Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
30Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Estética 04 O Cinema e Uma Nova Percepcao

Estética 04 O Cinema e Uma Nova Percepcao

Ratings: (0)|Views: 19,136 |Likes:

More info:

Published by: Ensino Médio Filosofia on Sep 28, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/10/2013

pdf

text

original

 
320
EstéticaEnsino Médio
 
HAMILTON. O que exatamente torna os laresde hoje tão diferentes, tão atraentes?, 1956.Colagem sobre papel , 26 cm x 125 cm.Kunsthalle, Tübingen, coleção particular.
<
 
321
O cinema e uma nova percepçãoFilosofia
 
4
O CINEMA E UMA NOVA PERCEPÇÃO
Luciano Ezequiel Kaminski
1
<
 A força da mídia na produção e comercialização de arte é um fato bastantenotório. Pode-se questionar, no entanto, até que ponto isso não afeta, para me-lhor ou pior, justamente essa produção da arte. Como explicar que, na música,por exemplo, há um grande rodízio de sucessos e que, alguns artistas, no au-ge da fama, amanhã já não subirão mais o degrau das celebridades? Isso é umaamostra do grande potencial artístico humano ou é apenas uma questão de pro-dução industrial da arte, voltada apenas para o consumo? Até que ponto essacomercialização e consumo de arte não limitam a criatividade e o próprio acessoda maioria da população brasileira a grandes obras da tradição cultural?“Quinze minutos de famamais um pros comerciaisquinze minutos de famadepois descanse em pazO gênio da última horaÉ o idiota do ano seguinte....... o maior sucesso de todos ostempos entre os dez maiores fracassosnão importa contradiçãoo que importa é televisãodizem que não há nada que você não se acostumecala a boca e aumenta o volume então...”“A melhor banda de todos os tempos da última semana” – Titãs (2001)
Composição: Branco Mello/ Sérgio Britto.
 
http://img.pinknet.cz
<
1
Colégio Estadual Padre Cláudio Morelli - Curitiba - Pr
 
322
EstéticaEnsino Médio
Novos caminhos
Essa relação entre arte e consumo é uma das questõesque se discute em Estética, principalmente a partir do sé-culo XIX. O desenvolvimento tecnológico ajudou a pro- vocar e questionar a concepção de arte que até o século XIX estava associada à idéia de beleza clássica, isto é, deordem, simetria, harmonia e proporção, inspirada na imi-tação e representação da natureza. A partir do século XX, entretanto, as diversas mani-festações artísticas que surgiram, parecem confundir essanoção de beleza e de arte, defendidas pelas academias ou por uma ar-te restrita a poucos. A criação dessas novas linguagens artísticas tam-bém pode ser entendida como uma forma de alerta, ou de fuga, nosentido da busca de novas formas de expressão, diante do desenvolvi-mento tecnológico e da lógica do consumo, que colocariam em riscoas próprias formas tradicionais de arte. A arte, na perspectiva de críti-ca social e auto-crítica de si mesma; apresenta-se em várias tendências,como nas propostas
impressionistas,
com suas leves pinceladas e totaldespreocupação com a nitidez de suas linhas, voltaram-se mais para o volume do que para as formas e, através de estudos sobre a luz, procu-ravam registrar tonalidades diferentes da luminosidade e os contrastesdas sombras; nos
surrealistas
, com suas imagens oníricas e fantasiosas,de denúncia à falta de sentido da sociedade contemporânea; com o
dadaísmo
, que surgiu como reação à Primeira Guerra e às contradiçõesdo sistema capitalista, interrogando a própria legitimidade ou estatutoda arte, ao questionar a idéia de estilo e de padrão estético; ou ainda,no
futurismo
, que procurou dar novas formas visuais às descobertastecnológicas e ao desenvolvimento da sociedade; enfim, essas novaslinguagens artísticas são alguns dos exemplos desses novos modos deproduzir e de pensar a arte. Elas não se limitaram, no entanto, à pintu-ra, mas encontraram eco também na música, na escultura, na literatura,no teatro e no cinema reformulando seus modos de expressão.Como entender essa multiplicidade de expressões artísticas, esses“ismos” todos que tornam mais complexo o universo das artes? Com-preender essa dinâmica das artes contemporâneas é um dos desafiosda Estética atualmente.O cinema é uma dessas novas formas de expressão que possibili-taram uma mudança nas perspectivas da arte contemporânea. A forçadas imagens, aliada ao som e à idéia de movimento, ampliaram a per-cepção do mundo contemporânea.É importante que se compreenda melhor o fascínio que o cinemadesperta e de que forma ele permite ampliar as expectativas e percep-ções da realidade.
z
O Dadaísmo colocou-secomo a anti-arte ou uma ar-te de vanguarda ao ousar, emsuas obras feitas com obje-tos comuns, de uso cotidiano(ready-made), como porexemplo, Marcel Duchamp,em 1913, com uma roda debicicleta colocada em cimade um tamborete.
   h   t   t   p   :    /    /   w   w   w .   c   e   n   t   r   e   p   o   m   p   i   d   o   u .   f   r
      <
Impressão ao entardecer, 1872.Monet, um dos grandes nomesdo Impressionismo, num óleo so-bre tela. Museu Marmottan, Paris.
<
   w   w   w .   s   p   a   n   i   s   h   a   r   t   s .   c   o   m
      <

Activity (30)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Felipe Ladislau liked this
Philipe Morran added this note
a
ze_n6574 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->