Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword or section
Like this
14Activity
×

Table Of Contents

0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
20081001

20081001

Ratings:

5.0

(1)
|Views: 43,421|Likes:
Published by anon-82259

More info:

Published by: anon-82259 on Oct 13, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

05/06/2013

pdf

text

original

 
JUSTIÇA DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO
ANO IV Edição 902 BELÉM-PA, QUARTA-FEIRA, DE OUTUBRO 2008.
SUMÁRIO
SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO E ESPECIALIZADAS...........................1
 
TURMA.............................................................................................................1
 
TURMA.............................................................................................................9
 
DESEMBARGADOR LUIZ ALBANO MENDONÇA DE LIMA..........................10
 
DESEMBARGADOR JOSÉ MARIA QUADROS DE ALENCAR......................10
 
DESEMBARGADORA ODETE DE ALMEIDA ALVES.....................................10
 
DESEMBARGADOR GABRIEL NAPOLEÃO VELLOSO FILHO.....................11
 
DESEMBARGADORA VANJA COSTA DE MENDONÇA................................11
 
GABINETE DA PRESIDÊNCIA..........................................................................11
 
GABINETE DA VICE-PRESIDÊNCIA................................................................11
 
1ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................14
 
2ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................16
 
3ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................17
 
4ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................19
 
5ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................20
 
7ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................22
 
8ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................24
 
9ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM..............................................................25
 
10ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................26
 
11ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................29
 
12ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................30
 
13ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................31
 
14ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................32
 
15ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................34
 
16ª VARA DO TRABALHO DE BELÉM............................................................35
 
CENTRAL DE ATENDIMENTO – DISTRIBUIÇÃO DE BELÉM........................36
 
1ª VARA DO TRABALHO DE ABAETETUBA..................................................38
 
2ª VARA DO TRABALHO DE ABAETETUBA..................................................38
 
TOMADA DE RECLAMAÇÃO DE ALTAMIRA.................................................39
 
1ª VARA DO TRABALHO DE ANANINDEUA...................................................39
 
2ª VARA DO TRABALHO DE ANANINDEUA...................................................40
 
3ª VARA DO TRABALHO DE ANANINDEUA...................................................41
 
4ª VARA DO TRABALHO DE ANANINDEUA...................................................42
 
SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO DE ANANINDEUA............................................42
 
TOMADA DE RECLAMAÇÃO DE BREVES......................................................43
 
VARA DO TRABALHO DE CAPANEMA...........................................................43
 
VARA DO TRABALHO DE CASTANHAL.........................................................43
 
VARA DO TRABALHO DE LARANJAL DO JARI – MONTE DOURADO.......43
 
1ª VARA DO TRABALHO DE MACAPÁ...........................................................44
 
2ª VARA DO TRABALHO DE MACAPÁ...........................................................46
 
3ª VARA DO TRABALHO DE MACAPÁ...........................................................48
 
4ª VARA DO TRABALHO DE MACAPÁ...........................................................50
 
SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO DE MACA....................................................51
 
1ª VARA DO TRABALHO DE MARABÁ...........................................................53
 
2ª VARA DO TRABALHO DE MARABÁ...........................................................54
 
SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO DE MARABÁ....................................................55
 
VARA DO TRABALHO DE ÓBIDOS..................................................................57
 
VARA DO TRABALHO DE PARAGOMINAS....................................................57
 
1ª VARA DO TRABALHO DE PARAUAPEBAS...............................................57
 
2ª VARA DO TRABALHO DE PARAUAPEBAS...............................................60
 
SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO DE PARAUAPEBAS........................................64
 
VARA DO TRABALHO DE REDENÇÃO...........................................................65
 
1ª VARA DO TRABALHO DE SANTARÉM.......................................................66
 
SERVIÇO DE DISTRIBUIÇÃO DE SANTARÉM................................................67
 
1ª VARA DO TRABALHO DE TUCURUÍ...........................................................67
 
2ª VARA DO TRABALHO DE TUCURUÍ...........................................................67
 
VARA DO TRABALHO DE XINGUARA.............................................................68
 
TOMADA DE RECLAMAÇÃO DE XINGUARA.................................................68
 
PUBLICAÇÕES ADMINISTRATIVAS DA PRESIDÊNCIA................................70
 
PUBLICAÇÕES ADMINISTRATIVAS DA CORREGEDORIA...........................72
 
SERVIÇO DE MATERIAL E PATRIMÔNIO.......................................................72
 
VALOR DO EXEMPLAR AVULSO: R$ 2,50
SABE ONDE ENCONTRAR OS EXEMPLARES DODIÁRIO OFICIAL DA JUSTIÇA DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO?1. EM BELÉM
SETOR DE REPROGRAFIA E IMPRESSÃO DE DOCUMENTOSHORÁRIO – 8 às 13 horasTérreo do Prédio SedeTravessa D. Pedro I, 746 – Umarizal – Belém-PA
2. FORA DA SEDE
NAS SECRETARIAS DAS VARAS DO TRABALHOHORÁRIO – 8 às 13 horas
ACESSE A VERSÃO
ON LINE 
DO DIÁRIO OFICIALNO PORTAL DA JUSTIÇA DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO
 
