Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Tratado Sobre o Fogo Cosmico2

Tratado Sobre o Fogo Cosmico2

Ratings: (0)|Views: 193|Likes:
Published by santofer

More info:

Categories:Types, Reviews
Published by: santofer on Jun 23, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/05/2013

pdf

text

original

 
504
[151]Segunda Parte do Tratado sobre Fogo Cósmico - Fogo Solar - Seção B - II- A Posição de Manas - 2. Manas e o Propósito Cármico (Continuação)(Páginas 338 e 339)Continuando nosso estudo, vejamos como o homem constrói seucaminho, ou seja, como ele pode conquistar sua meta:Por meio do princípio conscientemente aplicado.Pelo processo de transcender as limitações cármicas dos 3 mundosinferiores (físico, astral e mental).Pelo método de dominar a matéria ou a personalidade, considerada comoo não-eu.Pela expansão gradual da consciência, até abarcar as matérias ou planosque almeja alcançar, demonstrando assim que é verdadeira a afirmação:para trilhar o Caminho o homem tem de ser converter no próprioCaminho. Também é exata a verdade esotérica: o antakarana é, em simesmo, uma ilusão. Reflitam sobre isto, porque iluminará aqueles quetenham olhos para ver.No processo de trilhar o Caminho e alcançar a meta, o homem dissolve-sena estrela de cinco pontas e, finalmente, no triângulo do Espírito. Entreambas etapas, existe uma etapa esotérica misteriosa, em que se dissolveno quatro, porém esta vez, não no quatro do quaternário inferior, mas emum quatro superior. O homem chega a ser parte da consciência dessegrupo oculto insinuado várias vezes como próximo dos três Logoi, osquatro grandes Maharajás, os dispensadores do carma, os depositáriosdo propósito cósmico, refletidos (somente refletidos) no quaternáriologoico ou nos quatro Homens celestiais, que personificam (com seuterceiro sintetizador) manas logoico. Os quatro e o sintetizador constituem em Si Mesmos a soma total de manas, o aspecto Brahma ouInteligência Ativa. O carma atua através de manas e só quando a estrelade seis pontas (ou a soma total da mente concreta com suas diversasdivisões) se converte na estrela de cinco pontas, a síntese do inferior noabstrato superior, torna-se possível a transmutação no três ou Tríadeespiritual, por intermédio dos quatro ou depositários amorfos dopropósito cármico. Assim consegue-se a liberação, o homem fica liberadoe o microcosmo chega a SER, sem necessidade de tomar forma. Poder-se-ia aqui insinuar algo sobre o microcosmo: quando o microcosmotenha transcendido os três mundos da matéria e se convertido na estrelade cinco pontas, penetra na consciência da Mônada ou Espírito puro,através da quarta matéria ou quarto plano, o búdico. A matéria búdica épara o homem o local da analogia cármica. Em tal matéria penetra naesfera onde colabora conscientemente no esgotamento do carma doHomem celestial, uma vez que tenha esgotado completamente seu carmapessoal nas três esferas inferiores. O estudante suficientemente intuitivo,pode deduzir os planos ou matérias que correspondem à matéria búdicade um Homem celestial e de um Logos solar. Isto poderá ser feito, se seestende a idéia até os níveis cósmicos, mais além do sistema.Em virtude das idéias aqui expostas, talvez o estudante perceba algunsaspectos do lugar que manas ocupa na evolução cósmica. Isto requer 
 
505
possuir um ponto de vista algo sintético e manter firme a idéia doPROPÓSITO em toda atividade, seja cósmica, do sistema, planetária oumicrocósmica. Este é o fogo do impulso divino, que impregna todas asformas e as impulsiona a certa atividade e realização.O fogo da matéria, do qual nos temos ocupado anteriormente, é o fogodinâmico do movimento, que mantém em atividade cada átomo dematéria. O fogo da mente é o impulso e propósito coerentes, que impelemas formas (construídas de matéria ativa) a irem em direção específica esegundo certos caminhos predeterminados. Por conseguinte, o impulsocármico é causa origem e vontade ativa. Constitui analogamente oresultado ou efeito desta ação no tempo e somente quando a Tríade entraem atividade por meio dos quatro esotéricos, são consumidos os fogosda mente e da matéria e é liberado o fogo do Espírito.Analisemos alguns tópicos. Nos três processos para o homem construir seu caminho ou conquistar sua meta (sendo que sempre surge uma metamais elevada, quando uma é conquistada), percebemos claramente quesempre a mente (manas) é a ferramenta utilizada. Por isso é evidente queo homem é o próprio caminho, porque ele tem de trabalhar a si mesmo eempregar a matéria de seus corpos, portanto ele trilha a si mesmo.Que o antakarana é, em si mesmo, uma ilusão, também não é difícil deentender. A construção do antakarana é feita a partir do cérebro físico, emobediência a uma seqüência de etapas cientificamente realizadas,estabelecendo uma linha de comunicação entre a unidade mentalpermanente e o átomo mental permanente, por fora da linha decomunicação normal, o fio da consciência. Ora, para tal é necessário queá exista uma excelente comunicação Alma/cérebro físico, por doismotivos:
 
