Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
87Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Explicações de Alguns VersÍculos BÍblicos Obscuros

Explicações de Alguns VersÍculos BÍblicos Obscuros

Ratings:

4.17

(6)
|Views: 57,818 |Likes:
Published by Cristão bíblico
Russel Norman Champlin (autor das coleções N. T. e A. T. interpretados versículo por versículo, da Editora Hagnos), tão admirado por tantos pastores e seminários evangélicos, é um dos autores que abre brecha ao entendimento da possibilidade da salvação para os mortos não evangelizados, por interpretar, erroneamente, algumas passagens obscuras das Escrituras, tais como: 1 Co 15:29; Ef 4:8-10; 1 Pe 3:19, 4:6; etc., fazendo doutrinas (heréticas) com base nelas, assim como o fazem o Mormonismo, o Catolicismo Romano, etc.
Russel Norman Champlin (autor das coleções N. T. e A. T. interpretados versículo por versículo, da Editora Hagnos), tão admirado por tantos pastores e seminários evangélicos, é um dos autores que abre brecha ao entendimento da possibilidade da salvação para os mortos não evangelizados, por interpretar, erroneamente, algumas passagens obscuras das Escrituras, tais como: 1 Co 15:29; Ef 4:8-10; 1 Pe 3:19, 4:6; etc., fazendo doutrinas (heréticas) com base nelas, assim como o fazem o Mormonismo, o Catolicismo Romano, etc.

More info:

Published by: Cristão bíblico on Oct 04, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/19/2013

pdf

text

original

 
EXPLICAÇÕES DE ALGUNS VERSÍCULOS BÍBLICOS OBSCUROS:
(1 Co 15:29; Ef 4:9; 1 Pe 3:19, 4:6)
“Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos,para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado peloEspírito; os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deusesperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é,oito) almas se salvaram pela água; no qual também foi, e pregou aos espíritos emprisão”
(1 Pe 3:18-20).A maior parte dos teólogos crê que esses versículos significam o seguinte: Jesusem espírito (ou seja, antes de assumir a forma humana) estava em Noé pregando aosseus contemporâneos para que se arrependessem. Isso pode ser depreendido do cap. 1v. 10,11 da mesma carta:
"Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas, queprofetizaram da graça que vos foi dada, indagando que tempo, ou que ocasião de tempo, o Espíritode Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando os sofrimentos que a Cristo haviamde vir, e a glória que se lhes havia de seguir"
. Observe que, na época de Noé, seus ouvinteseram pessoas comuns, mas na época em que Pedro escreveu a carta, os ouvintes deNoé já eram "espíritos em prisão". Então é como se o versículo dissesse o seguinte:"Cristo, em espírito, antes de assumir a forma humana, através de Noé pregou àspessoas que agora são espíritos em prisão". Por que não podem ser demônios? Porque ocap. 3 v. 20 diz que esses "espíritos em prisão" eram "rebeldes" quando a paciência deDeus esperava nos dias de Noé. O texto deixa claro quem são esses personagens, sãoos contemporâneos de Noé e não demônios. Mas por que Jesus não pode ter ido a elesnum período entre seu sepultamento e ressurreição? Por alguns motivos:1) Jesus, quando estava à beira da morte disse: "Está consumado" (Jo 19.30). Isso quer dizer que Ele não tinha nada mais a fazer. Então, o que Ele ia fazer no inferno, se tudo jáestava concluído?2) O brado que o Salvador deu na cruz foi:
"Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito"
! (Lc23.46). O espírito de Jesus foi para as mãos do Pai, não para o inferno.3) Todas as passagens do NT que falam da vitória de Jesus sobre os inimigos de Deusindicam que essa vitória se deu na cruz, e não depois dela (Cl 1.20; 2.14; Hb 2.14).Mas sobre o texto de 1 Pe 4.6 que diz:
"Porque por isto foi pregado o evangelho, também, aosmortos, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessemsegundo Deus, em espírito"
, o que quer dizer esse versículo? Observe o contexto anterior,onde diz que os cristãos estavam sendo rejeitados pela sociedade pagã pelo fato de nãoparticiparem dos seus pecados. A indagação que vinha à mente dos crentes era: "vale àpena? Nossos irmãos foram fiéis e, no entanto, morreram..." Bem, Pedro está dizendoque eles morreram sim, na carne, segundo os homens, mas vivem segundo Deus, emespírito. Daí o raciocínio: "Por isso o evangelho foi pregado também aos que agora estãomortos (na época em que ouviram o evangelho estavam vivos). Morreram segundo oshomens na carne, mas estão vivos em espírito." Alguns querem que esse versículo estejarelacionado ao 3:18,19 mas não está. Ali, Pedro fala sobre os antediluvianos; aqui, falados crentes de sua época que haviam morrido em Cristo. Substitua por essainterpretação e o texto se tornará claro. 1 Pe 3:18-20 pode ser parafraseado assim:"Cristo, em espírito, antes de assumir a forma humana, através de Noé pregou àspessoas que agora são espíritos em prisão". 1 Pe 4:6 assim: "Por isso o evangelho foipregado também aos que agora estão mortos (na época em que ouviram o evangelho,estavam vivos). Morreram segundo os homens na carne, mas estão vivos em espírito."Deus te abençoe. Cleilson Nogueira Trindade - Vilhena/RO (23/09/2008)http://www.abiblia.org/perguntasView.asp?id=16
 Copiado de lista de discussão na Internet, por Humberto Fontes.
 
