Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
História - SPR -A Inglesa-estrada de ferro S.P

História - SPR -A Inglesa-estrada de ferro S.P

Ratings: (0)|Views: 133 |Likes:
Published by Sél

More info:

Published by: Sél on Aug 21, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PPSX or read online from Scribd
See more
See less

01/24/2012

original

 
 
São Paulo: Minha Cidade!
 
14
- SPR -
A “INGLESA”
- The São Paulo Railway Co. Ltd. -
“Um povo sem memória,é um povo sem passado e semfuturo” 
p/ avançar/recuar as fotos use as setas ou mouse
 
Clique para editar os estilos do texto mestreSegundo nível
Terceiro nível
Quarto nível
Quinto nível
 
A serra do mar, sempre foi uma barreira da natureza, a separar o litoralpaulista do planalto, devido à sua grande altura e inclinação. Por isso mesmo, foidenominada pelos primeiros colonizadores que a avistaram, como “A Muralha”. Porestar isolada no planalto, a vila de São Paulo do Campo, ficou praticamente 300anos, sem progresso algum, já que em meados do século XIX, mal atingira os vintemil habitantes! O caminho Santos-São Paulo, no início, era percorrido pelos índios daregião, através de uma trilha, que seguia pelo vale do Rio Mogi (trilha dostupiniquins). Mais tarde, o padre Anchieta, por razões de segurança, abriu outratrilha, alguns quilômetros à oeste, que embora mais íngreme, era mais segura(caminho do padre José). Esse caminho precário, com algumas modificações, acabousendo usado por mais de duzentos anos.Em 1788, assume o governo da capitania de São Paulo, Bernardo José deLorena, futuro conde de Sarzedas, e uma de suas primeiras providências, foipromover a melhoria da “estrada do mar”, alargando, fazendo pontes e aterros, e naparte serrana, calçando com pedras, o que veio permitir a passagem das tropas,agora com mais segurança, já que antes, na época de chuvas, a passagem dosanimais era feita com grandes riscos, perdendo-se nos abismos, muitos animais ecargas. Esse caminho, passou a ser conhecido como a “Calçada do Lorena”, e hojeem dia, uma parte se encontra preservada. Em 1846, D. Pedro II, em visita àprovíncia, inaugura nova estrada (Estrada da Maioridade), em novo traçado, jápermitindo com segurança, a passagem de carroças e diligências. O imperador fez opercurso Santos-São Paulo, em uma carruagem, em apenas 6 horas! De qualquerforma, o transporte de mercadorias, principalmente o café, a nova riqueza quedespontava, era transportado em lombo de burros, onerando demais o custo final doproduto, já que a zona de produção avançava cada vez mais, para longe da capital econsequentemente, do porto de Santos. A solução foi encontrada no novo sistema detransporte que se implantara na Inglaterra: a ferrovia.
Cli
 
 ue  pa ra edi ta r os es tilos do  te x to  mes t reSeg u ndo  ní vel
Te rcei ro  ní vel
Q ua r to  ní vel
Q ui n to  ní vel
CALÇADA DO LORENA -2004
FOTOS: REPRODUÇÃO
 
Clique  p ei os esilos o exo meseSeuno ní el
eceio ní el
uo ní el
uino ní el
OO D SANOS M 1880
A D B.AIO  INAOA B - SANOS
 
ROA RANSORANDO AÉ   (. 1880)
Clique
 
para editar os estilos do texto mestreSegundo nível
Terceiro nível
Quarto nível
Quinto nível

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->