P. 1
50222020 APOSTILA Direito Administrativo FGV

50222020 APOSTILA Direito Administrativo FGV

Ratings: (0)|Views: 6,057 |Likes:
Published by mpsenior

More info:

Published by: mpsenior on Aug 23, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/09/2013

pdf

text

original

 
DIREITO ADMINISTRATIVO I
02/03/99Prof. Pedro Henrique Poli de Figueiredo1ª G1 - 13 / 052ª G1 - 21 / 06Referências bibliográficas:Hely Lopes Meirelles, Celso Antônio Bandeira de Mello, Maria Silvia Zanella Di Pietro, Ruy Cirne Lima,Juarez Freitas, Lúcia Valle de Figueiredo, Celso Ribeiro Bastos, Cretella Junior. _________________________________________________________________________________________ 04/03/99
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (AP)
A atividade administrativa nos acompanha desde o nascimento até a morte.A atividade administrativa é complexa, faz com que sua compreensão seja difícil, por este motivo algunsautores preferem caracterizá-la do ponto de vista do ente público que realiza a atividade (aspectos subjetivos).Outros preferm utilizar critérios materiais, etc.A AP é compreendida por 2 palavras:
1)
Administração
2)
Pública (que qualifica a administração, define de que tipo de administração estamos falando)Existe a administração pública e a Administração Pública. A primeira trata da atividade administrativa em si, asegunda, com letras maiúsculas, define o ente público que irá realizar a atividade administrativa pública (é uma pessoa jurídica do setor público).A AP abrange tanto o ente que exerce a atividade administrativa pública, como a atividade adm. em siconsiderada. São como dois lados da mesma moeda.ATIVIDADE DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICADiz respeito a uma função do Estado. A palavra pública qualifica a expressão.
1
 
Administrar, o que significa isso? E administração, o que significa?Administrar compreende diversas atividades (gerência, coordenação, planejamento, estruturação, previsão dautilização de receitas e bens para o atendimento de diversas atividades) voltadas à satisfação de diversasnecessidades.Administração é a atividade de quem não é dono, de quem está ligado a um conjunto de bens e valores por umafinalidade, diferentemente do proprietário, que pode lidar com estes bens conforme sua vontade. É a atividadede quem não é dono, voltada a uma finalidade que obrigatoriamente deve ser alcançada (Ruy Cirne Lima). NECESSIDADE (Marcelo Caetano)Individuais e Coletivas.1. Necessidade individual: são aquelas que nós temos estando ou não vivendo em coletividade (ex.: necessidadede alimentar-se, de matar a sede, de se proteger do frio, etc.)2. Necessidade coletiva: são aquelas que decorrem do convio em sociedade. 2 tipos: essenciais eacidentais.
Essenciais - são aquelas que surgem do convívio social, só existem porque há uma sociedade. Fazem parteda existência em sociedade. Exemplos: necessidade de comunicação, necessidade de segurança, etc.
Acidentais - ou tb chamadas instrumentais, são aquelas que originariamente eram necessidades individuais,mas acabam por se tornarem coletivas em função do desenvolvimento da sociedade. Ex.: todo indivíduo temnecessidade de saciar a sede, digamos que exista apenas uma fonte de água potável, a medida que a população aumenta, haverá a necessidade de se encontrar novas fontes ou de tornar as fontes impuras potáveis. O Estado passa a se preocupar em relação isso, deixa de ser uma preocupação individual e passa aser uma preocupação do Estado encontrar meios suficientes para atender esta necessidade. Decorrem daexigência que se passa a fazer do Estado, que instrumentos coletivos passem a saciar a sede (rede deabastecimento de água, centros de tratamento da água para torná-la potável para todos, etc.)Esta atividade depende da existência do ente estatal.
Administração pública
(AP)
2
 
Quando se dá conotação pública a esta atividade de administração, significa que será uma das funções doEstado, será atividade estatal. Na nossa atual estrutura constitucional, as atividades estatais são bastante significativas (função legislativa,função judiciária, função administrativa ou executiva).Quando usamos a palavra AP estamos nos referindo a função executiva (administrativa) do Estado. Não podemos dizer simplesmente que AP é aquela atividade prestada pelo Estado, pois, como já vimos, oEstado tb realiza outras atividades (judiciária, legislativa). Dizer que a AP é aquela prestada por ente público écaracterizar apenas uma parte dela, pois há outras atividades exercidas por entes públicos. Nem toda funçãoestatal será função administrativa.O critério a ser analisado seria o critério material. Tão imensa é a gama de necessidades que surge a cadamomento com a evolução social que seria bem melhor usarmos um critério material negativo para definir a AP:“AP é a função do Estado que não seja função jurisdicional (de juris dictio = dizer o direito), nem funçãolegislativa.MAS, muitas atividades públicas são hoje realizadas por pessoas de Direito Privado (concessões da atividade pública para a iniciativa privada). São de Direito Privado, mas atendem às necessidades coletivas. Então, onosso conceito de AP deve ser bem mais elástico do que dizer que: “é uma função estatal, excetuando a funçãolegislativa e a função jurisdicional.”A AP engloba um número enorme de atividades, ela é dinâmica.Temos de ter em vista tb o aspecto formal; atos que obedeçam as formalidades para o desempenho da atividadeadministrativa pública.Como se dá o desempenho das atividades administrativas públicas ?A AP é realizada através de órgãos, agentes e entidades administrativas (pessoa jurídica de Direito Público e deDireito Privado prestadora de atividade pública).O Estado, como pessoa jurídica, tem personalidade jurídica, mas age através dos seus órgãos, agentes eentidades administrativas.
Órgãos
- são centros de competência. Segundo Ely Lopes Meirelles, os órgãos públicos seriam isso: centros decompetência destinados à realização da atividade estatal através de seus agentes, cuja atuação é imputada à
3

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->