“No qual também foi, e pregou aos espíritos em prisão”
(1 Pedro 3:19)
Existe uma segunda oportunidade de salvação após a morte?
Qual é o sentido de 1 Pedro 3:19, que se refere à pregação de Cristo aos espíritosem prisão no Hades? Pregou Cristo a eles, dando-lhes a oportunidade de salvar-se, apósterem morrido? Se examinarmos essa sentença cuidadosamente, em seu escopo total,descobriremos que a passagem não ensina tal coisa – pois contrariaria Hebreus 9:27: “...aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo”.Na versão NASB, 1 Pedro 3:18-20 foi traduzido assim: “Porque Cristo morreu pelospecados, de uma vez por todas, o justo pelos injustos, para conduzir-nos a Deus, tendosido sentenciado à morte na carne, mas vivificado no espírito; no qual ele foi também efez proclamação aos espíritos agora na prisão, que outrora foram desobedientes, quandoa paciência de Deus esperou nos dias de Noé, durante a construção da arca, pela qualuns poucos, isto é, oito pessoas, se salvaram das águas”. Observamos, pela traduçãoacima, que o verbo que se traduz por “pregou” em KJV o equivale ao grego
euangelizomai 
(“pregar ou levar boas-novas”), que certamente significaria que depois desua crucificação Cristo realmente levou uma mensagem de salvação às almas perdidasno Hades; antes, o verbo é
ekéryxen
, derivado de
kérysso
(“proclamar uma mensagem”,da parte de um rei ou potentado). O que o v. 19 diz na verdade é que Cristo fez umaproclamação às almas que estavam aprisionadas no “Sheol” – ou Hades.O conteúdo dessa proclamação não é claro para nós, mas há duas possibilidades:1) a proclamação feita pelo Cristo crucificado no Hades a todas as almas dos mortos podeter sido essa: o preço do pecado havia sido pago, e todos os que haviam morrido na fédeveriam aprontar-se para subir ao u, o que ocorreria logo, no domingo daressurreição, ou da Páscoa.2) a proclamação poderia dizer respeito àquela urgente advertência que Noé havia feito àsua própria geração, no sentido que se refugiassem na arca, antes que o grande dilúviodestruísse toda a raça humana. Dessas duas opções, a primeira diz respeito a umaocorrência real (cf. Efésios 4:8); essa proclamação teria sido feita a todos os habitantesdo Hades, em geral, ou então só aos redimidos, em particular. Mas a segunda parece ter sido a proclamação que Pedro tinha em mente aqui, visto que a única audiênciamencionada é a geração de Noé, aprisionada no Hades, aguardando o julgamento final.Esse versículo significa, então, que Cristo, mediante o Espírito Santo, solenementeadvertiu os contemporâneos de Noé, por meio do próprio Noé (conforme descrição em 2Pedro 2:5) como “pregador [ou ‘arauto’]da justiça”. Observe-se que “pregador” nesteversículo é
kéryka
, a mesma raiz de
ekéryxen
a que se refere 1 Pedro 3:19.Portanto, parece-nos muito evidente que a passagem discutida nos assegura queaté mesmo naqueles tempos antigos, nos dias de Noé, de pré-encarnação, o Verboestava interessado na salvação dos pecadores. Assim é que o ato pelo qual a família deNoé se salvou mediante a arca foi um evento profético, apontando para a provisãograciosa de Deus pela expiação substitutiva numa cruz de madeira – à semelhança doinstrumento de livramento, a arca, que salvou Noé do julgamento divino sobre ahumanidade culpada. Em ambos os casos apenas os que pela fé se refugiam no meio desalvação proposto por Deus podem livrar-se da destruição.Esse relacionamento entre tipo/antítipo é equacionado com clareza em 1 Pedro3:21: “a qual, figurando [ARA traduz assim
antitypon
] o batismo, agora também vos salva,não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação [
epérótéma
] de uma boaconsciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo”. Em outraspalavras, o arrependimento do pecado e a confiança só em Cristo, para a salvação combase em sua expiação e ressurreição, são os elementos que suprem o livramento dopecador culpado e tornam possível que esse obtenha “uma boa consciência”, com base
 
