P. 1
HISTÓRIA DA COMPUTAÇÃO

HISTÓRIA DA COMPUTAÇÃO

Ratings: (0)|Views: 1,329 |Likes:
Uma detalhada descrição da História da Computação, desde a Antiguidade e com o relato detalhado das descobertas do século XX.
Uma detalhada descrição da História da Computação, desde a Antiguidade e com o relato detalhado das descobertas do século XX.

More info:

Published by: José Ferreira Júnior on Jun 29, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/18/2013

pdf

text

original

 
1
H
ISTÓRIA
 
DA
 
C
OMPUTAÇÃO
 
Cléuzio Fonseca Filho 
Resumo
 A ciência normalmente é cumulativa, isto é, constroem-se instrumentos mais poderosos, efetuam-semedidas mais exatas, precisam-se melhor e ampliam-se os conceitos das teorias, etc. Embora osparadigmas possam mudar, as pesquisas normalmente evoluem baseadas em resultados do passado,que se constituem em fundamentos de um desenvolvimento posterior. O cientista estará mais seguroem suas pesquisas e mais preparado para novos desafios se souber como seu assunto específicoevoluiu historicamente, quais as dificuldades encontradas, as soluções adotadas e os problemaspendentes.Também é necessário que, dentro da Computação, apareçam trabalhos neste sentido, feitos por genteda área com conhecimento ‘semântico’ e ‘sintático’ dos conceitos relacionados aos computadores, queservirão de base e referência para os estudantes e novos pesquisadores que adentram na área. AHistória da Computação está marcada por interrupções repentinas, por inesperadas e imprevistasmudanças, tornando-se difícil a visão da evolução dos computadores mediante uma mera enumeraçãolinear de invenções-nomes-datas. O desejo de conhecer as vinculações que os atos de determinadoshomens estabeleceram no tempo vai acompanhado do impulso de compreender o significado de taisatos no conjunto da História da Computação. Buscar uma compreensão dos fatos através dosacontecimentos que o precederam, este é um dos principais objetivos que estará presente neste estudocrítico da História da Computação através de uma visão conceitual.Também é intenção do presente estudo procurar compreender e estabelecer as diretrizes para umadisciplina da História da Computação, através da seleção das idéias, teorias e conceitos que ajudaramos homens em sua busca da automatização dos processos aritméticos e que conduziram à tecnologiados computadores.
Esta apostila está baseada em tese de mestrado do autor: Uma visão crítica da História daComputação, Departamento de Ciência da Computação, UnB, 29/06/98, orientada por Prof.Dr.Aluizio Arcela
 
Apresentação
 Por que alguém da área de Ciência da Computação estudaria a história desta ciência, aventurando-se afazer uma trabalho de pesquisa sobre esse tema, se nessa área observa-se um vertiginoso avançotecnológico e é mais tentador seguir estudos que concentrem seu foco naquilo que toca as fronteiras dosaber científico atual em termos de software e hardware? Realmente tais estudos deverão abarcarsempre a maior parte das pesquisas, sendo os responsáveis pelo avanço do estado da arte na área daComputação. Porém é também verdade que tais trabalhos deparam-se por vezes com dois panoramasdesoladores: um deles é a descoberta de que esses estudos já são conhecidos pelos grandesespecialistas da área, que só estão interessados nas referidas fronteiras; o outro é a teia deobsolescência que recai sobre tais pesquisas em função do ritmo veloz de avanço da tecnologia, que sepode comprovar todos os dias pelo modo com que rapidamente se abandonam e se substituemferramentas e técnicas dentro da Computação.Por outro lado observa-se que nas ciências mais tradicionais
Filosofia, Matemática, Física, Biologia,etc.
existem sempre trabalhos de história junto a muitos estudos dedicados a pensadores, inventores e
 
2
conquistadores de primeira, segunda ou terceira grandeza, além de inúmeras monografias. A ciêncianormalmente é cumulativa, isto é, constroem-se instrumentos mais poderosos, efetuam-se medidasmais exatas, precisam-se melhor e ampliam-se os conceitos das teorias, etc. Embora os paradigmaspossam mudar, as pesquisas normalmente evoluem baseadas em resultados do passado, que seconstituem em fundamentos de um desenvolvimento posterior. O cientista estará mais seguro em suaspesquisas e mais preparado para novos desafios se souber como seu assunto específico evoluiuhistoricamente, quais as dificuldades encontradas, as soluções adotadas e os problemas pendentes.Também é necessário que, dentro da Computação, apareçam trabalhos neste sentido, feitos por genteda área com conhecimento 'semântico' e 'sintático' dos conceitos relacionados aos computadores.Servirão de base e referência para os estudantes e novos pesquisadores que adentram na área, assimcomo construirão uma ponte interdisciplinar entre a Computação e outras ciências como a Filosofia, aPsicologia, as Ciências Cognitivas, estreitando mais ainda os laços que unem a Computação àMatemática e à Lógica Matemática.No Brasil ainda não existem livros que tratem do assunto História da Computação, observando-se umalacuna cultural que países do primeiro mundo preocupam-se em preencher já faz alguns anos.Pretende-se que este trabalho seja uma contribuição nesse sentido e um ponto de partida para novosestudos de História, pois são muitos os campos que poderão ser abertos.
Ordenação dos assuntos
 O desenvolvimento deste trabalho estará apoiado na seguinte seqüência de capítulos:
o
 
