Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
18Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Fazer Exposição Oral e Auto-Avaliar

Fazer Exposição Oral e Auto-Avaliar

Ratings:

4.43

(7)
|Views: 8,867|Likes:
Published by Helena

More info:

Published by: Helena on Sep 14, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

04/06/2013

pdf

text

original

 
FFaaaaaaaazzzzzzzzeeeeeeeerrrrrrrruuuuuuuummmmmmmmaaaaaaaaEEXXXXXXXXPPPPPPPPOOOOOOOOSSSSSSSS I  I I  I  I I ÇÇÇÇÇÇÇÇÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOORRRRRRRRAAAAAAAALL 
A exposição oral é um dos exercícios de expressão mais praticados nas aulas de língua. Nãoobstante, também é frequente no quotidiano com o propósito de partilhar informação.Seja para expor ideias, factos, situações acerca de determinado tema ou para organizar ainformação conseguida num trabalho de investigação, alunos e professores dirigem-se aosrestantes elementos da turma, num tom tendencialmente mais académico e objectivo, com opropósito de transmitir dados. Predomina, assim, a função informativa ou referencial e oemissor baseia a sua exposição na observação e apresentação de aspectos da realidade, fac-tuais, do conhecimento testado, facultando ao destinatário uma informação útil.Sempre que se organize uma exposição oral, é importante:dar tempo aos porta-vozes ou oradores para prepararem a intervenção (com tópicos,guiões, ensaios, etc.) e adequarem a comunicação ao tempo disponibilizado e ao audi-tório (plano estratégico);introduzir, sumariamente, o assunto a expor (apresentando o tema e um plano globalda exposição);organizar os dados lógica e adequadamente para o público-alvo (destacar palavras ouideias-chave);recorrer a exemplificações clarificadoras, utilizando articuladores/conectores do tipo"por exemplo", "assim como";evitar a leitura integral dos registos, procedendo apenas à consulta pontual dosdados;sintetizar os aspectos enunciados;concluir o discurso, evitando formas de convencimento explícito;motivar o público para a actividade de audição (tomar notas, fazer um esquema, ava-liar a exposição), sendo importante, ainda, que o trabalho seja concreto e observável;fazer uma distribuição adequada do espaço, dominando-o visual e oralmente (a timi-dez e a insegurança dos emissores levam-nos a falar sentados, de preferência junto àprópria secretária, pelo que a exposição perde alguma da envolvência e do interessepretendidos);disponibilizar-se para responder a perguntas do auditório.

Activity (18)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
justiliana liked this
Raul Fernandes added this note|
Exposição oral -exercício de expressão mais praticado nas aulas de línguas
Teresa Campos liked this
Joana Lousado liked this
Tome Juliano liked this
Anísia Correia liked this
helena liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->