Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
103Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
mecanico de manutenção aeronautica 12 ferramentas

mecanico de manutenção aeronautica 12 ferramentas

Ratings:

4.83

(23)
|Views: 28,694|Likes:
Published by Rafael

More info:

Published by: Rafael on Sep 25, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

06/25/2013

pdf

text

original

 
12-1
CAPÍTULO 12
 
FERRAMENTAS MANUAIS E DE MEDIÇÃOINTRODUÇÃO
 Este capítulo contém informações sobrealgumas ferramentas manuais usadas por ummecânico de aviação. Este é um esboço dosconhecimentos básicos necessário ao uso dasferramentas manuais e de medição mais co-muns, usadas no reparo de aeronaves. Esta in-formação, no entanto, não pode substituir um julgamento correto por parte do indivíduo. Hámuitos casos em que a habilidade e o desemba-raço podem superar as regras básicas. Um co-nhecimento dessas regras e, em que situaçõeselas se aplicam é necessário. O uso dasferramentas pode variar, mas as boas práticasde segurança, cuidado e estocagem dasferramentas permanecem as mesmas.
FERRAMENTAS DE USO GERAL
 
Martelos e macetes
 A figura 12-1 apresenta alguns dosmartelos que o mecânico de aviação pode ter necessidade de usar. Martelos de cabeçametálica têm suas medidas de acordo com o peso da cabeça sem o cabo.Ocasionalmente será necessário usar ummartelo de face macia, o qual tenha uma super-fície feita de madeira, latão, chumbo, courocru, borracha dura ou plástico.Figura 12-1 Martelos.Esses martelos devem ser utilizados apenas nos trabalhos em metaismacios e, para bater em superfícies quefacilmente se danificam. Os martelos maciosnão devem ser usados em trabalhos grosseiros.Bater em cabeças de punções, parafusos oucantos vivos, rapidamente arruinarão este tipode martelo.O macete é uma ferramenta semelhanteao martelo com a cabeça feita de madeira(Nogueira), couro cru ou borracha. Ele émanejado para formar partes delgadas de metalsem deixar mossas. Usamos sempre um macetede madeira quando tivermos que bater em umformão ou goiva.Quando usando um martelo ou um ma-cete, aquele que melhor atende ao trabalho éescolhido. É preciso que o cabo esteja firme.Quando damos uma pancada com o martelo,usamos o antebraço como se fosse umaextensão do cabo. Quando utilizamos ummartelo, dobramos o cotovelo e não apenas o pulso, usando totalmente a face do martelo.É bom manter as faces do martelo e domacete sempre lisas, e sem dentes para evitar que o trabalho se danifique.
Chaves de fenda
 A chave de fenda pode ser classificada pelo seu formato, tipo e comprimento da haste.Elas são feitas apenas para uma finalidade,apertar e afrouxar parafusos. A figura 12-2mostra diferentes tipos de chaves de fenda.Quando se usa uma chave de fenda comum, amaior chave cuja haste dará uma boa fixaçãono parafuso, que deverá ser girado, éselecionada.Uma chave de fenda comum deve pre-encher pelo menos 75% da fenda do parafuso.Se a chave de fenda for de tamanho incorreto,cortará e deixará rebarbas na fenda do parafuso, inutilizando-o. Uma chave de fendade medida incorreta poderá deslizar e danificar  peças adjacentes da estrutura.A chave de fenda comum é usada so-mente onde existirem na aeronave, prendedoresou parafusos com fenda na cabeça. Umexemplo de prendedor que requer o uso de uma
 
