Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
As Sete Faces Do Dr. Lao

As Sete Faces Do Dr. Lao

Ratings: (0)|Views: 94|Likes:
Published by sam rad

More info:

Published by: sam rad on Sep 04, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/14/2013

pdf

text

original

 
 
 
 
As Sete Faces do Dr. Lao
Emsua edição de 3 de agosto, a
Tribuna Mautina
de Abalone,Arizona,publicou na quinta página um anúncio de oito colunas por63em.Em tipos que variavam do corpo seisao 72,o anúncioalava de um circo a ser inauguradoem Abalone naquele dia;as barracas seriam armadas numterreno baldio às margens do rio Santana, uma área vazia cercada por casas e habitações de todaespécie. Redigido em tom bombástico, o anúncio fazia afirmativasa quepossivelmente nem mesmo PhineasTaylor Barnumse atreveria. Reivindicava para o elenco feminino do espetáculo uma formosura sem par em qualquerépoca áurea da beleza ou da cultura fisica.Amente humana nãoera capaz deconceber beleza como a das mulheresque ornamentavam aquela companhia.Mesmo que toda a raçahumana existissepara produzir beleza feminina,como ogado Jerseyexiste para produzir manteiga,ainda assimnão poderia havermulheres maislindas do que asdaquele espetáculo... Não,aquelaseram as mais belasdamas do mundo, não só do mundo deho je,como desde o princípio dostempos e enquanto existir o mundo
.
 
Os animais selvagens em exibição não eram menos sensacionais.Nada de elefantes, tigres, hienas, ursos polares ou hipopótamos;todos já haviam visto esses animais, muitas vezes.Hoje em dia, ver um leão africano era tão comum quanto contemplarum aeroplano. Aquele circo mostraria animais que nenhumhomem já tinha visto; bestas mais ferozes que todos os sonhos deferocidade; serpentes mais ardilosas que toda concepção deastúcia; híbridos mais estranhos que todos os pesadelos da fantasia.
 
Além disso, em espetáculos secundários o circo apresentariaseres infernais, troféus macabros de conquistas antigas, ressurretossuper-homens da Antigüidade. Nada de sopra dores de vidro,gênios que se materializavam na fumaça de cigarros ou engolidoresde fogo, mas monstros de carne e osso, concebidos em cérebroshistéricos e não em ventres enfermos.Havia também um adivinho. Não uma cigana de máprosódia, nem uma loura gorda resmungando tolices a respeito dehomens morenos na vida de mulheres que a consultassem, nemum místico de turbante ciciando horóscopos.Não, esse adivinhosequer seria visto, muito menos tomaria a mão do consulente e lhediria generalidades sobre sua linha da vida. Anônimo, protegidopelo véu do mistério, ele lhe comunicaria fatos predeterminadosque lhe sucederiam no decorrer dos anos. A menos que se desejasserealmente conhecer a verdade sobre o futuro, não convinha entrarem sua barraca, pois nunca, em circunstância alguma, elementia a respeito do que estava para acontecer. E mais ainda:após conhecer seu futuro, não seria absolutamente possível aoconsulente evitar seus aspectos desagradáveis. Entretanto, o adivinhonão preveria coisa alguma de economia ou política internacional.Era perfeitamente capaz de fazê-lo, naturalmente, mas agerência constatara que tais profecias, por serem invariavelmenteexatas, haviam sido utilizadas, no passado, em desleal e inescrupulosoproveito próprio por parte de políticos e financistas; o quefora feito visando à humanidade redundara em ganho pessoal eisso não era ético.Havia também um espetáculo só para homens, antes educativoque pornográfico. Não proporcionaria a visão de bodes hermafroditasou garanhões concupiscentes em cenas sensuais commulheres; tampouco se tratava de rotineiros números de
striptease.
Dentre dramas eróticos e sonhos de tempos imemoriais,haviam-se selecionado aqui uma figura, ali um episódio, acoláuma visão fugaz, todas as quais, combinadas, produziam um efeitoque nenhum homem mediano esqueceria em muitos dias, ou,aliás,gostaria de recordar muito vividamente. Devido ao caráter

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->