 
SECRETARIA DO TRIBUNAL PLENO E ESPECIALIZADAS
 NOTIFICAÇÃO Nº 100/2008PARA APRESENTAÇÃO DE CONTRA-RAZÕES
 Pela presente publicação, ficam
 NOTIFICADOS
os RECORRIDOS:PAULO ROBERTO RODRIGUES VIEIRA E OUTROS
(Doutor Paulo Albertodos Santos),
para apresentarem, querendo, CONTRA-RAZÕES aoRecurso Ordinário de folhas 2839/2852, no prazo legal, noseguinte processo: PROCESSO
TRT-8ª/PL/AG 00448-2007-000-08-00-4
RECORRENTE: UNIÃO FEDERAL
 
(Doutor Michel Amazonas Cotta).Belém, 30 de setembro de 2008NARLICELMA SOBRAL SANTOS RAMOSSecretária do Tribunal Plenoe das Seções Especializadas
2ª TURMA
RELAÇÃO DE ACÓRDÃOSNº 062/2008 - 2ª TURMA (turma2@trt8.gov.br- fone: 40087260)JULGADOS EM 22/09/2008
 
2
 
Edição nº 902Belém-PA, quarta-feira, 1º de outubro de 2008.
Diário Oficial
JUSTIÇA DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO
 
PODER JUDICIÁRIOJUSTIÇA DO TRABALHOTRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃODESEMBARGADOR JOSÉ EDÍLSIMO ELIZIÁRIO BENTES
Presidente
 DESEMBARGADORA FRANCISCA OLIVEIRA FORMIGOSA
Vice-Presidente
DESEMBARGADORA PASTORA DO SOCORRO TEIXEIRA LEAL
Corregedora RegionalDESEMBARGADORES FEDERAIS DO TRABALHO
VICENTE JOSÉ MALHEIROS DA FONSECAROSITA DE NAZARÉ SIDRIM NASSARGEORGENOR DE SOUSA FRANCO FILHOLUIZ ALBANO MENDONÇA DE LIMAJOSÉ MARIA QUADROS DE ALENCARELIZABETH FÁTIMA MARTINS NEWMANODETE DE ALMEIDA ALVESFRANCISCO SÉRGIO SILVA ROCHASUZY ELIZABETH CAVALCANTE KOURYHERBERT TADEU PEREIRA DE MATOSALDA MARIA DE PINHO COUTOGRAZIELA LEITE COLARESGABRIEL NAPOLEÃO VELLOSO FILHOMARCUS AUGUSTO LOSADA MAIAMARIO LEITE SOARESVANJA COSTA DE MENDONÇASULAMIR PALMEIRA MONASSA DE ALMEIDALUIS JOSÉ DE JESUS RIBEIROMIGUEL RAIMUNDO VIEGAS PEIXOTOPublicação dos atos da Justiça do Trabalho da 8ª Região, daEscola da Magistratura da 8ª Região e doMinistério Público do Trabalho da 8ª Região
 
 ________________________________ 
 
SECRETARIA ADMINISTRATIVASETOR DE REPROGRAFIA E IMPRESSÃO DE DOCUMENTOS –SRID
 Tv. D. Pedro I, 746, Térreo – Bloco A, Sala 001 – UmarizalCEP: 66.050-100 – Belém – ParáFone/Fax: (91) 4008-7105Internet:http:/  /www.trt8.gov.br /diario 
E-Mail 
COORDENAÇÃO
GEORGE ROCHA PITMAN JÚNIORDiretor da Secretaria Administrativa
 
EDITORAÇÃO E DIAGRAMAÇÃO
MILTONIEL NARCISO SOBRAL SANTOSEncarregado do SRID
 
FRANCISCO DE ASSIS MARTINS DIASTécnico JudiciárioCARLOS AUGUSTO FREITAS DOS SANTOSTécnico Judiciário
 
