Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
24Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
CHIAVENATO_Introdução a moderna gestão de pessoas

CHIAVENATO_Introdução a moderna gestão de pessoas

Ratings: (0)|Views: 2,314 |Likes:
Published by joão_augusto_78

More info:

Categories:Types, Research
Published by: joão_augusto_78 on Aug 11, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/21/2013

pdf

text

original

 
GestãodePessoas
IDAI.BERTOCHIAVENATO
ELSEVIER
~DICAS
UNCAHOUVECOISAIGUAL.OMUNDOesmudandocomumarapidezincrível.Ecomin-tensidadecadavezmaior.Amudaasempreexis-tiunahistóriadahumanidade,masocomovolu-me,rapidezeimpactocomqueocorrehoje.riosfatorescontribuemparaisso:asmudaaseconô-micas,tecnológicas,sociais,culturais,legais,políti-cas,demográficaseecológicasqueatuamdemanei-raconjugadaesistêmica,emumcampodimicodefoasqueproduzresultadosinimagináveis,tra-zendoimprevisibilidadeeincertezaparaasorgani-zações.Dentrodessecontexto,umadasáreasempre-sariaisquemaissofremudanças
é
aáreaderecursoshumanos(RH).Asmudançasotantasetamanhasqueatéonomedaáreaesmudando.Emmuitasorganizações,adenominaçãoadministraçãodere-cursosHumanos(ARH)essendosubstituídaportermoscomogestãodetalentoshumanos,gestãodeparceirosoudecolaboradores,gestãodocapitalhumano,administraçãodocapitalintelectualeatéGestãodePessoasouGestãocomPessoas.Diferen-tesnomespararepresentarumnovoespaçoeconfi-guraçãodaárea.Apenasparafacilitarnossaexposi-ção,manteremosatradicionaldenominaçãoRH.Nestaprimeiraparte,teremosaoportunidadedeabordarasmudançasqueesoocorrendonasorga-nizaçõesbem-sucedidasenassuasáreasdeRH.Oobjetivoprincipaldestaprimeiraparteéintro-duziroleitornocampodamodernaadministraçãorelacionadacomaspessoas.Deumamaneirageral,estaparteintrodutóriadiscuteomodernoconceitodegestãocomeatravésdaspessoasesuasriasabordagensdesenvolvidasnasúltimascadas.
Ê
queahistóriadaGestãodePessoasérelativamenterecente.Naverdade,tudocomeçoucomaRevolu-çãoIndustrialeveiodesaguaremnossosdiascom
"
-
Otermo
RH
ouGestãodePessoasllodeassumirtrêssignificadosdiféren~Íls.
1.RHcomofuãooudepartamento.
AquiRHéaunidadeoperacionalquefuncionacomoórode
stett,
istoé,comoelementoprestadordeser-viçosnasáreasderecrutamento,seleção,trei-namento,remuneração,comunicação;higieneesegurançadotrabalho,benefíciosetc.
2.RHcomoumconjuntodepráticasderecursoshumanos.
AquiRHrefere-seaomodocomoaorgarllzãooperasuasatividadesderecruta-mento,seleção,treinamento,remuneração,be-nefícios,comunicação,higieneesegurançadotrabalho.
3.RHcomoprofiso.
AquiRHrefere-seaospro-fissionaisquetrabalhamemtempointegralempapéisdiretamenterelacionadoscomrecursoshumanos,asaber:selecionadores,treinadores,administradoresdesaláriosebenefícios,enge-nheirosdesegurança,médicosdotrabalhoetc.
o
termoGestãodePessoasouRHseutilizadonestelivrocomostrêssignificàdosai:irn~,réf~rin'
,,-;.,"«.:,,,.:-\\.,
-">'--
do-seafuões,práticasou.pr.?fiêêi?~~.i~. ouatado;esses~igriifiCàdà;."'.'. ri~sreierire';'osàGestãode
."as
maísnovasposturásecon
forçatotal.VeremosasconceõesdaGestãodePessoasaolongodostemposeoscontornosqueelaesassumindonaviradadominio.DiscutiremosascaracterísticasdaGestãodePessoasemumam-bientecompetitivoedimicoquecaracterizaaEradaInformão.Finalmente,abordaremosoplane-jamentoestratégicodeGestãodePessoaseoseupa-pelnamodernaestratégiaempresarial.
5
CAPíTULO
,t,\
.v-r;·"
INT:RDÍJUçio'~
M~QrlJ~i
GESTÃO\\nE:'PESSÕÀS~;\
"'f>
Apósestudarestecatulo,vodeveestarcapacitadopara:DefiniraGestãodePessoasesuascaracterísticasfundamentais.DescreverocontextonoqualfuncionaaGestãodePessoas.CompreenderosprocessosdeGestãodePessoas.EntenderosobjetivosdamodernaGestãodePessoas.Avaliaroqueasempresasbem-sucedidasesofazendo.OConterodaGestãodePessoasConceitodeGestãodePessoasObjetivosdaGestãodePessoasOsProcessosdeGestãodePessoasAEstruturadoÓrgãodeGestãodePessoasARHcomoResponsabilidadedeLinhaeFuãOde
Staff
XEROX
I
PSICOLOGIA
Prof.:
:rr1~
A
#:..M.
Quant.Originais:
3::;
Ano:
OJ.rv
-------__---
 
