Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
O Quarto Poder

O Quarto Poder

Ratings: (0)|Views: 258|Likes:
Published by Mari

More info:

Published by: Mari on Jul 08, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/11/2014

pdf

text

original

 
ROTEIRO DE ANÁLISE SOBRE O FILME “O QUARTO PODER”
1.
A junção entre informação, consumo, entretenimento e política, ocasionada pela mídia,bem como seus efeitos nocivos na formação de uma sociedade crítica foram estudados,a primeira vez, pelos pensadores da Escola de Frankfurt, que tem como principaismembros Theodor Adorno (1903-1969) e Max Horkheimer (1895-1973).É de autoria deles o termo “Indústria Cultural”, que é um sistema político e econômicocom a finalidade de produzir bens simbólicos livros, sica, filmes, notícias,programas televisivos, etc. – de forma padronizada, serial e homogênea, uma produçãoem massa, como a lógica da produção de bens materiais. Essa indústria cultural,segundo Adorno, “[...] impede a formação de indivíduos autônomos, independentes,capazes de julgar e de decidir conscientemente [...]” (ADORNO, T. Indústria Cultural eSociedade), ou seja, é capaz de alienar a todos.Essa alienação é clara no filme “O Quarto Poder”. No filme, a opinião pública depende,exclusivamente, da
mass media
, que são os sistemas organizados de difusão, produçãoe recepção de informação, no caso, a televisão.Max Brackett, o jornalista que se torna “refém”, manipula, descaradamente, Sam Baily,o segurança demitido descontrolado. O jornalista mostra, ao longo de sua fala, ainfluência que qualquer ação de Sam pode ter em relação à opinião pública, ficandoevidente na fala “aquelas pessoas lá fora, aquilo é a opinião pública e ela é poderosa!”.Dessa forma, ele vai de vilão a mocinho em apenas algumas horas.A “Indústria Cultural” no filme, além de produzir bens simbólicos, no caso as notíciascom alto impacto sobre o público, utilizando muitas vezes as crianças, a questão dasraças; produz, também, produtos, como mostrado, quase que ironicamente, camisetas ávenda na porta do Museu.A Teoria Hipodérmica mostra de forma pragmática os efeitos da comunicação sobre asaudiências, uma vez que a finalidade dos estudos desenvolvidos era de conhecer osefeitos da comunicação, principalmente de campanhas de propaganda sobre asaudiências para otimizar seus resultados. Isso é claramente percebido no filme emanálise, uma vez que os resultados das pesquisas de opinião, em dois momentos
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃOCENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA – MGDepartamento de Ensino de 2º Grau
Departamento de Ciências Humanas e SociaisFundamentos de Sociologia Política – Prof. Bráulio Silva Chaves Turma: Química 3AAlunas: Maria Luiza Andrade Aquino e Mariana Gabriela de Oliveira
 
