Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
3Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Teologia da Espiritualidade

Teologia da Espiritualidade

Ratings: (0)|Views: 702|Likes:
Published by LuizGilderlane
Experiencia de Deus
Experiencia de Deus

More info:

Categories:Types, Speeches
Published by: LuizGilderlane on Aug 08, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/27/2013

pdf

text

original

 
Teologia da EspiritualidadePe. Luiz Gilderlane NogueiraA Experência de Deus na Espiritualidade.
1.
 
Introdução:Para nós cristãos é fundamental Ter uma resposta para esta questão: Comopodemos perceber a presença de Deus e como entrar em diálogo com ele? Ou seja:Como fazer uma expereiência de Deus?.sobretudo na sociedade moderna e grobalizada,cuja enfase está no individualismo exacerbado, no consumismo sem medida, no cultohedonista do corpo e na falta de sentido para com a vida, é que as questões acimalevantadas tem um sentido profundanmente ontológico e existêncial.Frente a esses questionamentos, as respostas encontradas nunca nos satisfazem.há em nós uma sede insaciável, algo que está na raiz do meu ser: preciso relacionar-mecom Deus. Parece que há uma atração irresistível exercida por ele(Deus) sobre cada um
e todos nós. Isso é expresso de forma evidente na voz do salmista quando diz: “Paraonde irei, para onde fugirei”(SL 138)
 É baseado nesses questionamentos, assim como numa comprovação cada vezmais evidente em nossos dias, de que as pessoas buscam cada vez mais natranscendência, respostas para seus questionamentos, sobretudo a partir das maisvariadas expressões religiosas existentes, que nós pretendemos nesse trabalhodesenvolver de forma sintética, a questão da experiência de Deus no campo daEspiritualidade. Para tal tentaremos abordar esse assunto em cinco pequenos tópicos,.asaber:1.1. toda experiência é expressão do crescimento humano.1.2.Marcas da experiência de Deus.1.3.Experiencia de deus transformadora.1.4.Espiritualidade( conceito e vivência humana).1.5.Espiritualidade do jovem cristão( uma abordagem prática e pessoal, a partir detrabalhos que realizei junto a PJMP- pastoral da juventude do meio popular.).A seguir veremos de forma sintética e precisa, os tópicos acima citados.1.1.
A Experiência como crescimento humano
:A própria gênese da palavra experiência já nos diz o que ela siginifica. Ou seja:experiência é sair do limite do próprio ser, o que implica um movimento constante.Nesse sentido, a experiência supõe tempo para assimilar o que se vai vivendo nasucessão de acontecimentos da vida. No entanto, só é possível viver, aquilo queassimilamos no coração, o que leva-nos a crer, que é algo que trata de ummovimento interior e portanto tem tudo a ver com a sensibilidade.Geralmente quando falamos de expereiência, estamos nos referindo ao que jáestá interpretado e assimilado pelo tempo, o que supõe algumas vivênciassignificativas acolhidas pela pessoa. Assim também acontece na experiência deDeus. A pessoa que faz essa experiência, relembra continuamente vivênciascomuns, significativas ou fortes, que foi assumindo, assimilando,e criando nela umareação, um movimento vital e essencial do próprio ser da pessoa. Nesse sentido éimportante reinterpretar as vivências fortes que faço no dia-a- dia, caso contrário
 
não faço uma profunda experiência de Deus. Pois a expereiência verdadeira deDeus nos fazem sentir impregnados por marcas profundas.
1.2.Marcas da Experiência de Deus:
A primeira grande marca da experiência de Deus é que ela nos faz re-ler a vida apartir de algumas vivências fortes da presença amorosa de Deus, que vai dando umsentido novo à tudo que nos cerca. Neste sentido, eu me situo e assim me interpreto,buscando me entender de modo bem diferente diante do universo que me envolve.Nisso consiste afirmar que: a vida espiritual começa quando percebo que Deus me ama.Tal percepção supõe em mim uma disposição muito forte para reatar laços numareconciliação consigo e com todos os seres. Nos leva também a recuperar o verdadeirosentido do projeto da vida humana, que é, a maturidade do homem e da mulher. Nistoconsiste saber que a convicção profunda do amor que Deus tem por nós, apaga os
medos e dest’roi as máscaras que nos escondem.
 A Segunda marca é o conhecimento da vontade de Deus. Ou seja, é a expereiênciaprofunda de saber o lugar que eu ocupo no plano da salvação, em favor do outro. Ésobretudo a abertura para a compreensão da missão. Daí, eu vou percebendo asupreendente presença de Deus, mesmo nos caminhos tortos. O conhecimento davontade de Deus, nos vai impulsionar a buscar e a encontrar Jesus em todas as coisas. Éa experiência de vivenciar a espiritualidade de um Deus criador que continuatrabalhando em cada um e em todos nós, bem como no hoje da nossa história. Daí então, vamos absolutizando valores já conhecidos, quando se percebe que tais valoressão de fato assumidos pelo próprio Deus.A terceira marca dessa profunda e humanizante experiência de Deus, é a doencontro com este mesmo Deus que nos faz estremecer, ficarmos pasmos,maravilhados. O que nos faz afirmar com veemência, que a experiência quevivenciamos na espiritualidade, é como um horizonte, quanto mais caminhamos paraele, mais parece que ele afasta-se de nós. Porém, chegar à ele é na verdade, avançarsempre mais. Mas é justamente nisso, que consiste a nossa paz e a nossa esperança:saber que estamos sempre no caminho. Pois Deus é o inatingível, o não manipulável.Porém, a marca principal desta sede que nunca se sente satisfeita, é a paz interior.
1.3.Nem toda vivência Espiritual compõe uma experiência de Deustransformadora:
De fato, se quisermos saber se uma vivência se transforma em uma experiênciade vida nova, ou em uma experiência de Deus, é preciso que as mesmas, tragam aomenos algumas marcas assimiladas acimas. É importante observar se elasdesencandeiam um processo transformador da realidade vivida pela pessoa. Nestesentido, toda vivência marcante de Deus é inconfundível, torna-se uma marca nahistória pessoal. Podemos citar por exemplo Moisés e sua experiência de Deus, queculminou com a chegada ao Horeb, onde pode na vivência da sarça ardente,experimentar uma relação nova com Deus. Relação essa desconhecida até então, aponto de descobrir nela o inicio da sua missão. Isso porque, uma aproximação deDeus com marca de impacto, de estremecimento, requer tempo para ser assimilada,para dar sentido novo a vida, para transformar a pessoa.Por fim, dizemos que para vivenciarmos de fato uma verdadeira experiência deDeus, quer seja no campo da mística libertadora ou da espiritualidade encarnada, é
 
