Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
29Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Experiências 2

Experiências 2

Ratings:

4.0

(1)
|Views: 7,056|Likes:
Published by Claysson Xavier

More info:

Published by: Claysson Xavier on Aug 29, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/14/2015

pdf

text

original

 
F
F
II
I
:.
:
Efeito
Tyndall:
identificação
das
suspensões
Objetivo
Classificar
as
dispersõesquímicas
por
meioda observaçãodo
efeito
Tyndall,
produzido
pela
luz.
Material
3 coposincoloresdemesmovolume
apontador
alaser com
o
feixe deluz bem
estreito
amidodemilho,
cloreto
de sódio
e
gelatinaincolor
pedaço
de
10
cm
x
10
cm de
cartolina
preta
Procedimentos
ï.
Dissolver uma
colher
dechá de
gelatinaincolor
em um copode água
morna
e
aguardar
que
esf
rìe.
ã.
Misturar
uma
colher
de cháde amidode
milho
em
outro
copode água
à
temperatura
ambiente.
3.
Misturar
uma
colher
de cháde
cloreto
de
sódioem
outro
copo comágua
à
temperatura
ambiente.
rï,
Posicionar
o
cartão
e
o
feixe
de
luz em
lados
opostos
acada
um
doscopos,
conforme
a
figura
abaixo.
n
Solução
e
dispersãocoloidaÍ.
S.
Acendao feixe
e
observe
tanto
a
trajetória
daluz
quanto
amarcaqueelaproduz
na
cartolina
preta.Resíduos:
Diluir
e
jogar
na
pia.
Analise
e
discuta
"1.
Classifique
as
três
dispersões
utilizadas
nesse
experimento
em suspensão,solução oucoloide,
com
base
na
dispersãoda
luz.
ã. Porqueépossível
observar
a
trajetória
dofeixe deluz
dentro
de umadispersão
coloidal
enão
em
uma solução?
3"
Algunsfrascos deremédio apresentamno
rótulo
apalavra"suspensão",como
os
compostos
de
alumínio
e
demagnésio
utilizados
nos
tratamentos
estomacais.Qual
é
oprocedimento
indicadopara queomedicamentoseja
utilizado?
Por
quê?
,e"
Ordene
as
dispersõesemordem crescentepelo
critério
"tamanho
de
partícula".
*.
Utilizando
ofeixe deluz,
testeoutrosmateriais
em sua
casa,
como
ref
resco,
geleia,
refrigerante,
etc.,
e
classifique
também
esses
materiais.
 
l-.:iL
.r:iiiJ
.:it.l
:;1
i.ii:il
,
5
Radiografias
sáo
imagens
produzidas
em
fiÌmes
sen-
síveÌsà
açaode
emissÕes
eletromagnéticas
chamadasde
raios
X,
que, em
determinada
intensidade,
conseguematïavessar
os
chamadostecidos
moles(peie,
artérias,
glândulas,
órgãos
emgeral)
mas
não
conseguematra-
i"rru,
o,
ossos,
produzÌndo
assim
a
imagem
desejada
As
ìmagenssãoformadas
numa
radiografiade
acordo
com
a
ãensldade
do
materialradiografadoe
pelo
seu
contraste
radiológico.
E
quandoosmédicos
precisam
de
imagensdostecidosmolesou
órgãos?
Nãopodemos
distlnguir
umaestrutura
de
outra
se
ambas
possuírem
a
lrr"r-ã
densidade.como
é
o
caso
desses
lecldos'
E
pre-cisoque a
detecção
daestrutura
sejaalterada
porum
materialcontrastante
deoutra
densidade
para
se
lor-
nar
nítida.
Nessecaso,são
utÌlizadosos
chamadoscontrastes'
Os
meiosartìfrciaisdeconlraste
à
base
de
Ìodo
e
bário
apresen[am
alta
densÌdade;
por
isso
são
radiopacos'
São
t:!:!
introduzÌdospor viaoral,retai
ou
intravenosa
Os con-trastessão
dispersÕes
que
se
lornam
fluorescentes
ao
serembombardeadas
pelosraios
X'
produzindo
assimimagensdos
tecidosque
os
contêm.
Esses
contrastes
são
feitol
commateriais
dispersos
em
Óleos
ou
água,for-
mando
soluções,coloidesou
suspensÕes'
No
caso
daanglografia,
o
contraste
é
uma
soluÇão
de
iodo,
chamada
tintura
de contraste
'
Ela
ê
Ìnjetada
na
corrente
sanguÍnea
do
paciente,
f.azendo
com
que
suas
aïtérias
e
veias
apa'Íeçam
com
mais
nltidez
numa
radìografi.a.
Ouìro
contraste
utilizado
é
uma
suspensãode
sulfatode
bário.
Usadopararadiografias
do
aparelho
digestÓ-
rio,
o
sulfatode
bário
também
produz
o
efeito
defluo-
rescência
quando
atravessado
por
raios
X,
formando
umaimagembem
definida
naradiografia'
Disponível
em:
<http://rvw.sc
jelo.br>
Acessoem:
I
set.2009.
lr
{
r
Angiografia,diagnóstico
delesõesem
artérias
e
veias'
r
Radiografiado
intestino
comsuspensãode
sulfato
de
bário'
Como
as
soluçõesusadas
como
meios
de
contrasteradiológico
conseguem
produzir
imagensnasradio-
grafias?
observe
os
rótulos
de
produtos
quevocê
tem
em
casae
verifique
quaís
deÍes
contêm
as
palavras coÍoídes'suspensõesousoluções.
Em
que
categoria
de
produtos
esses
termos
sãomaisfrequentes?27
 