distintos, embasaram as diferentes abordagens utilizadas na apresentação das matériassobre a situação ocorrida no museu.Essas pesquisas são tão influentes, que uma matéria feita por Max reforçando o papelde pai de família, religioso, amoroso e desesperado, mostrado pela entrevista que elemesmo fez dentro do cerco, é completamente distorcida pelo âncora da emissora. Issoé feito, pois, segundo as pesquisas de opinião, as pessoas não gostavam mais de Sam,devido, provavelmente, à entrevista, que uma emissora concorrente fez com umsuposto “melhor amigo” do segurança, onde esse diz absurdos à respeito dele. Issomostra como a mídia não está preocupada, verdadeiramente, com a verdade, e sim,com a audiência. Além disso, mostra como a opinião pública é volátil, e não buscasaber o que realmente é verdade e o que foi montado.Essa modificação da matéria de Sam também é feita por motivos pessoais. Kevin, oâncora, não gosta de Max devido à uma matéria feita com os dois algum tempo atrás.Dessa forma, o filme mostra como a mídia não se preocupa, exatamente, em mostrar averdade e sim, mostrar aquilo que a massa é capaz quer assistir, comprar, tomar comocerto. Até mesmo questões pessoais são capazes de mudar o destino de um homem,que acaba se suicidando no final, mostrando como a mídia é capaz de fazer umahumanidade se suicidar.
2.
A indústria cultural, ou cultura de massa, foi conceituada por Theodor Adorno (1903-1969) e Max Horkheimer (1895-1973), membros de um grupo de filósofos conhecidoscomo Escola de Frankfurt, após uma análise sobre os meios de comunicação demassa. Segundo eles, a indústria cultural corresponde a um sistema político-econômicoque produz bens culturais imateriais, em série, como mercadorias, visando apenas oconsumo. Dessa forma, filmes, livros, música nada se diferenciariam de bens materiaisde consumo tais como roupas, produtos de higiene, sapatos. A partir dessa análise,concluíram que os meios de comunicação de massa, como os assim definiu,funcionaram como instrumentos de manipulação e dominação da população, em geral,guiada pelo consumo de mercado e apoiada pelo capitalismo.Eles acreditavam que, com isso, a indústria cultural, integra os consumidores dessasmercadorias e age de forma nociva sobre a cultura erudita e a popular.Homogeneizando-as, retira a seriedade e banaliza a primeira, pois massifica-a, e retiraa legitimidade da segunda. Anula, assim, toda a individualidade de ambas e do público-massa, este apreendido como abstrato e homogeneizado, com o intuito de aliena-lo.
 
Dentre os pensadores da escola de Frankfurt, encontra-se também Walter Benjamin(1886-1940), contrário ao pensamento de Adorno e Horkheimer, acreditava que arevolução tecnológica não deteriorou a cultura erudita, mas alterou a papel da arte e dacultura, gerando novas formas de mobilização e desenvolvendo no público uma visãocritica.No filme o “Quarto Poder”, pode-se perceber a aplicação desses conceitos. A partir domomento em que Sam Balley (John Travolta) tenta reaver seu emprego de guarda nomuseu, o que lhe é negado, entra em desespero e ameaça a diretora do local e umascrianças que estavam em excursão no museu. A cena é presenciada por Max Brackett(Dustin Hoffman), em repórter, que arma um espetáculo em torno do fato. Manipulatotalmente a situação e, detentor da exclusividade de cobertura e comunicação com osuposto bandido, monta-o segundo seus interesses, a fim de atrair a atenção daspessoas, e, consequentemente, conseguir audiência. Fazendo isso, Max prova que aimprensa funciona, de fato como uma indústria e veicula, de forma tendenciosa, asinformações, julgando seu público-alvo incapaz de apreender os fatos e tirar suaspróprias conclusões a respeito dele. O jornalista lança mão de artifícios para seautopromover e deixa de noticiar o fato, aproveitando-se dele, o levando emconsideração, propositalmente, o que é de interesse público, agindo subjetivamente.O filme o “Quarto Poder” representa o que, de fato, ocorre no jornalismo. A imprensalança mão do sensacionalismo, ocultação, fragmentação, descontextualização, eapresenta uma versão que lhe interessa ao invés do fato. Dessa forma, manipula deforma maciça a opinião pública.O sensacionalismo e a espetacularização do jornalismo pode ser evitada, basta apenasque apresente os fatos, de forma objetiva, ou seja, o que de fato ocorreu, onde, como.Enfim forneça todas as informações possíveis para que a população apreenda o fato etire conclusões próprias dele. Ou se expor sua opinião, o faça de forma explícita, digaao leitor, espectador, que a aquilo corresponde a uma visão, opinião do fato.Exemplo de espetacularização e jornalismo circense, no Brasil, nos últimos tempos foi oseqüestro e assassinato da modelo Eliza Samudio, cujo suspeito era o ex-namorado,goleiro de um famoso time de futebol brasileiro. A mídia criou uma situação que caiurapidamente no senso comum, tomou as especulações como verdades e manipulou opúblico. Antes mesmo que a Justiça Brasileira julgasse o caso, a mídia e a opiniãopública já haviam condenado o goleiro e tomando a modelo como vítima. Diversos

Activity (6)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Rafael Henrique liked this
Gisa Figueiredo liked this
Filipe Anderson liked this
Tiger Redder liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->