na convicção de que todos os seus pecados foram pagos completamente pelo sangue deJesus.Diante da geração de Noé, correspondendo ao mundo perdido dos dias de Pedro(e de todas as gerações a partir de então, podemos ter certeza disto), somos forçados aconcluir que a proclamação a que se refere o v. 19 ocorreu, não quando Cristo desceu aoHades, após sua morte no Calvário, mas em Espírito, o qual falou pela boca de Noé,durante aqueles anos em que a arca era construída (v. 20). Portanto, o v. 19 nenhumaesperança oferece de uma “segunda oportunidade” para aqueles que rejeitaram Cristodurante sua vida aqui na Terra.
Fonte:
Enciclopédia de Dificuldades Bíblicas, Gleason Archer, Editora Vida, págs. 454-455.
OUTRA EXPLICAÇÃO:1 PEDRO 3:19 – Pedro apóia a idéia de que uma pessoa pode ser salva depois damorte?PROBLEMA:
Em 1 Pedro 3:19 lemos que, após a morte, Cristo “foi e pregou aos espíritosem prisão”. Mas a Bíblia diz também que “aos homens está ordenado morrerem uma sóvez, vindo, depois disto, o juízo” (Hb 9:27). Esses dois versículos parecem ensinar posições mutuamente opostas.
SOLUÇÃO:
A Bíblia é clara quanto a não haver uma segunda oportunidade para asalvação, depois da morte (cf. Hb 9:27). O livro do Apocalipse registra o Julgamento doGrande Trono Branco, no qual aqueles cujos nomes não são encontrados no livro da vidasão lançados no lago de fogo (Ap 20:11-15).Lucas nos informa de que, depois da morte, a pessoa vai ou para o céu (para oseio de Abraão) ou para o inferno, e há um grande abismo entre o céu e o inferno, deforma que “os que querem passar” de um lado para o outro “não podem” (Lc 16:26). Todaa urgência que há de se responder a Deus nesta vida, antes da morte, dá ainda umrespaldo adicional ao fato de que não há esperança além do túmulo (cf. Jo 3:36; 5:24).Há outros modos de se entender essa passagem, sem o envolvimento de umasegunda oportunidade de salvação após a morte. Alguns alegam que não está claro que afrase "espíritos em prisão" seja uma referência a seres humanos, argumentando que emparte alguma da Bíblia essa expressão é aplicada a seres humanos no inferno. Declaramque esses espíritos são anjos caídos, já que os "filhos de Deus" (anjos caídos, veja Jó1:6; 2:1; 38:7) foram "desobedientes... nos dias de Noé (1 Pe 3:20; cf. Gn 6:1-4).Pedro pode estar se referindo a isso em 2 Pedro 2:4, onde ele menciona os anjospecando, imediatamente antes de referir-se ao dilúvio (v. 5). Em resposta, argumenta-seque os anjos não se casam (Mt 22:30), e que certamente eles não poderiam relacionar-se

Activity (87)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
1 hundred thousand reads
Roberto Godoy liked this
Jessica Jel liked this
Daniela Ferrari liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->