ASSINATURA SEMESTRAL
VERSÕES FÍSICA + ON-LINE..........................................R$ 150,00VERSÃO ON-LINE............................................................R$ 80,00
01. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00227-2008-108-08-00-6 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTES: ANTONIO DESTERRO GOMES MARTINS (Dr.Klinger da Silva Santos e outros) e ANTLANTICA SERVIÇOS GERAISLTDA (Drª. Vivian Cardoso Rodrigues e outros). RECORRIDOS: OSMESMOS e ATLÂNTICA SEGURANÇA TÉCNICA LTDA (Drª. Vivian CardosoRodrigues). RELATOR: Desembargador Federal do Trabalho HerbertTadeu Pereira de Matos.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOS TERMOS DOARTIGO 895, § 1º, IV, DA CLT, A SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIOTRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO
DECIDIU,
UNANIMEMENTE, CONHECER DOS RECURSOS ORDINÁRIOS; NO MÉRITO, SEMDIVERGÊNCIA, NEGAR-LHES PROVIMENTO, MANTENDO A R. SENTENÇA EMTODOS OS SEUS TERMOS,
POR SEUS PRÓPRIOS FUNDAMENTOS, INCLUSIVEQUANTO ÀS CUSTAS, ALÉM DOS APRESENTADOS PELO EXMºDESEMBARGADOR RELATOR, ASSIM SINTETIZADOS
: "1. CONHECIMENTO.CONHEÇO DO RECURSO, POIS SATISFEITOS OS REQUISITOS DEADMISSIBILIDADE. 2. MÉRITO DO RECURSO ORDINÁRIO DA RECLAMADA.A) EXISTÊNCIA DE GRUPO ECONÔMICO. NULIDADE DO TRCT.RETIFICAÇÃO DA CTPS. ATIVIDADES-FINS E CONSTITUIÇÕES (CNPJ)DISTINTAS. IMPROCEDÊNCIA DE DIFERENÇAS SALARIAIS. SEM RAZÃO.OS INTERROGATÓRIOS DAS PARTES E DEPOIMENTO TESTEMUNHAL DE FLS.118/119, EMBASAM AS RAZÕES PARA MANUTENÇÃO DA R. SENTENÇA.PELOS MESMOS MOTIVOS NEGO PROVIMENTO AO APELO E MANTENHOTAMBÉM A CONDENAÇÃO AO PAGAMENTO DAS DIFERENÇAS SALARIAIS COMBASE NA REMUNERAÇÃO PAGA AOS VIGILANTES, NO PERÍODO DE15.05.2006 A 21.12.2006, COMPROVADO QUE O AUTOR LABORAVA NESSAFUNÇÃO E NÃO NA DE AUXILIAR OPERACIONAL. O INTERROGATÓRIO DAPREPOSTA DAS RECLAMADAS, À FL. 118V, DEIXA TRANSPARECER QUE OAUTOR LABORAVA NOS POSTOS DE VIGILÂNCIA SITUADOS NA ÁREA DOPROJETO JURUTI, E SEMPRE NA JORNADA DE 12 X 36, E AFIRMA QUEAS RECLAMADAS SEGUEM AS NORMAS COLETIVAS QUE REGEM OSVIGILANTES, TORNANDO-SE, PORTANTO, APLICÁVEL IN CASU O SALÁRIOESTIPULADO PARA ESSA CATEGORIA. RECURSO IMPROVIDO. C)RECONHECIMENTO DA UNICIDADE CONTRATUAL. SEM RAZÃO. NÃO HÁ QUESE FALAR EM OCORRÊNCIA DE RESCISÃO ANTECIPADA DE CONTRATO DEEXPERIÊNCIA, APENAS PAUTADO NO TRCT, ANTE AS CIRCUNSTÂNCIASEXTRAÍDAS DOS CITADOS INTERROGATÓRIOS. RECURSO IMPROVIDO. 2.2.OBJETO DO RECURSO ORDINÁRIO DO RECLAMANTE. A) DIFERENÇAS DEHORAS EXTRAS COM 50% E 100% RECONHECIDAS E PAGAS NOSCONTRACHEQUES E NÃO PAGAS E REFLEXOS. REGIME DE 12X36. ACORDOCOLETIVO. SEM RAZÃO. HÁ ACORDO COLETIVO FIRMADO PELOSSINDICATOS SINDIVIPA E SINDESP, (FLS. 96/105), NO QUAL ÉEXPRESSAMENTE PREVISTA A POSSIBILIDADE DE APLICAÇÃO DA JORNADADE 12X36, EM 27/9/2005, FACULTADA PELA CONVENÇÃO COLETIVA DEFLS. 73/92, QUE EM SUA CLÁUSULA OITAVA TRATA SOBRE O REGIME DE12X36. NEGO PROVIMENTO AO APELO E MANTENHO A R. SENTENÇA PORSEUS FUNDAMENTOS. B) DESCONTOS PREVIDENCIÁRIOS EFISCAIS.PERDAS E DANOS EM VALOR IGUAL AO DAS CONTRIBUIÇÕESPREVIDENCIÁRIAS E FISCAIS, COM FUNDAMENTO NO ART. 159, 879, E1056, DO CC. SEM RAZÃO O AUTOR, EIS QUE A PARCELA OBJETO DACONDENAÇÃO APENAS ESTÁ A SER RECONHECIDA NESTA VIA JUDICIALTRABALHISTA. TAMPOUCO SE HÁ FALAR EM INDENIZAÇÃO POR PERDAS EDANOS, POR DECORRER POR IMPOSIÇÃO LEGAL, POR SER INCABÍVEL ÀESPÉCIE, COMO PORQUE NÃO COMPROVADOS NESTES AUTOS, PELO AUTOR.
02. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00119-2008-014-08-00-7.
RECORRENTE: CONCEICAO DE MARIA LIMA BATISTA (Dr. Silvio SergioSilva Barroso e outros). RECORRIDO: ESTADO DO PARA - SETER(Procurador: Dr. Fabio Guy Lucas Moreira). RELATOR:Desembargador Federal do Trabalho Vicente Jose Malheiros daFonseca.
EMENTA:
COMPETÊNCIA MATERIAL DA JUSTIÇA DO TRABALHO.CONTRATO DE SERVIDOR TEMPORÁRIO IRREGULAR. RELAÇÃO DE EMPREGOCOM O ENTE PÚBLICO. VÍNCULO CONTRATUAL E NÃO ESTATUTÁRIO.CONTRATO NULO. EFEITOS. I - A Justiça do Trabalho écompetente, em razão da matéria, para processar e julgar osfeitos decorrentes da contratação irregular de servidortemporário, por entes públicos. Existência de vínculocontratual e não estatutário. Orientação Jurisprudencial nº205, da SDI-1, do C. TST. II - "A contratação de servidorpúblico, após a CF/1988, sem prévia aprovação em concursopúblico, encontra óbice no respectivo art. 37, II e § 2º,somente lhe conferindo direito ao pagamento da contraprestaçãopactuada, em relação ao número de horas trabalhadas,respeitado o valor da hora do salário mínimo, e dos valoresreferentes aos depósitos do FGTS". (Súmula nº 363, do C. TST.Nova redação - Res. 121/2003, DJ 21.11.2003). Tese majoritáriada E. Turma.
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORES FEDERAIS DOTRABALHO DA EGRÉGIA SEGUNDA TURMA DO TRIBUNAL REGIONAL DOTRABALHO DA OITAVA REGIÃO, UNANIMEMENTE, EM CONHECER DORECURSO; REJEITAR AS PRELIMINARES DE IMPOSSIBILIDADE JURÍDICADO PEDIDO E DE ILEGITIMIDADE ATIVA E PASSIVA AD CAUSAM,SUSCITADAS PELO ENTE PÚBLICO RECORRIDO EM SEDE DE CONTRA-RAZÕES, À FALTA DE AMPARO LEGAL; SEM DIVERGÊNCIA, AFASTAR AARGÜIÇÃO DE INCOMPETÊNCIA DESTA JUSTIÇA ESPECIALIZADA PARAPROCESSAR E JULGAR O FEITO; E, NO MÉRITO, COM APOIO NO ART.515, § 3º, DO CPC (ART. 769, DA CLT), POR MAIORIA DE VOTOS,VENCIDO O EXMº DESEMBARGADOR RELATOR, QUANTO AOS PEDIDOS DEANOTAÇÃO E BAIXA DA CTPS E DE CONTRIBUIÇÕES PREVIDENCIÁRIAS,DAR PARCIAL PROVIMENTO AO APELO, PARA JULGAR PARCIALMENTEPROCEDENTE A RECLAMAÇÃO E, EM CONSEQÜÊNCIA, CONDENAR ORECLAMADO ESTADO DO PARÁ (SETER) A PAGAR À RECLAMANTECONCEIÇÃO DE MARIA LIMA BATISTA, OS VALORES A SEREM APURADOSEM LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA A TÍTULO DE FGTS, REFERENTE AOPERÍODO DE 07.05.1992 A 31.10.2007, MAIS JUROS E CORREÇÃOMONETÁRIA, PARA O QUE DEVERÁ SER OBSERVADA A EVOLUÇÃO SALARIALDA AUTORA, CONFORME OS FUNDAMENTOS. CUSTAS PELO RECLAMADO NOVALOR DE R$-200,00 (DUZENTOS REAIS), CALCULADAS SOBRE O VALORDE R$-10.000,00 (DEZ MIL REAIS), QUE ORA SE ARBITRA PARA ESSEFIM, DOS QUAIS FICA ISENTO NA FORMA DO ART. 790, I, DA CLT.
03. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/AI/00191-2008-010-08-01-1.
