Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword or section
Like this
69Activity
P. 1
Curso de serigrafia

Curso de serigrafia

Ratings:

4.88

(8)
|Views: 3,938 |Likes:
Published by Rafael
Curso de serigrafia
Curso de serigrafia

More info:

Published by: Rafael on Sep 18, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

02/01/2013

pdf

text

original

 
páginaSerigrafia ABRACI - Ary Luiz Bon
Introdução - Conceitos Básicos
   f  o  n  e   (   0   *   *   1   1   )   5   3   9  -   8   0   6   6  m  a   i   l   a   b  r  a  c   i   @  s   t   i .  c  o  m .   b  r
1
Quest
õ
es para reflex
ã
o:
1- Em todos os tipos de artes gráficas são utilizados esquipamentos mais, oumenos sofisticados. No ramo serigráfico nos deparamos com um processo gráficobastante despojado de equipamentos. Entretanto, mesmo em condições deimpressão feita manualmente, vemos resultados de impressão plenamentecomerciáveis quanto a qualidade e produtividade, o que não ocorre de formarecíproca nos outros tipos de Impressão. Porque?2- A carência de pessoal operador treinado é bastante sentida na indústria usuáriade impressão serigráfica, no Brasil. Além disso, o atraso tecnológico da serigrafiaBrasileira em relação a vários outros países é patente. Hoje vemos chegar aoBrasil as primeiras impressoras serigráficas (importadas) com funções de controleda impressão controladas por computador. Como denominar o operador destasmáquinas? Que tipo de treinamento deve receber o operador de uma máquinadestas?3- Ao pretendermos que uma pessoa adiquira conhecimentos em serigrafia deuma forma superior à simples operação de linha, que matérias são relativas?Quais são os pré-requisitos a nível do conhecimento de ciências gerais?4- A serigrafia manual pode produzir resultados comerciáveis, é capaz de gerarqualidade suficiente. Como determinar o momento, na “vida” de uma empresa, deadiquirir equipamento serigráfico mais sofisticado? Que parâmetros caracterizamesta necessidade?
(o processo)
A Serigrafia é uma técnica de impressão única.Em todos os demais processos de impressão com tinta são necessárias grandespressões para acomodar as superfícies da matriz e do substrato, aliadas, é claro,à precisão de posicionamento.Na Serigrafia, a matriz flexível e o fato da tinta atravessá-la, fazem com que todaa pressão necessária seja para aplicação sobre a própria tinta.Falando em termos de mecânica, isto torna o processo de impressãoconceitualmente mais simples. E de fato, notamos na prática resultados profissionaisde impressão obtidos mesmo com a aplicação manual da sergrafia.
a tecnologia serigr
á
fica
 
p
á
ginaSerigrafia ABRACI - Ary Luiz Bon
Introdu
çã
o - Conceitos B
á
sicos
   f  o  n  e   (   0   *   *   1   1   )   5   3   9  -   8   0   6   6  m  a   i   l   a   b  r  a  c   i   @  s   t   i .  c  o  m .   b  r
2
Entretanto, desta observa
çã
o surge tamb
é
m uma certa tend
ê
ncia a considerar oprocesso serigr
á
fico como algo primitivo.Gostar
í
amos de ressaltar que um processo produtivo que n
ã
o requerintr
í
nsecamente equipamento pesado para a obten
çã
o de resultados comerci
á
veis
é
notadamente superior aos demais.No mundo todo a pesquisa e desenvolvimento da Tecnologia Serigr
á
fica est
á
sendo levada a s
é
rio, e vemos hoje equipamentos sofisticados para impress
ã
oserigr
á
fica serem produzidos para os mais diversos tipos de aplica
çã
o.No Brasil algumas ind
ú
strias est
ã
o adiquirindo equipamento para impress
ã
oserigr
á
fica n
ã
o apenas autom
á
tico, mas com fun
çõ
es para controle de diversospar
â
metros de ajuste do processo de impress
ã
o atrav
é
s de microprocessadores.A serigrafia pode deixar de ser algo a esconder durante a visita de clientes
à
f
á
brica...
(arte ou t
é
cnica ?)
Ainda assim, e mesmo de profissionais de empresas que produzem insumostecnol
ó
gicamente
avan
ç
ados
para serigrafia, ouvimos a refer
ê
ncia
à
serigrafiacomo a
arte da serigrafia
.Esta refer
ê
ncia tem implica
çõ
es positivas e negativas no que diz respeito aoaprendizado e ao uso da Tecnologia Serigr
á
fica na ind
ú
stria.Quando dizemos
a arte de...
, referimo-nos por exemplo
à
habilidade necess
á
riapara a execu
çã
o de um trabalho que tem diversos aspectos t
é
cnicos a seremsimult
â
neamente considerados.
Arte
envolve tamb
é
m Criatividade, algo muito importante principalmente para oprofissional e muitas vezes necess
á
rio no desenvolvimento na empr
ê
sa.Por
é
m, muitas v
ê
zes dizemos
arte
para nos referirmos a algo que tem demasiadosaspectos a serem simult
â
neamente considerados, e portanto algo intang
í
vel. N
à
oh
á
na realidade dos fatos formas de transmiss
ã
o de conhecimento sobre ointang
í
vel, nem qualquer esp
é
cie de treinamento poss
í
vel.Ressalvada a import
â
ncia da Arte; e temos certeza que para um profissional deArte esta n
ã
o apresenta mist
é
rios; afirmamos que o t
ê
rmo
arte
n
ã
o
é
aplic
á
velao conhecimento sobre o Processo Serigr
á
fico.
 