4
GestãodePessuasIDALBERTOHIAVENATO
ELSEVIER
o
DRHDABRASILCOSMOPOLITA
CASOINTRODUTÓRIO
ComodiretoradeRecursosHumanosdaCompanhia BrasilCosmopolitaS/A,MárciaGuerreirotinhapela frenteumimportantedesafio:transformaroDeparta- mentodeRecursosHumanos(DRH),umórgãotradi-
cional,burocráticoeoperacionaJemumcomponente estratégicodaempresa.Paratanto,eranecessárioto- martrêsprovidênciasiniciais:focalizaroDRHnone-
góciodaempresa,reforçarasatividadesestratégicas
eessenciaisealienaralgumasdesuasatividadesbu- rocráticase.operacionais,comoprocessamentoda
folhadepagamento,controledepontodopessoal, medidasdisciplinares,segurançaindustrialerefei-
rios.Essasatividadesdeveriamserterceirizadaspara
quepudessemseroperacionalizadasporoutrasem- presa';'
especlalízadas
que
a~
íizessemmelhoremais baratodoqueoDRH.Tratava-sedelocalizarnomer- cadoempresasquegarantissemmenorcustoeme- lhorqualidadenessesserviçossubsidrios. AidéiasicaeraenxugaroDRHparatorná-Io
maiságileflevelafimdeconcentrar-senoessenci-
al:lidarcomassuntosestratégicosrelacionadoscom
pessoas.Comisso,oDRHdescentralizariaoperações ecentralizariacontrolesderesultados.Márciaconvo-
coutodososfuncionáriosdoseudepartamentopara
trocaridéias,definirobjetivosedesenharprojetos
paraatingirtaisobjetivos.Elaqueriaquetodospartici- passemativamentenessatransformação.Oquevo
fariaseestivessenolugardeMárcia?
ti'!
Quandoasorganizaçõessãobem-sucedidas,elas tendemacrescerou,nomínimo,a.sobreviver.
O
crescimentoacarretamaiorcomplexidadedosre- cursosnecessáriosàssuasoperações,comoaumen- todecapital,incrementodetecnologia,atividades deapoioetc.E,delambuja,provocaoaumentodo númerodepessoas,bemcomoanecessidadedein- tensificaraaplicaçãodeseusconhecimentos,habili- dadesedestrezasindispensáveisàmanutençãoe competitividadedoneg6cio.Comtudoistoseasse- guraqueosrecursosmateriais,financeirosetecno- 16gicossejamutilizadoscomeficiênciaeeficácia.E aspessoaspassamasignificarodiferencialcompeti- tivoquemantémepromoveosucessoorganizacio- nal:elaspassamaconstituiracompetênciabásica daorganização,asuaprincipalvantagemcompetiti- vaemummundoglobalizado,instável,mutávele fortementeconcorrencial. Paramobilizareutilizarplenamenteaspessoas emsuasatividades,asorganizaçõesesomudando osseusconceitosealterandoassuaspráticasgeren- ciais.Emvezdeinvestiremdiretamentenosprodu- toseserviços,elasesoinvestindonaspessoasque entendemdelesequesabemcomocr-Ios,desen- volvê-Ios,produzi-Iosemelhorá-Ios.Emvezdein- vestiremdiretamentenosclienres.-elasesoinves- tindonaspessoasqueosatendemeosservemeque sabemcomosatisfazê-Ioseencantá-Ios.Aspessoas. passamaconstituiroelementobásicodosucesso empresarial.Fala-sehojeemestratégiaderecursos humanosparaexpressarautilizaçãodeliberadadas pessoasparaajudaraganharoumanterumavanta- gemauto-sustentadadaorganizaçãoemrelaçãoaos concorrentesquedisputamomercado.Aestratégia constituioplanoglobalouaabordagemgeralquea organizaçãoadota,paraassegurarqueaspessoas possamcumpriradequadamenteamisoorganiza- .cional.
o
Contexto
daGestão
dePessoas
O
contextodagestãodepessoaséformadoporpes- soaseorganizações.Aspessoaspassamboapartede suasvidastrabalhandodentrodeorganizações. Eestasdependemdaquelasparapoderemfun- cionarealcançarsucesso.Deumlado,otrabalho tomaconsideráveltempodasvidasedosesforços daspessoas,quedeledependemparasuasubsistên- ciaesucessopessoal.Separarotrabalhodaexisn- ciadaspessoasémuitodifícil,senãoquaseimpos- vel,diantedaimportânciaedoimpactoqueotra- balhonelasprovoca.Assim,aspessoasdependem dasorganizaçõesnasquaistrabalhamparaatingir seusobjetivospessoaiseindividuais.Crescerna