Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
83Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
SIMULADO LINGUA PORTUGUESA 6º ANO

SIMULADO LINGUA PORTUGUESA 6º ANO

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 13,574 |Likes:

More info:

Published by: Teresa Cristina Flordecaju on Jun 16, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/02/2014

pdf

text

original

 
SIMULADO LINGUA PORTUGUESA 6º ANO ____ / 2011ALUNO(A) ______________________________________________ ___ ESCOLA: ______________________________________________________ O gato e o pintinho O gato costumava ficar deitado perto do fogão à lenha, principalmente nos dias de chuva. Erado tipo preguiçoso, em que continuamente era visto descansando. “Este gato adoro sombra e águafresca”, dizia sempre o dono da casa.E desse jeito foi naquela manhã de abril, quando o galinheiro ficou todo alagado após umaforte chuva e ventania. Ora, a galinha branca entusiasmada com o tamanho da nova ninhada, deixaraum pintinho escapar das asas e, o pequeno animal ficara todo molhado!O gato de barriga cheia e preferindo um sossego, estava na cozinha como de costume. É fácilimaginá-lo contemplando ocioso o pintinho. Mais ainda o miado curto quando viu o filho mais velhoda casa envolver o infeliz com um pano seco e limpinho: “Miau!”O pequeno filhote fez: “piu”, tão baixinho que o gato levantou a cabeça e num giro de 90° para a direita, seus olhos verdes encontraram outros dois olhinhos assustados. Angustiado com a perspectiva de sentir frio, o bichano ficou pensativo e acuado.Logo que o pintinho deixou de tremer, foi colocado no chão. E quanto tempo levou para ogato botar os pelos para aquecer-lhe as penas? Uns segundos. Foi com espanto que o dono da casa viuque o gato possuía uma grande dose de solidariedade.E como era hora do café, um pedaço de cuscuz foi dado ao pintinho e, para o gato, um piresde leite bem quentinho.(Teresa Cristina Cerqueira de Sousa) __________________________________________________________________________________ 01 No texto, as expressões: “pequeno animal”, “o infeliz” e “pequeno filhote”, referem-se(A)ao gato.(B)ao pintinho.(C)ao filho do dono da casa.(D)aos pintos da galinha. __________________________________________________________________________________ 02 No trecho “E quanto tempo levou para o gato botar os pelos para aquecer-lhe as penas?” ((l. 14), afrase indica(A)uma interrogação.(B)uma exclamação.(C)um pedido.(D)uma ordem. __________________________________________________________________________________ 03O texto: “O gato e o pintinho” classifica-se como(A)um conto.(B)uma parlenda.(C)uma anedota.(D)uma poesia. __________________________________________________________________________________ 
 
JoãozinhoUm dia, Joãozinhoresolveu contar históriasda família.“Eu era muito pequenomas já sabiacomo nascem os meninos...”E todos ficaraminteressadíssimos, pois o assunto era atraente.E, foi quando Joãozinho disseque tudo começacom a chegada do bebênum aviãozinho amarelo!...(Teresa Cristina Cerqueira de Sousa) __________________________________________________________________________________ 04 No trecho “E todos ficaram/
interessadíssimos
” (v. 07 e 08), a palavra em negrito têm efeito de(A)negar o interesse dos meninos.(B)enfatizar o interesse dos meninos.(C)tirar a atenção dos meninos.(D)questionar a veracidade da história. __________________________________________________________________________________ 05As aspas foram usadas nesse poema para indicar (A)o começo da história.(B)a fala do Joãozinho.(C)a emoção da hisria.(D)um fato passado . __________________________________________________________________________________ O sapo e o barquinho
A ideia surgiu mais tarde – pegar o barquinho de papel e descer o rio. Já nãosuportava mais as noites solitárias. Nas horas de insônia via-se o quanto oscoaxos eram melancólicos. Mas por enquanto era impossível pegar o barquinho(Estava em cima da cômoda do quarto do menino, eu não disse logo no início?Ôps, esqueci!).Quase uma semana depois fez um belo dia de sol. O barquinho caminhousobre a superfície das águas tão seguro como se caminha de quatro patas,argumentava em pensamentos o sapo. Imaginou os altos papos, isto é, asconversas sobre saltos e nados em noites de luar. _ E como foi que o sapo pegou o barquinho?_ Perguntou um dos alunos,preso na história. _Ora, o menino o esqueceu na beira do rio quando foi jogar bola... _ Mas, _Recomeçou a professora com uns olhinhos negros redondosacolchoando as palavras na sala de aula _ eu imagino que o sapo teve umcuidado enorme para o barquinho não virar! Nos primeiros metros, ele colocavauma das patas na água, como que para se equilibrar melhor. Ah, depois elesentiu firmeza e deixou o barco no curso do rio...

Activity (83)

You've already reviewed this. Edit your review.
thaliaisabelli liked this
Carlos Eduardo Crevelaro added this note
muito bom só não sei onde está os gabaritos, tem algum?
1 thousand reads
1 hundred reads
Jorge E Nathy Vieira added this note
amei
Jorge E Nathy Vieira added this note
Adorei esse simulado, estava com a nota muito ruim e consegui levantar as minhas notas rapidamente adorei esse simulado....Muito bom..amei minha mae ficou muito feliz meu pai tbm....
Doll liked this
Izabela Melo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->