Uma reflexão sobre a História
o
 
Evolução conceitual
o
 
Pré-História tecnológica
o
 
Nascimento da Computação
o
 
A revolução do hardware e do software
o
 
A disseminação da cultura informática e o controle das informaçõesPrimeiramente será tratado o tema da História: constatar sua existência e necessidade, aspectos daevolução da ciência histórica e tocar particularmente o tema da História da Ciência, que se relacionacom o presente trabalho.Em
Evolução conceitual
será mostrado o desenvolvimento dos conceitos teóricos que formaram a basepara o surgimento da Computação. O caminho a ser usado será o da História da Matemática, desde osseus primórdios por volta do ano 4.200 a.C. - época provável de um calendário solar egípcio
 
10
-,passando-se pelas contribuições das culturas babilônica, hindu, chinesa, árabe e grega, pelo ábaco, pelaprimeira máquina de calcular, até Boole, Hilbert, Turing, von Newman, entre outros, nos anos 30, 40 e50 do século XX. A partir daí a Computação constrói a sua própria história, embora os laços com amatemática continuem sempre muito estreitos.Por
Pré-História tecnológica
entende-se a enumeração de alguns dispositivos analógicos primitivos, asprimeiras tentativas de se construir um dispositivo de cálculo com Leibniz, Pascal, Babbage, Hollerith,etc., o surgimento dos dispositivos analógicos modernos - planímetros, analisadores harmônicos, etc. -e os primeiros 'computadores' eletromecânicos por volta dos anos de 1930 e 1940.Uma vez formada a infra-estrutura conceitual, e estimulada pela evolução tecnológica do momento, etendo-se em conta a necessidade de dispositivos mais poderosos e precisos para a execução decálculos, prosseguirá este estudo com uma visão mais detalhada de como se deu o
 Nascimento daComputação
, isto é, a construção dos primeiros dispositivos computacionais e os primeiros passosneste campo essencial da Computação que são as Linguagens de Programação.
 
3
Sob o título de
 A revolução do hardware e do software
abordar-se-á o desenvolvimento posterior daComputação, os avanços da Inteligência Artificial, das Linguagens de Programação e Arquitetura deComputadores. Segue também uma análise da Computação como uma Ciência, da Teoria daComputação, das bases matemáticas para Análise de Algoritmos, e do surgimento do tema daComplexidade Computacional.No capítulo
 A disseminação da cultura informática e a proliferação das informações
dois assuntoserão colocados. O primeiro tratará do impacto social do desenvolvimento da Computação e sobre anecessidade de se partir agora para uma
análise
mais cuidadosa dos dados que os computadorestornaram disponíveis ao homem. O segundo serão algumas considerações sobre alguns limites do usodos computadores.
Uma reflexão sobre a História
 
"Uma curiosidade de explicar e compreender o mundo é o estímulo que leva os homens a estudarem o seu passado."
Arnold Toynbee
 
"Da curiosidade do homem por si mesmo nasce a história."
A. Brunner
 
 
Introdução
 
 
A História e suas interpretações
 
 
A História da Ciência
 
 
Enfoque histórico adotado
 
Introdução
 Na língua latina a palavra
história
expressa dois conceitos distintos: plenitude de suceder e oconhecimento que se possui desse suceder. Sua origem procede de certa raiz grega que significainquirir, com inclinação à curiosidade
24
.Plenitude de suceder, conhecimento desse suceder, recuperação dos valores antigos..., palavras quesignificam algo mais que uma mera enumeração de nomes, lugares, datas, números, etc. Consiste antesde mais nada em um debruçar-se sobre o passado e formular-lhe perguntas para se apropriar do seulegado (da "tradição", de
traducere
, entregar).Ninguém produz por si mesmo os conhecimentos de que necessita para sobreviver em meio àsociedade na qual nasce; a grande maioria chega como algo adquirido, que se recebe pela interaçãocom o meio ambiente. Desde o instante em que o homem de dá conta do mundo e de si mesmo,percebe-se rodeado de instituições e tradições que vive e atualiza de um modo natural, sem se darconta de que foi forjado neste entorno, com atitudes e pontos de vista tão arraigados em seu modo deser, em sua psicologia, que nada lhe parece estranho ou desconhecido. Somente quando o homem saido seu entorno vital e entra em contato com novas superfícies de valores, tradições, costumes, é quecomeça a compará-los com os seus e a se perguntar reflexivamente sobre tais coisas, pelas verdades deumas e outras.A história é parte dessa necessidade humana de refletir: é o desejo de explicar a origem e a verdade daspróprias instituições, quem ou qual acontecimento as estabeleceu. Para responder sobre sua existênciaatual e conhecer a si mesmo o homem tem de mergulhar no seu passado, perguntando às geraçõesanteriores por que fizeram essas instituições e não outras, por que surgiram esses precisos costumes eatitudes, por que ele tem essa herança cultural, e assim por diante. Por possuir uma herança é que cadahomem é um historiador em potencial. Assim como em cada homem há uma evolução biológica

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->