p
á
ginaSerigrafia ABRACI - Ary Luiz Bon
Introdu
çã
o - Conceitos B
á
sicos
   f  o  n  e   (   0   *   *   1   1   )   5   3   9  -   8   0   6   6  m  a   i   l   a   b  r  a  c   i   @  s   t   i .  c  o  m .   b  r
3
(tecnologia serigr
á
fica.)
Ao perfeito conhecimento, ou ao suficiente conhecimento e contr
ô
le de umprocesso produtivo, chamamos
Tecnologia
.Em uma ocasi
ã
o, lendo uma revista t
é
cnica, surgiu um an
ú
ncio de uma ind
ú
striade aramif
í
cio com a frase
prego tem tecnologia
. O fato chamou-nos
à
aten
çã
ode que, (como todo profissional da
á
rea de Qualidade pode confirmar), n
ã
o existeprocesso produtivo t
ã
o simples que n
ã
o requeira um M
é
todo adequado paraopera
çã
o.A Serigrafia
é
um processo cuja aplica
çã
o
é
simples do ponto de vista dosrequerimentos mec
â
nicos, em rela
çã
o aos demais processos de impress
ã
o.O conhecimento geral cient
í
fico envolvido na Tecnologia Serigr
á
fica inclue f
í
sica,matem
á
tica e f
í
sico-qu
í
mica (est
á
tica, geometria, conjuntos, reologia).Os ramos de aplica
çã
o do processo serigr
á
fico s
ã
o amplos, envolvem pr
á
ticamentetodos os tipos de acabamento com grandes dep
ó
sitos de tinta impressa:embalagens pl
á
sticas c
ô
nicas e tubularesdecora
çã
o textil massiva ou localizadadecora
çã
o em vidros e cer
â
micasdecora
çã
o em metaisdisplays em pl
á
sticos r
í
gidospublicidade em pl
á
sticos auto-adesivosimpressos em todo tipo de superf
í
ciepain
é
is de comunica
çã
o visualposters publicit
á
rios termo-formadosetiquetas e r
ó
tulosdecora
çã
o comest
í
vel em biscoitosgigantografias em quadricromia para out-doorspain
é
is de aparelhos el
é
tricos e eletr
ô
nicostransfer
ê
ncia de imagem em circuito impressoisola
çã
o t
é
rmica e diel
é
trica em circuito impressocircuito aditivo e teclados com tintas condutivaspastas soldantes /montagem superficial circuito imp.componentes eletr
ô
nicos impressos
thick film
dopagem
thick film
de c
é
lulas fotovoltaicas(n
ã
o menos importante:) artes pl
á
sticasTodas estas aplica
çõ
es requerem, na produ
çã
o, cuidados peculiares mas cujabase tecnol
ó
gica
é
o conhecimento da Serigrafia.

Activity (69)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Welington Reis liked this
mack liked this
rogerioasilva liked this
Iracema Brochado liked this
Nazaré Nsangu liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->