vidaeserbem-sucedidoquasesempresignificacres- cerdentrodasorganizações:Deoutrolado,asorga- nizaçõesdependemdiretaeirremediavelmentedas pessoasparaoperar,produzirseusbenseserviços, atenderseusclientes,competirnosmercadoseatin- girseusobjetivosglobaiseestratégicos.Comtoda certeza,asorganizaçõesjamaisexistiriamsemas pessoasqueIhesdãovida,dinâmica,energia,inteli- gência,criatividadeeracionalidade,Naverdade, cadaumadaspartesdependedaoutra.Umarelação demútuadependêncianaqualhábenefíciosrecí- procos.Umarelaçãodeduradourasimbioseentre pessoaseorganizações. Asorganizaçõesapresentamumaincrívelvarie- dade.Elaspodemserinstrias,comércio,bancos,
CAPiTULO1
IntroduçãoàModernaGestãodePessoas"5 financeiras,hospitais,universidades,lojas,presta- dorasdeserviçosetc.Podemsergrandes,médiase pequenasquántoaoseutamanho.Podemserbli- casouprivadasquantoàsuapropriedade.Quase tudodequeasociedadenecessitaéproduzidopelas organizações.Vivemosemumasociedadedeorga- nizações,poisnascemosnelas,aprendemosnelas, servimo-nosdelas,trabalhamosnelasepassamosa maiorpartedenossasvidasdentrodelas.
.Â
ARHDEHOJE
SOLUÇÃOGANHA-GANHA
At~
poucotempo,orelacionamentoentrepessoase
organizaçõeseraconsideradoantagõnicoeconflitivo. Acreditava-sequeosobjetivosdasorganizações-
comolucro,produtividade,eficácia,maximizãoda aplicãoderecursossicosefinanceiros,redução decustos-eramincompatíveiscomosobjetivosindi- viduaisdaspessoas-comomelhoressalários.ebene- fícios,confortonotrabalho,lazer,segurançanotraba-
lhoenoemprego,desenvolvimentoeprogressopes- soal.Asoluçãousadaeraadotipoganha-perde:se umapartelevatudo,aoutraficasemnada.Emsitua-
çãoderecursoslimitadoseescassos,seumaparte ganhavamais,elaofazia
à
cu~ta
daoutra.Semdúvi-
da,eraumasoluçãolimitada,estreitaemíope.Verifi-
cou-seque,seaorganizaçãobuscaalcançarosseus
objetivosdamelhormaneirapossível,precisasaber canalizarosesforçosdaspessoasparaquetambém elasatinjamosseusobjetivosindividuaisequeambas aspartessaiamganhando.Modernamente,asolução dotipoganha-ganhanojogodeinteressesenvolvidos éapreferida.Trata-sedeumasoluçãoquerequerne- gociação,participaçãoesinerqiadeesforços.~ Assim,ocontextoemquesesituaaGestãode Pessoasérepresentadopelasorganizaçõesepelas pessoas.Semorganizaçõesesempessoasohave- riaaGestãodePessoas.Emresumo,asorganiza- çõesoconstituídasdepessoasedependemdelas paraatingirseusobjetivosecumprirsuasmissões. Eparaaspessoas,asorganizaçõesconstituemo meioatravésdoqualelaspodemalcaarrios objetivospessoais,comumcustomínimodetem-
1m
DICAS
Qual
é
opapeleimpornciadaspessoas'emumaorganização?
Dentrodocontextovisto,ficadifícilsepararocom- portamentodaspessoaseodasorganizações.As organizaçõesfuncionampormeiodaspessoas, quedelasfazemparteequedecidemeagemem seunome.Váriostermossãoutilizadosparadefinir aspessoasquetrabalhamnasorganizações.Elas ochamadasdefuncionários.empregados.pes- soal,trabalhadores.operáriosquandoasorganiza- çõesastratamcomotal.OutOdemserchamadas
derecursoshumanos,colaboradores,associados,
seasorganizaçõesastratamdessamaneira.Ou aindatalentohumano.capitalhumano,capitalinte- lectualseaspessoasmumvalormaiorparaaor- ganização.Adenominaçãodadaàspessoasreflete ograudeimportânciaqueelastêmparaasorgani- zações.Muitasorganizaçõesclassificamseusfun- cionáriosemmensalistasehoristasparasepararo pessoalquetrabalhanosescritóriosenasfábricas, respectivamente.Outrasaindacometemoabsurdo '.dechamá-Iosdeo-de-obradiretaouindireta.E outrasomaisalém:chamam-nosdepessoalpro- dutivoeimprodutivo.Amaneiracomoasorganiza- çõesdenominamaspessoasquenelastrabalham ·temumsignificadoimportante:queéopapeleo. valorqueelasatribuemàspessoas.Oquevocê achadisso?
 
