Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
19Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Ética 02 Amizade

Ética 02 Amizade

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 21,620 |Likes:

More info:

Published by: Ensino Médio Filosofia on Sep 28, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/10/2013

pdf

text

original

 
114
ÉticaEnsino Médio
 
René Magritte. A grande família, 1963.Óleo sobre tela. http://cgfa.sunsite.dk 
<
 
115
 AmizadeFilosofia
 
2
 AMIZADE
Djaci Pereira Leal
1
<
Certa manhã esbarrou Celestino com outro solitário passeante e, aocruzar com ele e, como de hábito, sorrir-lhe, viu naquela cara o reflexo doseu próprio sorriso, um saudar de compreensão. E, volvendo a cabeça,logo depois de se cruzarem, viu que também o desconhecido a tinha vol-tada, e tornaram a sorrir um para o outro. Devia de ser um semelhante. To-do aquele dia Celestino o passou mais alegre que de costume, cheio docalor que lhe deixou na alma eco de sua singeleza que o mundo, por queum rosto humano, lhe devolvera.Na manhã seguinte, defrontaram-se outra vez no momento em queum pardal, com muito ruído, foi pousar num salgueiro próximo. Apontou-oCelestino ao outro, e disse, a rir:- Que passarinho!.... É um pardal.- É mesmo, é um pardal – o outro respondeu, rindo também.E, mutuamente excitados, riram-se a mais não poder: primeiro, do pássa-ro que lhes fazia coro chilreando, depois, de estarem rindo. E assim ficaramamigos os dois tolos, ao ar livre e sob o céu de Deus
(Miguel de Unamuno – 1999)
 Você tem amigos?É possível viver sem ter amigos?O que é a amizade?
Graciano, Clovis. Dança (1970).
<
w   w   w .   p   i   n   t   u   r   a   b   r   a   s   i   l   e   i   r   a .   c   o   m
      <
1
Colégio Estadual Ary João Dresch. Nova Londrina - Pr
 
116
ÉticaEnsino Médio
No conto
O Semelhante 
, Miguel de Unamuno apresenta Celesti-no, o personagem principal, como uma daquelas pessoas que, por se-rem portadores de deficiência mental, são marginalizadas e maltrata-das na comunidade onde vivem. E os rótulos de maluco, tolo entreoutros servem de autorização ao sadismo de adultos e até, infelizmen-te, de crianças.
No trecho do conto,
O semelhante
, de Miguel de Unamuno, o autor faz uma análise da amizade ouda sociedade contemporânea? Discuta a questão com a turma.As regras para o debate encontram-se na introdução deste livro.
 A amizade como questão para a ética
 A amizade foi também motivo de investigação em Aristóteles naobra,
 Ética a Nicômacos 
, nos livros IX e X, discorre de forma minucio-sa e exaustiva sobre o tema.
z
 A amizade parece também manter as cidades unidas, e parece que oslegisladores se preocupam mais com ela do que com a justiça; efetivamen-te a concórdia parece assemelhar-se à amizade, e eles procuram assegu-rá-la mais do que tudo, ao mesmo tempo que repelem tanto quanto possí- vel o facciosismo, que é a inimizade nas cidades. Quando as pessoas nãotêm necessidade de justiça, enquanto mesmo quando são justas elas ne-cessitam da amizade; considera-se que a mais autêntica forma de justiça éuma disposição amistosa.E a amizade não é somente necessária; ela também é nobilitante, poislouvamos as pessoas amigas de seus amigos, e pensamos que uma dascoisas mais nobilitantes é ter muitos amigos; além disto, há quem diga quea bondade e a amizade se encontram nas mesmas pessoas.
(Aristóteles, 2001,p. 153-154)
.
 Aristóteles apresenta a amizade como fundamental para a união dascidades e dos povos. A inimizade entre as cidades e países gera con-flitos e guerras, por isso a preocupação dos legisladores em evitar quehaja divisões.Para entender melhor a questão da amizade como uma questão éti-ca é preciso ter claro o que Aristóteles pressupõe, ou seja, os valoresque fundamentam e dão sustentação à amizade. A amizade perfeita,que poderíamos aqui denominar de verdadeira, ocorre entre pessoasboas e inexiste a calúnia, pois há confiança e sinceridade, já que pes-
Fidel na cerimônia de encerra-mento da II Cúpula Cuba-Cari-com.
<
DEBATE
   w   w   w .   g   r   a   n   m   a .   c   u
      <

Activity (19)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Leandro Davino liked this
Karina Machado liked this
Nádia Cerqueira liked this
Amanda Liliane liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->