AGRAVANTE: ROSENILDA FERREIRA DE FREITAS (Dr. Jader KahwageDavid). AGRAVADOS: ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARA(Procurador: Dr. José Maria de Souza Martinez) e ESTADO DOPARA (Procurador: Dr. Alexandre Augusto Lobato Belo). RELATOR:Desembargador Federal do Trabalho Herbert Tadeu Pereira deMatos.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOS TERMOS DO ARTIGO 895, § 1º,IV, DA CLT, A SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DOTRABALHO DA OITAVA REGIÃO DECIDIU, UNANIMEMENTE, CONHECER DOAGRAVO DE INSTRUMENTO; NO MÉRITO, AINDA SEM DIVERGÊNCIA, DAR-LHE PROVIMENTO PARA, REFORMANDO O DESPACHO AGRAVADO DETERMINARA SUBIDA DO RECURSO ORDINÁRIO E SEU REGULAR PROCESSAMENTO,FICANDO DESIGNADO COMO RELATOR O EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGORHERBERT TADEU PEREIRA DE MATOS, DEVENDO OS AUTOS SEREMREMETIDOS, SUCESSIVAMENTE, AO RELATOR E REVISOR, APÓS O QUE,INCLUSOS EM PAUTA PARA JULGAMENTO, TUDO NOS TERMOS DO ARTIGO280, DO REGIMENTO INTERNO,
SOB OS FUNDAMENTOS A SEGUIR SINTETIZADOS PELO EXMO. DESEMBARGADOR RELATOR:
"1.FUNDAMENTAÇÃO. 1.1. CONHECIMENTO. CONHEÇO DO AGRAVO, POIS,ATENDIDOS OS PRESSUPOSTOS DE ADMISSIBILIDADE. É TEMPESTIVO,ADEQUADO, ESTÁ FIRMADO POR PROFISSIONAL HABILITADA E ESTÁINSTRUÍDO COM AS PEÇAS OBRIGATÓRIAS E INDISPENSÁVEIS AODESLINDE DA MATÉRIA DE MÉRITO, PORTANTO, NO ATENDIMENTO AO QUEPRECONIZA O ART. 897, "B", PARÁGRAFOS 4º E 5º, INCISOS I E IIDO TEXTO CONSOLIDADO. 2. MÉRITO. O JUÍZO DE 1º GRAU DECLINOUDA COMPETÊNCIA A UMA DAS VARAS DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL DACOMARCA DE BELÉM, ENTENDENDO QUE NÃO DETÉM ESTA JUSTIÇAFEDERAL ESPECIALIZADA COMPETÊNCIA PARA INSTRUIR E JULGAR OFEITO, INCLUSIVE OS CONTRATOS ADMINISTRATIVOS TEMPORÁRIOS EAINDA, ENTENDEU TRATAR-SE DE DECISÃO INTERLOCUTÓRIA POSTO QUE,RESOLVEU QUESTÃO INCIDENTE NO CURSO DO PROCESSO. CONTRA ESSADECISÃO, INTERPÔS A RECLAMANTE RECURSO ORDINÁRIO, QUE NÃOSUBIU PARA APRECIAÇÃO POR ESTE COLEGIADO. ANALISO E VERIFICOQUE A AGRAVANTE VEM A ESTE JUÍZO REPETINDO OS ARGUMENTOSUTILIZADOS POR OCASIÃO DA INTERPOSIÇÃO DO RECURSO ORDINÁRIO,ENTRETANTO, AINDA QUE OCORRIDO DESTA FORMA, CONSIDERO QUE ARECLAMANTE MANIFESTOU SEU INCONFORMISMO QUANTO AO DESPACHO DOJUÍZO A QUO, QUE APENAS REITEROU O JÁ DECIDIDO POR VIA DESENTENÇA JUDICIAL. A DECISÃO QUE DETERMINA A REMESSA DOS AUTOSÀ FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL DA COMARCA DE BELÉM, ENTENDO TRATA-SE DE DECISÃO TERMINATIVA DO FEITO PERFEITAMENTE ENQUADRADAAOS DITAMES DO ARTIGO 799, § 2º DA CLT E, POR ANALOGIA, AOENTENDIMENTO CONSUBSTANCIADO NA SÚMULA 214, "C", DO C. TST,PORTANTO, PERMISSIVO SER SUBMETIDA A REEXAME, POR VIA DERECURSO ORDINÁRIO. ASSIM SENDO, DOU PROVIMENTO AO AGRAVO, PARADETERMINAR A SUBIDA DO RECURSO ORDINÁRIO E SEU REGULARPROCESSAMENTO POR ESTES FUNDAMENTOS. ANTE O EXPOSTO, CONHEÇODO AGRAVO E NO MÉRITO, DOU-LHE PROVIMENTO PARA, REFORMANDO ODESPACHO AGRAVADO DETERMINAR A SUBIDA DO RECURSO ORDINÁRIO,PARA SEU REGULAR PROCESSAMENTO."
JULGADOS EM 29/09/200804. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/00043-2008-105-08-00-7.
EMBARGANTE: MUNICIPIO DE BRAGANÇA (Drª. Wanessa Kelyn Correia
 