6
GestãodePessoas
">
IDALBERTOCHIAVENATO
ELSEVIER
••CAPiTULO
1Introdução
à
ModernaGestãodePessoas
3-------..:~.::=.=.:....
7
organização,datecnologiautilizada,dosprocessos internosedeumainfinidadedeoutrasvariáveisim- portantes.
Aspessoas
como
parceiras
da
organização
ashabilidadesintelectuaisecapacidadescompeti- tivasdosseusmembros. Nostemposatuais,asorganizõesestãoampliando suavisãoeatuaçãoestratégica.Todoprocessopro- dutivosomenteserealizacomaparticipaçãoconjun- tadediversosparceiros,cadaqualcontribuindocom algumrecurso.Osfornecedorescontribuemcom matérias-primas,insumosbásicos,servosetecnolo- gias.Osacionistaseinvestidorescontribuemcomca- pitaleinvestimentosquepermitemoaportefinan- ceiroparaaaquisiçãoderecursos.Osempregados contribuemcomseusconhecimentos,capacidadese habilidades,proporcionandodecisõeseõesque dinamizamaorganização.Osclienteseconsumido- rescontribuemparaaorganização,adquirindoseus bensouserviçoscolocadosnomercado.Cadaum dosparceirosdaorganizaçãocontribuicomalgona expectativadeobterumretornopelasuacontribui- ção.Muitasorganizaçõesutilizammeiosparaobtera
Figura1.1.Os
objetivosorganizacionais
eos
objetivosindividuaisdaspessoas.
po,deesforçoedeconflito.Muitosdosobjetivos pessoaisjamaispoderiamseralcançadosapenas pormeiodoesfoopessoalisolado.Asorganiza- çõessurgemparaaproveitarasinergiadosesforços deriaspessoasquetrabalhamemconjunto.
1
Semorganizaçõesesempessoascertamentenão haveriaaGestãodePessoas.Termoscomoernpre- gabilidadeêeempresabilidade'sãousadosparain- dicar,deumlado,acapacidadedaspessoasem conquistaremanterseusempregose,deoutro,a capacidadedasempresasemdesenvolvereutilizar
ConceitodeGestãodePessoas
AGesodePessoaséumaáreamuitosensívelà mentalidadequepredominanasorganizações.Elaé contingencialesiruacional,poisdependederios aspectos,comoa'culturaqueexisteemcadaorgani- zação,daestruturaorganizacionaladotada,dasca- racterísticasdocontextoambiental,donegócioda
o
DRH
DABRASILCOSMOPOLITA
VOLTANDOAOCASOINTRODUTÓRIO
MárciaGuerre'iro,'aOirelorade
RH
da'Companhia
Brasít
'Cosmopo1lta
