Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
18Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Sociologia - Resenha - Manifesto Comunista - Karl Marx e Friedrich Engels

Sociologia - Resenha - Manifesto Comunista - Karl Marx e Friedrich Engels

Ratings: (0)|Views: 6,830|Likes:
Published by LaiseFreitas

More info:

Published by: LaiseFreitas on Jun 25, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOCX, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/02/2013

pdf

text

original

 
Karl Marx e Friedrich Engels, obra Manifesto Comunista; publicado emLondres, em fevereiro de 1848, 68 paginas, versão para ebooksbrasil.com,edição Ridendo Castigat Mores. A obra mostra as varias formas de opressão social e a historia das lutas declasses que existiram ate nossos dias, em que a sociedade divide-se em duasclasses opostas: a burguesia e o proletariado. A sociedade burguesa moderna, que brotou das ruínas da sociedadefeudal, não suplantou os velhos antagonismos de classe, tendo um grandepapel revolucionário na historia, colocando no lugar novas classes, novasformas de luta e novas condições de opressão, tornando-se uma nova classeopressora. A antiga organização feudal da indústria já não podia satisfazer asnecessidades que cresciam com a abertura de novos mercados. Os mercadosampliavam-se cada vez mais, a procura de mercadorias aumentava sempre e aprópria manufatura tornou-se insuficiente. A grande industria modernasuplantou a manufatura e a medida que a industria, o comercio, a navegação,as vias férreas se desenvolviam, a burguesia crescia, multiplicando seuscapitais. A própria burguesia moderna é o produto de um longo processo dedesenvolvimento. Cada etapa da evolução percorrida pela burguesia eraacompanhada de um progresso político correspondente. O governo modernonão é senão uma comitê para gerir os negócios comuns de toda a classeburguesa. A burguesia revelou como a brutal manifestação de força na idade mediatão admirada pela reação, encontra seu complemento natural na ociosidademais completa. A burguesia só pode existir com a condição de revolucionar osinstrumentos de produção e com isso todas as relações sociais.Para desespero dos reacionários, a burguesia retirou á indústria sua basenacional e as velhas indústrias nacionais foram destruídas e continuam a ser diariamente. E são suplantadas por novas indústrias, cuja introdução se tornauma questão vital para todas as nações civilizadas, industrias que nãoempregam mais matérias-primas indígena, mas sim matérias-primas vindas deregiões distantes e cujos produtos não consomem somente no pais mais emtodo o globo.Devido ao rápido aperfeiçoamento dos instrumentos de produção e aoconstante progresso dos meios de comunicação, a burguesia arrasta para atorrente da civilização mesmo as nações, mas bárbaras. Os baixos preços deseus produtos são a artilharia pesada que destrói todas as muralhas da Chinae obriga a capitularem os bárbaros mais tenazmente hostis aos estrangeiros.

Activity (18)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Vívian Maria liked this
xuchube liked this
Thaline Alencar Mota added this note|
hum
Leandro ReNy liked this
Larissa Cristina liked this
Larissa Cristina liked this
Géssica Caetano liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->