3
 
Diário Oficial
JUSTIÇA DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO
 
Edição nº 902Belém-PA, quarta-feira, 1º de outubro de 2008.
Lima Amaral). EMBARGADA: MARIA SOUSA DA SILVA (Dr. AntonioAfonso Navegantes). RELATORA: Desembargadora Federal doTrabalho Odete de Almeida Alves.
EMENTA:
EMBARGOSDECLARATÓRIOS. INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO OU OBSCURIDADE - Nãopode ser acoimado de omisso, contraditório ou obscuro oacórdão regional que analisa as questões centrais relacionadascom a conclusão adotada e que explicita, de forma clara, atese do julgado, não deixando margens para dúvidas a propósitoda conclusão.
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORES DA SEGUNDATURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVAREGIÃO, UNANIMEMENTE, EM CONHECER DOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃOE, SEM DIVERGÊNCIA, REJEITÁ-LOS, POR INEXISTIR OMISSÃO,CONTRADIÇÃO OU OBSCURIDADE NO V. ACÓRDÃO EMBARGADO, TUDOCONFORME OS FUNDAMENTOS.
05. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/00108-2008-105-08-00-4.
EMBARGANTE: MUNICIPIO DE BRAGANÇA (Drª. Wanessa Kelyn CorreiaLiam Amaral). EMBARGADO: CELSO DA SILVA MOTA (Dr. AntonioAfonso Navegantes). RELATORA: Desembargadora Federal doTrabalho Odete de Almeida Alves.
EMENTA:
EMBARGOSDECLARATÓRIOS. INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO OU OBSCURIDADE - Nãopode ser acoimado de omisso, contraditório ou obscuro oacórdão regional que analisa as questões centrais relacionadascom a conclusão adotada e que explicita, de forma clara, atese do julgado, não deixando margens para dúvidas a propósitoda conclusão.
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORES DA SEGUNDATURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVAREGIÃO, UNANIMEMENTE, EM CONHECER DOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃOE, SEM DIVERGÊNCIA, REJEITÁ-LOS, POR INEXISTIR OMISSÃO,CONTRADIÇÃO OU OBSCURIDADE NO V. ACÓRDÃO EMBARGADO, TUDOCONFORME OS FUNDAMENTOS.
06. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/00200-2001-014-08-00-0.
EMBARGANTES: LUIZ OTAVIO MOUSSALLEM PANTOJA PIMENTEL (Dr. AlexRamos Comecanha e outros). EMBARGADO: CENTRAIS ELETRICAS DOPARA S A (Dr. Dennis de Almeida Alves e outros). RELATOR:Desembargador Federal do Trabalho Herbert Tadeu Pereira deMatos.
EMENTA:
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. REEXAME DE MATÉRIAFÁTICA. INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO E OBSCURIDADE. Tendo a matériadiscorrida nas razões do recurso ordinário sido devidamenteanalisada, não há o que esclarecer no v. Acórdão embargado,posto que, os embargos de declaração não se prestam aoobjetivo de reapreciação da prova.
DECISÃO:
ACORDAM OSDESEMBARGADORES DA SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO, UNANIMEMENTE, CONHECER DOSEMBARGOS DE DECLARAÇÃO; NO MÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA, REJEITÁ-LOS, POR NÃO HAVER QUALQUER OMISSÃO OU OBSCURIDADE A SANAR NOV. ACÓRDÃO EMBARGADO, QUE JUSTIFIQUE O PRETENDIDO PRÉ-QUESTIONAMENTO. TUDO CONFORME FUNDAMENTOS.
07. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/00307-2008-010-08-00-0.
EMBARGANTE: SOCIEDADE EDUCACIONAL IDEAL LTDA. (Drª. RosenePatrícia Pires da Paz). EMBARGADA: ROSIANE AMARAL GONÇALVES(Dr. Marcelo Silva de Freitas). RELATORA: DesembargadoraFederal do Trabalho Odete de Almeida Alves.
EMENTA:
EMBARGOSDE DECLARAÇÃO. VALORAÇÃO DE FATOS E PROVAS. INEXISTÊNCIA DEOMISSÃO - Os embargos de declaração não se prestam paraanalisar novamente o julgado, visando valorar de outra formaos fatos e as provas carreados aos autos, nem para reformar adecisão reputada injusta.
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORESDA SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DAOITAVA REGIÃO, UNANIMEMENTE, EM CONHECER DOS EMBARGOS DEDECLARAÇÃO; À UNANIMIDADE, REJEITÁ-LOS, INTEGRALMENTE. TUDOCONSOANTE FUNDAMENTOS.
08. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/01241-2007-002-08-00-0.
EMBARGANTE: IGEPREV - INSTITUTO DE GESTAO PREVIDENCIARIA DOESTADO DO PARA (Procuradora: Drª. Adriana Moreira RochaBohadana). EMBARGADO: RAIMUNDO CASEMIRO DE OLIVEIRA JÚNIOR(Drª. Michelle Godinho Barbosa e outros). RELATOR:Desembargador Federal do Trabalho Herbert Tadeu Pereira deMatos.
EMENTA:
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. INEXISTÊNCIA DEOMISSÃO. REJEITADOS. Inexistindo omissão ou quaisquer víciosno Acórdão embargado, não há que se pretender pré-questionamento, pois este é incabível em tal hipótese.