SIA,
reuniu-se'comtodososfun- clonànosdeseudepartamentoparadarinicio
,á
trans-:formãodes'elada.O'primeiro
passotol
dem'Ol'Islrar paratoda'aempresaqueo
,DRH
haviacumprldo'os seusantlqos'objetivos:executarserviçosderecruta- me'nlo'eselão,trelnamento'etemune'rão,higie- ne'esegur,ançadotrabalho'erelaçõessindicais.Nos t1Imposatuals"isto
-é
,",~cessMlo,masoosuficien- te.,A.finalidadedareunião'eramoslrar'asmudanças nomundomodernoedelinirnovosobjetivosparao
DRH
a'partirdasnovas'exigênciasfeitas
à
'organiza-ção.1Anovaordemagor,a
-é
'acompetltlvldadedaem- presaatrasdaquaUdadeedaprodu'tividadedas pessoas.
E
naponta,atnovaçãonecessãriaàmelho- r,iacontinuanaorganização.Mãrciaqueriaqueo
'DRH
fosseo'carro-chefedetodasessasmudanças na'empresa.
E
paratanto,
8S
mudançasdeveriamco- meçarnaprópriacasa:no
DRH.
'o
quevoei!fariase 'estlv8'ssenolugardeMãTcla?
Figura1.2.Os
parceirosdaorganização.
4
incluodenovosediferentesparceirosparaconso- lidarefortificarseusnegócioseexpandirsuasfron- teirasatravésdealiaasestratégicas. Cadaparceiroestádispostoacontinuarinvestin- doseusrecursosnamedidaemqueobtémretor- noseresultadossatisfatóriosdeseusin~estimentos. Graçasaoemergentesistêmico-que
é
oefeitosi- nergísticodaorganização-estaconseguereunire juntartodososrecursosoferecidospelosdiversos parceiroseaumentarseusresultados.Atravésdesses resultadosaorganizaçãopodeproporcionarum retornomaioràscontribuiçõesefetuadaspelospar- ceirosemanteracontinuidadedonegócio.Geral- mente,asorganizaçõesprocuramprivilegiarospar- ceirosmaisimportantes.Osacionistaseinvestido- reseram,atéhápoucotempo,osmaisprivilegiados nadistribuiçãoeapropriaçãodosresultadosorgani- zacionais.Essaassimetriaessendosubstituídapor umaviosistêmicaeintegradadetodososparcei- rosdonegócio,jáquetodoselesoindispenveis paraosucessodaempresa.Acontecequeoparceiro maisíntimodaorganização
é
oempregado:aquele queestádentrodela,quelhedávidaedinamismoe quefazascoisasacontecerem.
--
--
,--:._...,..,
3
I

Activity (24)

You've already reviewed this. Edit your review.
Rating 0/5