ïfJii::i:::'.*m*neçffim
1.::ii
i:iii::}*SÈflffi
#*
##Wm
=,1
í.ììì
Èjìii
I
',tr
í-:
Determinar
a
concentração
de
saìs
presentesem uma amostrade ógua
salgada.r;:;:'ì;çi;"!tl
i
amostra
de água salgadalamparina
ou
bico de
Bunsen
tripé
e
tela
de
amianto*erlenmeyer
de
125
mL
balança deprecisãode
0,1
g
provetade
25
mL
1
béquer
ou
frascotransparentede
50
mL
*
O material que
compÒe
a
chamada"tela
de
amianto"
é a
cerâmica, embora
o
nome antigotenha sido mantido.
:,'Ì
i..i;
ü,i::
*
!
;'*ì.Ìj,
ì'.!,i:
+
.:.
'
Determinea
massa
do
erlenmeyer
e
anote
(lnrecipiente).
,ì"
Com
auxíliodaproveta,coloque
20
mLda amostra
e
transfira
parao erlenmeyer.
:.
Aqueça
a
mistura
contida
no recipienteaté
secar.
,t"
Aguardeo
resf
riamento
e
meça novamente
â massado
erlenmeyer
(rn,".10;"n,u
*,u,).
'..
Calcule a massa desais
(m,u,)
presenteno recipienteapós
secar:
ffisar
:
ffrecipiente+
sar
mrecipiente.
',.
Determine
a
concentraçãode sólidos
na
amostra
em
g/L
(lembre-sedequeo volume
é expresso
em
Le
que,
portanto,
10
mL
:
1
.10-'z
L).
Resíduos:
Reutilizar
as
amostrasde saispara
preparar
novas
soíuções.
.::11i;i
! !1;
1,11,
i..!
:
.;1r;.1
1
q
:1-1,1
',
Se a
amostraanalisadativesse
sido a
águado maçqualseria
o
soluto
presenteem maiorconcentração?
:.
Calcule
a
concentração
de
sais,
em
glL,na
amostraanalisada.
Quais
as
possíveis
fontes
de erros
nas
etapas
desse
procedimento?
,.
A
águado
mar
é
umasolução ricaem saisquepossuiem média32
qlt.
Sabendo
disso,
quantas
vezesa
amostra
de águasalgadaquevocêanalisoué maisconcentradadoque
a
água
do
mar?
:!,
Desdea
Antiguidade,
o
sal
teve
grande
importância
para
o
ser
humano.
Foi
considerado
por
muitosanosum
artigo
de luxo,
utilizado
como
forma
depagamentode soldados romanos(dando
origem
à
palavra
"salário").
Na
ldade
Média,
por
se
tratar
de umbemessencial,
o
sal
tornou-seum
meio
de
controlepolítico
e
econômico.
Em
1340, na
França,
foi
estabelecido
o
qabelte,impostosobreo
sal,
consideradouma
dascausas
da Revolução
Francesa.
lndÌquealguns dos
usos
do
sal
nos
diasatuais.
ü
41
l:'i"j';::.,.l;t;;i'',ti:;iii

Activity (29)

You've already reviewed this. Edit your review.
Ricardo Soares reviewed this
Rated 4/5
MUITO BOM ESSE MATERIAL COM VARIAS ATIVIDADES!
1 hundred reads
1 thousand reads
Boy Nanet liked this
Boy Nanet liked this
Giovanny Carl liked this
Fábio Ramos liked this
Maciel Lima liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->