Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword or section
Like this
2Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Jyhad - Faces da Fé

Jyhad - Faces da Fé

Ratings: (0)|Views: 250|Likes:
Published by Alexander Siqueira

More info:

Published by: Alexander Siqueira on Aug 14, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/14/2013

pdf

text

original

 
 Autor:
  Antônio Augusto Shaftiel
Obras do Autor
Entre Anjos e Demônios Assassino de AlmasBusca por SangueEditora Daemon www.daemon.com.brComunidade no Orkuthttp://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1407353
 Atenção:
Jyhad: Guerra Santa eFaces da Fé são livros que usam como base as religiões do mundo real, mascom histórias e transformaçõesliterárias que as deslocam para ummundo de imaginação dominadopelo fanatismo religioso e guerrasmísticas, o Mundo de Trevas. Nemtodas as informações contidas noslivros são reais. Isso é apenas umRPG e não um guia religioso.
Faces da Fé
Suplemento virtual para o RPG Jyhad: Guerra 
Netbook produzido por:
REDE
RPG
 www.rederpg.com.br
Editoração Eletrônica &Projeto Gráfico:
 Adriana Almeida
Ilustrações:
IG Barros (capa, com cor de PauloHenrique), Alexandre Bar, Neriga,Birous, Bernardo Vieira, FábioMacBaltz, Glauco Nobre, VictorZago, Paulo ÍtaloJyhad: Guerra Santa tratade religião, seja dos aspectos mais benevolentes, como as palavrasde perdão e iluminação dos livrossagrados, ou da história repletade guerra e sofrimento que seguiuo judaísmo, cristianismo e oislamismo. Nesse suplemento,procurei abordar ambas as partes,tantas as boas quanto as ruins. Algumas delas estarão em umespaço cinzento, difícil de definir.Caberá ao Mestre de Jogo e aos
 Introdução
 jogadores definirem como abordá-las no jogo, pois religião é muito umcaso de interpretação.Dois capítulos delicadosforam o das relações das ordensde magia com as religiões e o dosinimigos. Citar as opiniões dosmagos pode ser uma tarefa dúbia.Preferi colocar as relações dessassociedades na primeira pessoa, paramostrar que estava me dirigindo justamente a como aquela seitapensa das religiões. Muitas vezes, a visão não tem como ser boa e podeestar carregada de preconceito. Achei melhor colocar esse avisoaqui na introdução para evitarqualquer confusão posterior.Foi por esse mesmo motivoque preferi não colocar muitassociedades reais no capítulo deantagonistas. É difícil definir umantagonista da religião sem cairdiretamente em um preconceito,ofensa ou confusão ideológica. Abordar uma sociedade baseada emum filme ou romance foi uma boasaída. Talvez essa seja a única parterelativa ao Jyhad que não tenha sidoretirada da bibliografia citada nofinal.Espero que apreciem essesuplemento. Tenho certeza quegerará muitas idéias para todaespécie de aventuras, dando umnovo fôlego à linha Daemon.
 
Capítulo 1
Seitas, Sociedades e Ordens MundanasCatolicismo
A Igreja Católica possuiinúmeras ordens cujas missões sãoas mais variadas possíveis. Elaspossuem suas próprias regras, masas seguintes são comuns: celiba-to, obediência aos superiores daordem e votos de pobreza. Doisexemplos são os franciscanos e asirmãs carmelitas que trabalhamcom caridade, buscando uma co-munhão com Demiurgo baseadana humildade e no desapego aoque é material.
Opus Dei
 
 A Opus Dei, Obra de Deus,é uma chamada prelazia pessoal daIgreja Católica, isto é, não compre-ende uma diocese em si, pois seusfiéis continuam freqüentando igre- jas locais, mas possui uma organi-zação e é reconhecida pelo Papa.Foi criada na Espanha por José-Maria Escrivã de Balaguer e temcomo objetivo principal infiltrar-senos centros de trabalho e políticosdo mundo. Cada vez mais, torna-seuma entidade poderosa com mem- bros fiéis à causa de Christos. Suaorganização conta com três tiposde membros. Os primeiros são osnumerários, engajados nos votosde pobreza, obediência e castida-de. Costumam ser pessoas cultasque se entregaram ao estilo de vidapregado pela Opus Dei. Os agrega-dos são pessoas sem formação uni- versitária de algum modo ligados àOpus Dei, talvez através de paren-tes numerários. Essas duas classesde membros vivem nas casas daObra e costumam entregar todo odinheiro de seus honorários à pre-lazia. Os supra-numerários tam- bém são membros fiéis, porém sãocasados e constituem a face social-mente mais visível da organização.O recrutamento geralmen-te acontece em colégios católicos ea doutrinação é feita aos poucos,quando as mentes mais brilhantessão escolhidas. Entre os deveresdessa doutrina estão a freqüênciaassídua à missa, rezar o rosário eefetuar leituras religiosas. A auto-flagelação costuma ser encorajada.A organização, no entanto,não pode ser vista apenas com es-ses dados. Existem várias ordens emeios em que a Opus dei atua emobras de caridade e trabalho paraobtenção d educação e evangeliza-ção.A Opus Dei possui mem- bros importantes em todo o Mun-do de Trevas e sua influência sealastra cada vez mais. Eles entramem combate nos terrenos políticostanto abertos quanto privados, de-monstrando sua fé católica e nãorecuando quando precisam en-frentar ameaças às palavras queacreditam.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->