Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
16Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Excerto - Ordem de Mariz

Excerto - Ordem de Mariz

Ratings: (0)|Views: 291|Likes:

More info:

Categories:Types, Research
Published by: Filipe Miguel Carvalho Miranda on Aug 31, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/10/2014

pdf

text

original

 
Vitor Manuel Adrião
— Portugal e o Futuro —
A Ordem de Mariz
 
ÍNDICE
I ERA UMA VEZ .................................................................................................................................. 9II À GUISA DE DESABAFO ............................................................................................................... 13III TEURGIA (RESPIGANDO O PASSADO, VISLUMBRANDO O FUTURO) .............. 21IV MONTES SANTOS, ENCLAVES SAGRADOS .................................................................... 55V SANTO EMILIÃO DE MARIZ .................................................................................................... 81VI O DRAGÃO CONQUISTOU A TAÇA! ................................................................................... 93VII XENTRA MOUROS E MISTÉRIOS .................................................................................. 101VIII SINTRA NA MARCHA DO GRAAL ..................................................................................... 115IX O ARCANJO SAKIEL ..................................................................................................................... 127X A VIDA OCULTA DE SINTRA .................................................................................................... 139XI MARIDJ E INICIAÇÃO MARIANA .......................................................................................... 157XII MARIA MADALENA (A SANTIDADE PROSTITUÍDA) ................................................ 165XIII O MISTÉRIO DA “BOCA DO INFERNO” .......................................................................... 185XIV FIAT PACEM (HAJA PAZ)! ..................................................................................................... 201XV O DISCÍPULO FACE À ERA DE MAITREYA ...................................................................... 221XVI ENFIM, AQUARIUS 2005! .................................................................................................... 233XVII OS MUNDOS SUBTERRÂNEOS E A PROFECIA DO REI DO MUNDO .............. 279ADENDO: DUAS FORMAS PARA UMA ESSÊNCIA — PORTUGALIDADEBRASILIDADE = OBRA DIVINA ............................................................................................ 313Entrevista ao Jornal de Tocantins ................................................................................................................. 315Entrevista ao jornal “O Tempo” ..................................................................................................................... 318
 
9
CAPÍTULO I
ERA UMA VEZ...
R
espeitável leitor, chegados que somos a esta Etapa da Evolução Planetária e Huma-na, muito particularmente da Comunidade dos Teúrgicos portugueses, fitando o
GRAN-DE PONTO DE INTERROGAÇÃO (?) DO FUTURO
, ou a hoje “Encruzilhada dos Ca-minhos” sob a égide do Arcano VI, a Consciência impele-me a contar-lhe uma história.Se a aceitará como verdadeira ou apenas mais história, bem, convenhamos que tal decisãosupera quem a conta e só cabe a quem a ouve, pelo que desde já a deixo ao seu cuidado.Faça, pois, o encarecido favor de se acomodar bem e imaginar que está numa noite deinvernia rija, junto à acolhedora lareira da casa. E começa assim:
Era uma vez
... um jovem rapaz que, na agitação dos seus 22 anos de idade, procurava,como afinal toda a gente procura, uma qualquer mas certeira resposta aos seus problemasexistenciais. Era um rapaz como tantos outros, mas, como tantos outros, invés de procuraressa “resposta certeira” nos meios clássicos académicos e (ou) religiosos (mesmo assim,ao que me contou, lá se foi formando doutor, não sem antes ter desejado ser consagradopadre...), semimarginais ante a sociedade geral, dos ocultistas do tempo (espíritas, rosa-crucianos, teosofistas, maçónicos, eubióticos e inclusive teúrgicos...), e chegou mesmo atornar-se, como é uso dizer-se e soa bem, um “expert” no assunto. Até publicou artigosem revistas e boletins da especialidade, e mesmo livros... o rapaz parecia “saber da poda”.Tanta distinção granjeou-lhe a atenção da comunicação social que lhe dedicou manchetesde primeiras páginas, e logo as rádios e televisões igualmente abriram-lhe os micros e ascâmaras. O rapaz tornou-se famoso. Era já uma celebridade, óh se era!... Feliz e contenteesta nossa vedeta das coisas do maravilhoso e do oculto, seguia a sua “vidinha” cheia debrio e vaidade.Ai de quem se lhe interpusesse no caminho. Não podia admitir que houvesse alguémmais perfeito e sábio que ele. Isso nunca! Se houvesse alguém mais perfeito e sábio que

Activity (16)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this
Miguel Fidalgo liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->