para entender a importância dessa construção;
 
para poder manipular matéria mental inferior e superior, pois alinha de comunicação é feita com moléculas das 3ª e 2ª sub-divisões da matéria mental, que pertencem à matéria mentalsuperior ou causal, sendo também necessária a habilidade de atuar na unidade mental e no átomo mental permanentes, para fixar aligação.Ora, se essa clareza de visão da realidade oculta já chegou ao cérebrofísico, o fio da consciência já está muito bem desenvolvido, donde seconclui que a construção do antakarana é uma demonstraçãoconvincente de que a Alma já adquiriu um eficiente controle e domíniosobre seus veículos inferiores. O antakarana, após construído, funde-secom o fio da consciência e o da vida, passando a serem uma linha únicade comunicação, por onde passam energias e informações, semdistorção. Daí poder-se afirmar que o antakarana é, em si mesmo, umailusão, todavia sendo necessário realizar essa ilusão, como consolidaçãode uma conquista.A dissolução na estrela de cinco pontas significa a etapa alcançada pelo
 
506
homem, quando ele, tendo assimilado as qualidades dos quatro atributosde manas, consegue coordená-las a partir da síntese de manas, ou seja,do 3º raio, Inteligência Ativa, em plena expressão, no nível humano.A dissolução final no triângulo do Espírito significa a etapa dodesenvolvimento do homem, em que ele, como Mônada, passa a seexpressar com eficiência através da Tríade espiritual ou superior.A etapa intermediária, entre a estrela de cinco pontas e o triângulo doEspírito, é aquela em que o homem passa a viver e atuar conscientementena matéria búdica (após a 4ª iniciação planetária) que é onde sintetiza trêsatributos de manas com o quarto, trabalhando com 4 atributos, podendoentão exercer uma eficiente atividade na matéria etérica do corpo físicocósmico do nosso Logos planetário, cooperando assim com o carma doLogos.A etapa em que a estrela de seis pontas se transforma na estrela de cincopontas, é aquela em que o homem, já com os quatro atributos de manascom razoável desenvolvimento e atuando pelo 3º raio, ainda está ligadoao corpo astral, às emoções, sendo dependente delas, constituindo assimuma estrela de seis pontas:
 
corpo astral: 1 ponta;
 
4 atributos de manas: 4 pontas;
 
3º raio:1 ponta.Total de pontas: 6Quando o homem se libera das emoções, passando a controlá-las,polarizando-se na mente, então torna-se uma estrela de cinco pontas.A seqüência do processo evolutivo do homem na direção de sua meta é aseguinte:
 
na 3ª iniciação planetária sua Alma funde-se com a personalidade,passando a dominar plenamente os 3 corpos inferiores, tornando-se de estrela de 6 pontas em estrela de 5 pontas;
 
na 4ª iniciação passa a viver e agir conscientemente na matériabúdica, tornando-se um cooperador no carma do Logos planetárioe fica liberto dos mundos das formas;
 
na 5ª iniciação sua Tríade superior funde-se com a Tríade inferior,tornando-se uma estrela de 6 pontas, mas numa espiral superior;
 
na 7ª iniciação o homem, como Mônada, consegue se expressar plenamentepela sua Tríade superior e escapa da matéria físicacósmica, passando a viver na matéria da 7ª sub-divisão (a maisdensa) da 7ª sub-divisão astral cósmica, quando então passa acolaborar nas emoções do Logos planetário.É fácil de entender que para o Logos planetário a matéria que constitui o4º éter do Seu corpo físico cósmico é a matéria búdica dentro do Seuesquema. Para o Logos solar, o 4º éter do Seu corpo físico cósmico é amatéria búdica que constitui o 4º éter dos corpos físicos cósmicos de

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->