Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
30Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
DOWNS, Anthony. Uma teoria econômica da democracia. São Paulo EdUSP, 1999. (Clássicos; 15)

DOWNS, Anthony. Uma teoria econômica da democracia. São Paulo EdUSP, 1999. (Clássicos; 15)

Ratings: (0)|Views: 2,536 |Likes:
Published by Thomaz Masseran

More info:

Categories:Types, Reviews, Book
Published by: Thomaz Masseran on Jul 19, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/06/2014

pdf

text

original

 
Thomaz Erick Masseran1° DiurnoObra de referência: DOWNS, Anthony. Uma teoria econômica da democracia. SãoPaulo: EdUSP, 1999. (Clássicos; 15)
Segundo Anthony Downs os governos dominam a cena econômica, muitoembora o seu papel nas teorias econômicas não é proporcional à sua predominância. Aobra do autor é, então, uma tentativa de fornecer regras de comportamento para ogoverno democrático e rastrear suas implicações. É certo que os teóricos econômicosdevem considerar todas as decisões como racionais, visando estabelecer um padrão.Feito isso, poderá calcular o melhor caminho para aquele que toma a decisão atingir asmetas e presumir que esse caminho de fato será escolhido. Além disso, é imputada aoindivíduo a capacidade de sempre conseguir tomar uma decisão, ordenando suas preferências e escolhendo sempre aquela que melhor o atende. Mas, em relação aogoverno, Downs diz que em relação ao governo prevalece a tomada de decisões quevisa algum fim e as quais os lucros superam os custos.O modelo proposto por Downs µ¶se baseia no pressuposto de que todo governo procura maximizar o apoio político¶¶. Além disso, presume que ocorram eleições periódicas e que o objetivo principal de um governante é a reeleição. Nisso, o partidogovernante possui liberdade de ação dentro dos limites da constituição e os partidos deoposição podem operar normalmente. Há, também, a questão da incerteza que severifica tanto nos eleitores como nos governantes. É um modelo dedutivo e positivo, namedida em que procura descrever o que acontecerá sob certas condições. Propõeµ¶descobrir qual a forma de comportamento político é racional tanto para o governoquanto para os cidadãos de uma democracia¶¶.Downs utiliza o conceito de democracia empregado por Robert Dahl, no qual osgovernos possuem um monopólio suficiente de controle para impor ordem. Nasociedade, deve prevalecer uma série de condições, tais como a ocorrência de eleições para a escolha de um único partido, sufrágio universal, voto único e de igual valor,aceitação do resultado escolhido pela maioria, etc. Em suma, uma democracia existequando há dois partidos disputam por votos através de eleições populares. Nesse ponto,é importante compreender a real função dos partidos políticos. Trata-se de uma coalizãode homens que buscam controlar o aparato de governo através de meios legais. SegundoDowns, possuem finalidades egoístas, trata-se de um comportamento racional. Amotivação da ação partidária possui, portanto, motivos privados. Os políticos µ¶sãomotivados pelo desejo de poder, prestígio e renda e pelo amor ao conflito¶¶. Tratam a política apenas como meio para alcançar esse fim. Isso seria segundo AdamPrzeworsky, a maneira pela qual os Estados tornam-se autônomos. Segundo esse autor,eventualmente o governante pode agir em favor próprio alegando defender o bemcomum.

Activity (30)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Thomaz Masseran liked this
Josinês Rabelo liked this
Josinês Rabelo liked this
sabedori liked this
brunorpinheiro liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->