12-2
chave de fenda comum é o
 Airloch
, que é usado para prender as carenagens dos motores dealgumas aeronaves.Os dois tipos de parafusos com encaixena cabeça de uso mais comum são: o Phillips eo
 Reed and Prince
. Tanto o encaixe Phillipscomo o
 Reed and Prince
são opcionais nascabeças dos parafusos.Como mostra a figura 12-2, o encaixeReed and Prince forma uma perfeita cruz na ca- beça do parafuso. A chave de fenda usada comeste parafuso tem a ponta aguçada. Como o parafuso com encaixe Phillips tem o centro dacruz mais largo, a chave de fenda Phillips tem a ponta rombuda. As duas chaves de fenda nãosão intercambiáveis. O uso de uma chave defenda do tipo errado resultará em mutilação daferramenta ou do encaixe da cabeça do parafuso.Quando girando um parafuso com en-caixe na cabeça, usamos somente a ferramentaapropriada e de medida correta.Figura 12-2 Chaves de Fenda.Quando o espaço vertical for limitado pode-se usar uma chave de fenda em "Z". Aschaves de fenda em "Z" são construídas comambas as pontas dobradas a 90º da haste. Pelouso alternado de cada uma das pontas, a maio-ria dos parafusos podem ser apertados ouafrouxados, sempre que o espaço para o girofor limitado. As chaves de fenda em "Z" sãofeitas tanto para os parafusos de fenda comunscomo para os de encaixe em cruz.Uma chave de fenda não deverá ser usa-da como alavanca ou ferramenta de corte. Nãouse uma chave de fenda para testar um circuitoelétrico, porque o arco elétrico queimará a ponta, inutilizando-a. Em alguns casos, o arcoelétrico poderá fundir a haste da chave naunidade que está sendo testada.Quando se usa uma chave de fenda emuma peça pequena, mantemos sempre a peça presa na morsa ou apoiada na bancada. Nãomantemos a peça nas mãos porque a chave defenda poderá deslizar e causar sérios danos pes-soais.A chave de fenda de catraca ou espiral éde ação rápida, e gira o parafuso quando o pu-nho é empurrado para baixo e depois puxado para cima. Ela pode ser selecionada para girar o parafuso tanto no sentido de apertar como node afrouxar e, pode também ser travada, e ser usada como uma chave de fenda comum. Achave de fenda de catraca não é própria paraserviços pesados e deverá ser usada apenas emtrabalhos mais leves. Um aviso: quando usandouma chave de fenda de catraca ou espiral, ex-tremo cuidado deverá ser tomado para manter uma pressão constante e evitar o deslizamentoda chave na fenda do parafuso. Se isto ocorrer a região em volta estará sujeita a danos.
Alicates
Existem vários tipos de alicates, mas osmais usados em trabalhos de reparos de aerona-ves são: diagonal, ajustável, de ponta e bico de pato. O tamanho dos alicates é determinado pelo seu comprimento total, usualmente entre 5e 12 polegadas.O alicate ajustável combinado de 6 po-legadas é o tamanho preferido para o uso emtrabalhos de reparo. Ele permite uma grandeabertura dos mordentes, deslizando no eixo, para agarrar objetos de grandes diâmetros. Os
 
12-3
alicates combinados são encontrados nos tama-nhos de 5 a 10 polegadas. Os melhores da série,são de aço forjado.Os alicates de bico chato são os maisadequados para fazer flanges. Os mordentessão quadrados, bastante compridos e,usualmente, bem ranhurados, e a suaarticulação é firme. Estas são característicasque permitem fazer curvas perfeitas e agudas.Os alicates de bico redondo são usados para torcer o metal. Eles não foram feitos paratrabalhos pesados porque demasiada pressãotorcerá as pontas, as quais muitas vezes são en-volvidas para evitar marcar o metal.Os alicates de ponta fina têm osmordentes redondos até a metade e, de várioscomprimentos. Eles são usados para segurar objetos ou fazer ajustes em lugares de espaçoreduzido.Os alicates de bico de pato,assemelham-se ao bico de um pato por ter osmordentes finos, chatos e com o formato de bi-cos de pato.Eles são usados exclusivamente paraexecutar frenagens com arame.Os alicates gasistas, bico de papagaioou para bomba de água, são alicates ajustáveis,com o eixo deslizante e os mordentes em ângu-lo com os punhos.O tipo mais popular tem a juntadeslizante canelada dando-lhe o nome de travacanelada. Estes alicates são usados para apertar  porcas serrilhadas do sistema elétrico, tubos einúmeras partes.Os alicates em diagonal são usualmentechamados de "diagonal" e possuem mordentescurtos com lâminas de corte, formando um pe-queno ângulo com o punho.Esta ferramenta pode ser usada paracortar arames, fios, rebites, pequenos parafusose contrapinos, sendo, além disso, praticamenteindispensável para instalação e remoção defrenagens com arame.Duas regras importantes para o uso dealicates:
1 -
Não utilizar alicates em trabalhos que exce-dam sua capacidade. Os alicates de bico longosão especialmente delicados; muito fáceis detorcer ou quebrar, ou mesmo fazer mossas nas bordas. Se isto ocorrer, estarão praticamenteinúteis.
2 -
Não usar alicates para girar porcas. Em pou-cos segundos, um alicate pode danificar uma porca muito mais do que vários anos deserviço.
Punções
Os punções são usados para marcar centros de desenhos de círculos, iniciar pontosde furação, para abrir furos em chapas demetal, para transferir localização de furos emgabaritos e para remover rebites, pinos ou parafusos.Sólidos ou ocos são os dois tipos geral-mente usados. Os sólidos são classificados deacordo com o formato de suas pontas. A figura12-3 apresenta os diversos tipos de punção.Figura 12-3 Punções.O punção de bico é usado para fazer marcas de referência no metal. Esse punção éusado muitas vezes para transferir medidas deum desenho no papel diretamente para o metal.Para fazer isto, inicialmente colocamos o papelcomo modelo diretamente sobre o metal. Então,acompanhando a linha externa do desenho como punção de ponta, batendo suavemente comum pequeno martelo, fazemos pequenas mar-cações no metal, nos pontos mais exteriores dodesenho. Essas marcações poderão ser usadascomo referências para o corte do metal. Um punção de ponta nunca deverá ser golpeadofortemente com um martelo, porque ele poderá

Activity (103)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Sandra Regina liked this
Gabriela Abreu liked this
Marcos Feliciano liked this
Tiago Souza liked this
Cyda Souza liked this
Ketelyn Viotto liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->