Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
P-422 - No Pêndulo do Tempo - Hans Kneifel

P-422 - No Pêndulo do Tempo - Hans Kneifel

Ratings: (0)|Views: 44 |Likes:

More info:

Categories:Topics, Art & Design
Published by: raphaelfernandesroch on Sep 08, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/15/2013

pdf

text

original

 
 
NO PÊNDULODO TEMPLO
 Autor 
HANS KNEIFEL
Tradução
AYRES CARLOS DE SOUZA
 Revisão
ARLINDO_SAN
(De acordo,
dentro do possível 
, com o Acordo Ortográfico válido desde 01/01/2009)
(P-422)
 
 No Sistema Solar, os calendários registram o fim demaio do ano 3.433. Com isto, passaram-se dois anos e meiodesde que o Sol e todos os seus satélites foram trasladados para o futuro, em cinco minutos, no “Dia Laurin”, tornando- se invisível ao restante do Universo. Neste espaço de tempo relativamente curto, a Humanidade solar e os descendentes de terranos que vivem fora do Sistema Solar já passaram por pesadas crises, queentretanto puderam ser conciliadas sem que setransformassem em ações de guerra ou conflitos políticos.Um problema, entretanto, ainda o foi afastadointeiramente e este problema tem cada dia maisimportância para os terranos de Perry Rhodan! É o recém-descoberto salite solar, cujos impulsos, lenta, mas seguramente, ameaçam transformar o Sol numa nova.O Sol arde — e o Satélite da Morte não se deixadesligar nem se pode torná-lo inofensivo com os meios que a Humanidade presentemente tem a seu dispor. Só existe umcaminho que poderia levar ao êxito — o caminho através dotempo. Porém, antes que esse caminho possa ser trilhado(afinal de contas, o novo deformador de tempo-zero aindanão foi inventado), surge um novo perigo adicional. Estranhos penetram no Sistema Solar e ocupam oSatélite da Morte. Os misteriosos estranhos o os Pendulares do Tempo! Ou, conforme o título escolhido: osmisteriosos estranhos vivem No Pêndulo do Tempo.
= = = = = = =
Personagens Principais:
= = = = = = =
 Ratschat 
e
 Lecufe
— Dirigentes de uma estação de tempo.
 Perry
 
 Rhodan
Fundador e Administrador-Geral doImpério Solar da Humanidade.
 Atlan
— Lorde-Almirante da USO.
 Alaska
 
 Saedelaere
e
 Lorde
 
 Zwiebus
O lesado potransmissor e o neandertalense sentem a presença dos pendulares do Tempo.
Geoffry
 
 Abel 
 
Waringer 
Primeiro Senador-Cientista doImpério Solar.
Galbraith
 
 Deighton
— Chefe da Contra-Espionagem Solar esensomecânico.
 
A idade de cada cultura determina os limites do horizonte do seu Universo. Quantomais velha for esta cultura, quanto mais ela se desenvolveu com continuidade — e aquieste era o caso — mais estes limites foram ampliados. Na revolução solar de número quatro mil cento e cinquenta, da cultura planetária, olimite era de quatro vezes dez elevado a cinco medidas de comprimento, expressado emum quadragésimo milésimo do diâmetro equatorial do planeta natal. Mil e quinhentasrevoluções solares depois, este limite tinha se alargado, como a parede externa de umaesfera que se expande em um vírgula dez elevado a nove — que era o planeta maisexterno deste sistema solar. As primeiras conexões sobre a natureza do cosmo foramreconhecidas, e o raciocínio puro, especulativo, aproximou-se dos problemas reais. Ohomem movimentava-se ainda, na pesquisa e nas especulações, dentro do mundo visíveldo macrocosmo que era possível ser alcançado oticamente.Já um quarto de século mais tarde, os poderosos refratores desta raça avançavam atéas primeiras estrelas que rodeavam o sistema solar natal. Ficou reconhecido exatamente,que o sol natal era apenas uma estrela entre estrelas. Em analogia com a pesquisa real, os pensamentos dos cientistas já se apoderavam das últimas fronteiras do visível.Mais ainda:Eles já avançavam para o plano de existência superior. Foram esboçados um sem--número de designações e teses, que foram novamente rejeitadas, demonstrando-se as primeiras probabilidades. O macrocosmo visível era uma área subordinada a um sistemade referência invisível, que o encerrava, envolvia e, à sua maneira, ainda era totalmentemisterioso.Adiante... mais profundamente... mais para o alto!Um século mais tarde rompiam-se as primeiras teorias, que se ocupavam com aunidade da massa estelar. Os limites mensuráveis da exploração agora tinham alcançadouma magnitude fantástica — dez unidades de medida elevado a 18. As fronteiras da própria Via Láctea foram reconhecidas. Ao mesmo tempo ficou-se sabendo, depois daeliminação de erros e um novo raciocínio, que a Via Láctea — formada como umagirândola gigantesca — era apenas uma entre muitas. Começou-se a contar galáxias.Quando, meio culo mais tarde, se tinha um número quase infinito delas, osinstrumentos cada vez melhores tinham captado os limites do mundo visível — duasvezes dez unidades de medida elevado a vinte e dois. Ao mesmo tempo partia um foguete primitivo, levando um planetário ao planeta vizinho. Ele jamais voltou. O que lhe seguiu,três revoluções solares mais tarde, descobriu o seu foguete e encontrou o seu camarada,cujo rosto (o ar quente do planeta o conservara) mostrava uma expressão de surpresa, nahora da morte.Como se ele tivesse alcançado uma fronteira nova, pensando numa nova ideia até ofim.E era assim.Descobriu-se a nova dimensão. Descobriu-se, de forma puramente matemática a princípio, depois através de pesquisa de grandeza estacionaria; uma zona na qual osespaços visíveis se sobrepunham como células globulares que se justapõem nas suas bordas, difundindo o seu conteúdo de um lado para o outro.O homem ocupou-se durante dois milênios com este sobre-espaço.E então as poderosas espaçonaves, moderníssimas, trovejaram através do cosmo.Eles sabiam não apenas como saltar de planeta a planeta, mas também utilizavam estazona que não podia ser definida exatamente entre os espaços quadridimensionais, deformato globular e finitos, para saltar de um destes espaços para outro, e assim chegar aos

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->