imprescindível a abertura total á ele. Isso por que, Deus se comunica e portanto,provoca aliança conosco. Porém, é necessário de nossa parte, ao menos a disposiçãode abrir a porta. O que significa dizer, que querer a experiência com ele, é naverdade, estar disposto a percorrer um novo caminho.Parece portanto, ser por essa razão, que o reino é dos pequenos. Pois eles temmenos defesas, não tem muita segurança controlável a que se agarrar, e por issomesmo, eles se deixam facilmente ser conduzidos. É nesse sentido, que oacompanhamento espiritual pode ser de grande valia, para aqueles que desejam relercorretamente as diversas e variadas vivências, a fim de que, as mesmas possam setransformar em verdadeiras experiências de Deus.
1.4. ESPIRITUALIDADE:
até então vimos alguns fundamentos necessários para entender um pouco, eacolher melhor as vivências e experiências de Deus em nossas vidas. clareando algunsconceitos fundamentais, como é o caso da espiritualidade, iremos possibilitar o nossocrescimento na vida espiritual. É por isso que a partir de agora refletiremos melhorsobre o tema da espiritualidade.Quando se fala de espiritualidade, não somente no passado, mas ainda hoje, seentende como sendo uma experiência religiosa desligada do corriqueiro da vida, longedo que fazemos. Refere-se na verdade, a práticas que ocupam um tempo e um espaçoisolado de tudo o mais que fazemos no dia-a-dia.A espiritualidade não é parte de nossa vida, ela é na verdade, a nossa vida. Porisso não podemos separar a vida espiritual, de tudo que nos rodeia. .não deveria haver aseparação entre as coisas de cima e as de baixo, pois isso, parte ou separa as pessoas.É bem verdade também, que sem a oração não há vivencia espiritual, porém avida espiritual não é somente a oração. A vida espiritual é na verdade uma fonteinesgotável, que se alimenta da fonte maior que é o próprio Deus.A espiritualidade á uma dimensão fundamental da vida. Assim sendo,entendemos espiritualidade apartir da oposição morte- vida e não da oposição alma-
corpo. Na espiritualidade não está em jogo a “vida da alma” ameaçada pelo corpo, mas
a vida do homem ameaçada pela morte. O homem espiritual não é aquele que buscaatravés das coisas da alma, mas é o homem que guiado pelo espirito de Deus, procuraeste Deus, dedicando-se a construir a vida.A espiritualidade é a experiência de Deus na realização plena da vida. A nossaespiritualidade é a experiência de fé no Deus vivo que nos da vida e nos liberta damorte. É a experiência do Deus da vida, que não é a de um Deus invisível, abstrato, masé a experiência de um Deus transcendente, criador, poderoso e libertador na vidahistórica do homem. É neste sentido que podemos afirma que a espiritualidade não ésomente um momento num processo da libertação, mas, a força impulsionadora daexperiência de Deus. Significa portanto, o encontro com o Deus vivo na vida de cadadia. Tal vivencia, tem sua razão de ser, na oração e no compromisso com a construçãoda vida humana. Deste modo, oração e compromisso com a construção da dignidadehumana, não são praticas alternativas, ambas exigem-se e reforçam-se mutuamente.Uma não subsiste sem a outra. A oração não é uma fuga, mas um modo fundamental deseguir Jesus, que nos torna sempre disponíveis para o encontro com o Pai e para aexigência da missão.

Activity (3)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Cristianatana liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->