Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
50Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Mito e Filosofia 03 Ironia e Maieutica

Mito e Filosofia 03 Ironia e Maieutica

Ratings:

4.3

(10)
|Views: 32,671 |Likes:

More info:

Published by: Ensino Médio Filosofia on Sep 28, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/17/2013

pdf

text

original

 
40
Mito e FilosofiaEnsino Médio
T
 
eseu – o herói de Atenas. 440-430 BC – Feitoem Atenas e encontrado na Itália – Lazio.www.thebritishmuseum.ac.uk 
<
 
41
Ironia e a MaiêuticaFilosofia
 
3
IRONIA E MAIÊUTICA 
 Ademir Aparecido Pinhelli Mendes
1
<
uem são os carcereiros, quem são os cativos? Po-der-se-ia dizer que, de algum modo, todos nósestamos presos. Os que estão dentro das prisõese os que estamos fora delas. São livres, acaso,aqueles que são prisioneiros da necessidade, obriga-dos a viver para trabalhar porque não podem dar-seao luxo de trabalhar para viver? E os prisioneiros dodesespero, que não têm trabalho nem o terão, con-denados a viver roubando ou fazendo milagres? E osprisioneiros do medo, acaso somos livres? E acaso nãosomos todos prisioneiros do medo, os de cima, os debaixo e também os do meio? Em sociedades obrigadasao salve-se quem puder, somos prisioneiros, os vigias eos vigiados, os eleitos e os parias.
(GALEANO, 1999, p. 110)
.
Violência da polícia contra acampamento do MST em Getulina/SP em1993.
<
   w   w   w .   m   s   t .   o   r   g .   b   r
      <
1
Instituto de Educação do Paraná eProfessor Erasmo Pilotto. Curitiba - Pr
 
42
Mito e FilosofiaEnsino Médio
Ironia e filosofia
Observando o mundo à nossa volta, vemos que todos somos pri-sioneiros: os filhos abastados vivem atrás das grades dos condomínios,cercados de seguranças; os filhos dos pobres são prisioneiros da vio-lência nas ruas, nos sinaleiros, onde vendem bugigangas. E todos ou- vem falar que a Sociedade Moderna é aquela que melhor realizou oideal de liberdade defendido há duzentos e dezesseis anos pela Revo-lução Francesa. Como se pode entender neste contexto a afirmação daliberdade? Não é irônico que aqueles que se dizem livres por ter atingi-do o ideal de liberdade proposto pela sociedade capitalista sejam tam-bém prisioneiros do medo e da violência? O que podemos aprendercom esta situação?
z
Rebeliões em presídios São Pau-lo em Março de 2006. www.esta-dao.com.br
<
O que é filosofia?
Que relação existe entre a realidade descrita acima e o pensamen-to filosófico? A filosofia nasceu como uma forma de pensar específi-ca, como interrogação sobre o próprio homem como ser no mundo,quando o homem passou a confrontar-se com as entidades míticas ereligiosas e procurou uma explicação racional para a sua existência ea existência das coisas.De uma explicação mítica, que entendia que ohomem e todas as coisas tinham sido gerados por deuses, o homemelaborou novas explicações racionais a partir da reflexão sobre si e so-bre o mundo.Para tanto, o homem criou novos métodos de abordagem da reali-dade, métodos que possibilitavam identificar relações causais, princí-pios explicativos existentes nas próprias coisas e que, depois de iden-tificados, permitiam descobrir uma certa regularidade nos fenômenosnaturais e a criação de instrumentos de medida e de previsão dosacontecimentos. A filosofia nasceu junto com as ciências, buscou re-ferencial na matemática, na astronomia e, aos poucos, definiu seus li-mites e suas características próprias. Por exemplo: os primeiros reló-gios, o da água ou o do sol, iniciaram a medida do tempo. A filosofiadesenvolveu novas leituras da temporalidade, as quais não dependemnecessariamente do relógio, mas certamente a medida do tempo cro-nológico tem relações profundas com a reflexão sobre a origem de to-das as coisas, o movimento ou o vir-a-ser, que se tornaram temas re-correntes na filosofia.Quando dizemos que os primeiros filósofos pensavam na origemdos tempos, precisamos lembrar que, para os gregos, não se tratavado começo dos tempos, mas da participação do homem na ordem uni- versal, que os gregos denominavam cosmos. A origem pode ser tanto
z

Activity (50)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
regyna liked this
profnem liked this
Janaína Bento liked this
Renan Pereira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->