Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword or section
Like this
1Activity

Table Of Contents

0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Os orfãos de Jânio - Millôr Fernandes

Os orfãos de Jânio - Millôr Fernandes

Ratings: (0)|Views: 114|Likes:
Published by Gustavo Lemos

More info:

Published by: Gustavo Lemos on Sep 16, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/16/2013

pdf

text

original

 
ORFÃOS DE JÂNIO – página 1
Millôr Onlinewww.millor.com.br
OS ÓRFÃOS DE JÂNIO
De Millôr FernandesImportante para a interpretaçãoMinha última peça,
É...,
é um discurso sobre a falência das ideologias.Mais obviamente, coisa que foi notada pela maioria absoluta dos espectadores,é um trabalho sobre a inutilidade das teorias. Todas as palavras, ações ereferências, inclusive a mitos (deuses gregos), emprestam-lhe o claro eangustiante clima, sempre presente em tudo que tenho feito – inclusive nasartes plásticas – a partir de determinado momento de minha vida: o sentidometafísico da existência, a teoria ocasional da vida e, conseqüentemente, daHistória. Não há leis.Claro, isso foi transformado, pela eterna minoria reacionária mafiosa e,sobretudo, simplória, da pobre imprensa brasileira, numa “peça de costumes”!,numa “relação de casais”!!, numa, Deus do céu!, “comédia de bulevar”!!!
Sancta Simplicitas!
Por isso deixo assinalado aqui, para evitar, pelo menos, equívocosiniciais, que, nesta peça (apesar de seu conteúdo intensamente político sercapaz de fazer algumas peças ditas políticas parecerem teatro infantil), oconteúdo político não é o mais importante. Esta é, basicamente, uma peçasobre a angústia humana.
 
ORFÃOS DE JÂNIO – página 2
M. F.PERSONAGENSBarman – Negro. Um símbolo quase silencioso. O Autor?Conceição – Branca. Uma funcionária pública que amava Jânio.Beto – Negro. Um cantor que esteve lá em cima. (Apesar de suasafirmativas, não deve ficar definido se é homossexual, ou não. Atitudesagressivas, vagos maneirismos.)Nelita – Branca. Uma moça que se emancipou. Ainda usa alguns colarese anéis, restos do tempo em que foi “A Rainha dos Berloques”.Carlos – Branco. Jornalista, isto é, prisioneiro de uma profissãoexcessivamente vulnerável.Gilda Branca. Uma diletante que jamais entendeu bem o enredo.Apenas uma, da turma.
 A Concetta de Napole e Maria Viola Fernandes, de um outro mundo.“We must not then add but rather lead and ballast to the understanding,to wings, prevent its jumping or flying.”
 Bacon. Novum Organum, I, 104.
 
ORFÃOS DE JÂNIO – página 3
Este pensamento vai no original não por pedantismo, mas para dificultarainda mais sua compreensão. Aprendi isso observando o comportamento deinúmeras lideranças.M. F.OS ÓRFÃOS DE JÂNIOATO I
Cenário
(Bar, meio fechado. Não um bar ostensivamente de luxo, um bar  fingidamente sem luxo. Tipo Vilarino, na Av. Presidente Wilson, 68. Na frente,uma loja, que pode ou não ser vista, onde se vendem bebidas, queijos,conservas e coisas do gênero. Na parte do bar propriamente dito, onde sedesenrola a ação, as mesas são simples, com tampos grossos, de mármorebranco. Em volta, caixotes, sacos etc.)
A representação deve ser feita em
arena. Atenção, Direção e Atores:
Os personagens fazem referências indiscriminadas a posições políticas,sociais e artísticas. Gozam, criticam e atacam, segundo vários pontos de vista.Portanto, nesta peça, mais do que em qualquer outra, é extremamente perigosoalterar ou omitir palavras e frases, sem uma visão total do conjunto.
(Blecaute. Durante 30 segundos. Ouve-se, forte, o som de fita degravador, voltando. Luz sobe em resistência. Em cena, o Barman que, durante

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->