e viabilizando asatividades logísticas.Para Lacerda (2000), “a definição da localização de instalações em uma cadeia logística, éum problema comum e dos mais importantes, pois, decorre de altos investimentos envolvidos eprofundos impactos sobre os custos logísticos”. Os efeitos da localização de instalações podem atémesmo envolver questões culturais, políticas de governo e de custos.Segundo Porter (1989), “as políticas do governo (como a política e a regulamentaçãotributárias), as regras jurídicas, as condições do mercado de capital, os custos de fatores e muitosoutros atributos comuns a um país tornam importantes às fronteiras nacionais”. Para ele, questõescomo redução de custos com comunicação, transporte e barreiras ao comércio internacional,“tornam ainda mais significativas às vantagens que a localização tem para a inovação nasempresas”.Avaliando os efeitos da localização dentro da cadeia logística, autores tratam doagrupamento de empresas como uma maneira de maximizar a relação entre empresas e, entreempresas e clientes e desta forma, obter vantagens competitivas com a redução dos custoslogísticos.Em seu artigo, LeVeen (1998) cita os benefícios econômicos como um fator condutor para odesenvolvimento de agrupamentos. Ele afirma que “empresas localizadas em espaços próximosbeneficiam-se com custos baixos de transporte e transações. A aglomeração de economias podeimpulsionar a competição com informação, conhecimento e transferência de tecnologia entreempresas”. LeVeen, ainda afirma que os agrupamentos desenvolvem fatores chave que incluem“transferência tecnológica, transferência de conhecimento, desenvolvimento de experiências ematividades relativas, benefícios das economias aglomeradas e infra-estrutura social”.Dentre as várias definições de agrupamentos que visam à redução dos custos e o aumento davantagem competitiva, criando ambientes propícios à oferta de serviços logísticos, destacam-se acriação de Centros de Distribuição e Transporte, Zonas de Atividades Logísticas e PlataformasLogísticas.
 
 Revista Gestão Industrial
43
Contel (2000) destaca que a tendência dos últimos anos demonstra que o desenvolvimentode Plataformas Logísticas e Centros de Transporte, “contribuem para a redução dos custosimplícitos na cadeia logística”, afirmando que é cada vez maior o número de empresas dossubsetores da logística, como: “agências de carga completa e fracionada, armazenagem edistribuição, alfandegamento, serviços gerais, bancos, seguros, centros de formação, etc., quedecidem se instalar em uma zona ou plataforma logística ou centro de transportes”.Uma Plataforma Logística tem a finalidade de aumentar a eficiência da organização; sejaesta um conjunto de empresas em uma região ou até mesmo estado ou país, criando empregos,melhorando o valor e o tempo de serviços e, desta forma aumentando a competitividade. SegundoBoudouin (1996), os investimentos se dividem entre o “público: ‘urbanização dos terrenos’,implantação de infra-estruturas de transportes e, eventualmente de construções alugadas a empresasde serviços e operadoras e, o privado: construção dos locais no interior dos quais são tratadas asmercadorias e ofertados os serviços”.A França é o país pioneiro no desenvolvimento de Plataformas Logísticas. No Brasil, esteassunto é discutido por governos estaduais, mas até o momento, nenhum projeto foi implantado.O problema apresentado neste artigo é de que modo à implantação de uma PlataformaLogística trará benefícios estratégicos aos integrantes do sistema logístico e, por conseqüência, aredução dos custos implícitos na cadeia logística a ponto de superar as alternativas existentes para acirculação de produtos e serviços.
2. Definição de uma Plataforma Logística
Para a organização logística, torna-se importante a criação de Plataformas Logísticas. Deacordo com a compreensão de rede logística como sendo a representação físico-espacial dos pontosde origem e destino das mercadorias e a definição dada por Boudouin (1996), “uma PlataformaLogística é o local de reunião de tudo o que diz respeito à eficiência logística”. Acolhem zonaslogísticas de empreendimentos e infra-estruturas de transporte, importantes por sua dinamização naeconomia, melhorando a competitividade das empresas, criando empregos e viabilizando asatividades logísticas, pois há uma crescente necessidade de se organizarem as instalações paraatender os usuários clientes (industriais e distribuidores). A armazenagem e outras instalaçõesutilizadas nas atividades de transportes marcam o espaço. Assim, torna-se útil efetuar oagrupamento dos usuários clientes.É muito importante uma análise da situação geográfica da região onde será desenvolvida aPlataforma Logística. Como está inserida nas relações comerciais regionais, nacionais einternacionais a região em questão. É preciso saber se a região oferece um meio social, ambiental e

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->