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORES DA SEGUNDA TURMA DOEGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO,UNANIMEMENTE, EM CONHECER DOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO; NOMÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA, REJEITÁ-LOS, POR NÃO HAVER QUALQUEROMISSÃO OU VÍCIO A SANAR NO V. ACÓRDÃO EMBARGADO, QUEJUSTIFIQUE O PRETENDIDO PRÉ-QUESTIONAMENTO. TUDO CONFORMEFUNDAMENTOS.
09. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/01470-2007-013-08-00-8.
EMBARGANTES: RELACOM SERVICOS DE ENGENHARIA E TELECOMUNICACOESLTDA (Dr. Márvio Mirnada Viana e outros. EMBARGADOS: NELSONJOSE BATISTA (Drª. Maria Lucia da Silva Pimentel e outra) eTELEMAR NORTE LESTE S/A (Dr. Alfredo Augusto Casanova NelsonRibeiro e outros). RELATOR: Desembargador Federal do TrabalhoHerbert Tadeu Pereira de Matos.
EMENTA:
EMBARGOS DEDECLARAÇÃO. REEXAME DE MATÉRIA FÁTICA. INEXISTÊNCIA DEOMISSÃO. Tendo a matéria discorrida nas razões do recursoordinário sido analisada suficientemente, não há o queesclarecer no v. acórdão embargado, posto que, os embargos dedeclaração não se prestam ao objetivo de reapreciação daprova.
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORES DA SEGUNDA TURMA DOEGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO,UNANIMEMENTE, CONHECER DOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO; NO MÉRITO,SEM DIVERGÊNCIA, REJEITÁ-LOS, POR NÃO HAVER QUALQUER OMISSÃO ASANAR NO V. ACÓRDÃO EMBARGADO, QUE JUSTIFIQUE O PRETENDIDOPRÉ-QUESTIONAMENTO. TUDO CONFORME FUNDAMENTOS.
10. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/02285-2007-205-08-00-2.
EMBARGANTE: REFRIGERANTES DO AMAPA REAMA (Dr. Adivan VítorBarros Pinto de Oliveira e outros). EMBARGADO: PAULONASCIMENTO COSTA (Dr. Jean e Silva Dias). RELATOR:Desembargador Federal do Trabalho Herbert Tadeu Pereira deMatos.
EMENTA:
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. INEXISTÊNCIA DE OMISSÃOOU CONTRADIÇÃO. REJEITADOS. Inexistindo omissão ou contradiçãono Acórdão embargado, não há que se pretender pré-questionamento, pois este é incabível.
DECISÃO:
ACORDAM OSDESEMBARGADORES DA SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO, UNANIMEMENTE, EM CONHECER DOSEMBARGOS DE DECLARAÇÃO; E, NO MÉRITO, REJEITÁ-LOS, POR NÃOHAVER QUALQUER OMISSÃO A SANAR NO V. ACÓRDÃO EMBARGADO, QUEJUSTIFIQUE O PRETENDIDO PRÉ-QUESTIONAMENTO. TUDO CONFORMEFUNDAMENTOS.
11. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/02732-2007-114-08-00-6.
EMBARGANTE: MD GEOLOGIA E SERVIÇOS GERAIS LTDA (Dr. AntonioCandido Barra Monteiro de Britto e outros). EMBARGADOS:OSTELEY FRANCISCO DE BESSA (Dr. Andre Luyz da Silveira Marquese outro). RELATOR: Desembargador Federal do Trabalho HerbertTadeu Pereira de Matos.
EMENTA:
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO.REEXAME DE MATÉRIA FÁTICA. INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO. Tendo amatéria discorrida nas razões do recurso ordinário sidoanalisada suficientemente, não há o que esclarecer no v.Acórdão embargado, posto que, os embargos de declaração não seprestam ao objetivo de reapreciação da prova.
DECISÃO:
ACORDAMOS DESEMBARGADORES DA SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNALREGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO, UNANIMEMENTE, CONHECERDOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO; NO MÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA,REJEITÁ-LOS, POR NÃO HAVER QUALQUER OMISSÃO A SANAR NO V.ACÓRDÃO EMBARGADO, QUE JUSTIFIQUE O PRETENDIDO PRÉ-QUESTIONAMENTO. TUDO CONFORME FUNDAMENTOS.
12. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/ED/RO/00068-2008-007-08-00-5.
EMBARGANTE: JOÃO CLÁUDIO DANTAS DE CARVALHO (Dr. RicardoBonasser de Sa e outros). EMBARGADO: CENTRAIS ELÉTRICAS DONORTE DO BRASIL S/A - ELETRONORTE (Drª. Lucyana Pereira deLima e outros). RELATOR: Desembargador Federal do TrabalhoLuiz Albano Mendonca de Lima.
EMENTA:
"MENSALISTA. SALÁRIO DETRINTA DIAS. Em se tratando de empregado mensalista, o salárioajustado corresponde à totalidade dos dias existentes no mês,independente da quantidade de dias trabalhados naqueleperíodo".
DECISÃO:
ACORDAM OS DESEMBARGADORES DA SEGUNDA TURMADO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO, ÀUNANIMIDADE, EM CONHECER DOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO E, NOMÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA, REJEITÁ-LOS POR INEXISTIR A OMISSÃOOU CONTRADIÇÃO APONTADAS.
13. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00293-2008-118-08-00-3 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTE: BERTIN S.A. (Dr. Izaias FariaBorges). RECORRIDO: RENATO SILVA DE ALMEIDA (Dr. MarceloFerreira Lima). RELATOR: Desembargador Federal do TrabalhoLuiz Albano Mendonca de Lima.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOSTERMOS DO ARTIGO 895, § 1º, IV, DA CLT, A SEGUNDA TURMA DOEGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO
DECIDIU,
À UNANIMIDADE, CONHECER DO RECURSO DA RECLAMADA; NOMÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA, DAR-LHE PROVIMENTO PARCIAL PARA,REFORMANDO A SENTENÇA RECORRIDA, EXCLUIR DA CONDENAÇÃO ASHORAS EXTRAS E REFLEXOS BEM COMO A MULTA DO ARTIGO 477 DA CLT,MANTIDA A SENTENÇA EM SEUS DEMAIS TERMOS. CUSTAS COMO FIXADASNO PRIMEIRO GRAU.
SÃO OS SEGUINTES OS FUNDAMENTOS APRESENTADOSPELO EXMº DESEMBARGADOR RELATOR:
g
CONHEÇO DO RECURSO DARECLAMADA PORQUE ATENDIDAS AS EXIGÊNCIAS LEGAIS (FOLHAS 332-333).NO MÉRITO, A RECORRENTE INSISTE NA JUSTA CAUSA APLICADA AVÁRIOS EMPREGADOS, INCLUSIVE O RECORRIDO, POR OCASIÃO DE UMMOVIMENTO DE REIVINDICAÇÃO COLETIVA. LOUVA-SE A RECORRENTE NOMODO INDISCIPLINADO E ILEGAL DA PARALISAÇÃO, BEM COMO OPREJUÍZO CAUSADO À PRODUÇÃO. A SENTENÇA RECORRIDA BEM APRECIOUAS PROVAS CARREADAS PARA OS AUTOS (FOLHAS 281-297) TRAÇANDO OCONCEITO JURÍDICO DA JUSTA CAUSA, O ATO COLETIVO DO MOVIMENTODE PARALISAÇÃO, E AFASTOU A ARGUMENTAÇÃO PATRONAL. MANTÉM-SE ASENTENÇA POR SEUS PRÓPRIOS FUNDAMENTOS.QUANTO AOS 15 MINUTOSRECONHECIDOS NA SENTENÇA COMO HORA EXTRA DIÁRIA, ENTENDEMOSQUE A RAZÃO ESTÁ COM A RECLAMADA RECORRENTE. O RECLAMANTE EMDEPOIMENTO PESSOAL CONFESSOU QUE TINHA UMA HORA ANTES DAJORNADA PARA A TROCA DE ROUPA E CAFÉ DA MANHÃ, MAIS 15 MINUTOSDE TOLERÂNCIA PARA O REGISTRO DO CARTÃO DE PONTO, E UMA HORADE INTERVALO INTRAJORNADA. NÃO VEMOS A HORA EXTRA RECONHECIDAPELA SENTENÇA QUANTO AO TEMPO GASTO PARA A TROCA DE ROUPA, NOVESTIÁRIO, POIS O RECLAMANTE ERA SOLDADOR E TINHA OBRIGAÇÃO DECOLOCAR O UNIFORME - EPI - PARA TRABALHAR. EXCLUO A VERBA DACONDENAÇÃO.QUANTO À INDENIZAÇÃO PELA NÃO ENTREGA DAS GUIAS DOSEGURO DESEMPREGO NÃO TEM RAZÃO A RECORRENTE, POIS AFASTADA AJUSTA CAUSA É RECONHECIDA A INJUSTA DESPEDIDA FAZENDO JUS OEMPREGADO A ESSE DIREITO, AGORA COM NATUREZA INDENIZATÓRIAPORQUE ULTRAPASSADO O PERÍODO PARA A PERCEPÇÃO DA VANTAGEMJUNTO AO ENTE PÚBLICO. QUANTO À MULTA DO ARTIGO 477 DA CLTENTENDEMOS INDEVIDA PORQUE O EMPREGADOR FEZ A RESCISÃO,CONFORME FOLHA 255, EM OBEDIÊNCIA AO PRAZO DE 10 DIAS DOARTIGO 477,
˜ 6º LETRA B DA CLT E DEPOSITOU O VALORRECONHECIDO NA CONTA BANCÁRIA DO EMPREGADO CONFORME FOLHA 254.EXCLUÍMOS TAL VERBA DA CONDENAÇÃO
h.
14. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00321-2008-113-08-00-0 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTE: CARLOS ANTONIO MACIEL BRAGA (Dr. JoseAntunes). RECORRIDO: JOEL MONTEIRO COSTA. RELATOR:Desembargador Federal do Trabalho Luiz Albano Mendonca deLima.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOS TERMOS DO ARTIGO 895, § 1º,IV, DA CLT, A SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DOTRABALHO DA OITAVA REGIÃO
DECIDIU,
À UNANIMIDADE, CONHECER DORECURSO DA RECLAMADA; NO MÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA, NEGAR-LHEPROVIMENTO PARA CONFIRMAR A SENTENÇA RECORRIDA POR SEUSPRÓPRIOS FUNDAMENTOS. CUSTAS COMO FIXADAS NO PRIMEIRO GRAU.
15. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00360-2008-015-08-00-2 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTE: GERALDO AUGUSTO FERREIRA DOS SANTOS(Dr. Waldir Silva de Almeida). RECORRIDOS: KNOW HOW SERVICELTDA e NORTE REFRIGERAÇÃO LTDA. RELATOR: Desembargador Federaldo Trabalho Luiz Albano Mendonca de Lima.
DECISÃO:
CERTIFICOQUE, NOS TERMOS DO ARTIGO 895, § 1º, IV, DA CLT, A SEGUNDATURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA OITAVAREGIÃO
DECIDIU,
À UNANIMIDADE, CONHECER DO RECURSO DORECLAMANTE; NO MÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA, NEGAR-LHE PROVIMENTOPARA CONFIRMAR A SENTENÇA RECORRIDA POR SEUS PRÓPRIOSFUNDAMENTOS. CUSTAS COMO FIXADAS NO PRIMEIRO GRAU.
16. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00551-2008-110-08-00-0 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTE: FALCON VIGILANCIA E SEGURANCA LTDA(Dr. Marcos Jose Barbosa Evanovich dos Santos e outros).RECORRIDO: ARQUIMENDES DOURADO (Drª. Silvia Eloisa BecharaSodre). RELATOR: Desembargador Federal do Trabalho Luiz AlbanoMendonca de Lima.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOS TERMOS DO ARTIGO895, § 1º, IV, DA CLT, A SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNALREGIONAL DO TRABALHO DA OITAVA REGIÃO
DECIDIU,
À UNANIMIDADE,CONHECER DO RECURSO DA RECLAMADA; NO MÉRITO, SEM DIVERGÊNCIA,NEGAR-LHE PROVIMENTO PARA CONFIRMAR A SENTENÇA RECORRIDA PORSEUS PRÓPRIOS FUNDAMENTOS. CUSTAS COMO FIXADAS NO PRIMEIROGRAU.
17. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00793-2008-009-08-00-6 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTE: CANP SAUDE S C LTDA - SAO BRAZ SAUDE(Dr. Alfredo Augusto Casanova Nelson Ribeiro). RECORRIDA:MARIA JOSE MENDES MARQUES BRASIL. RELATOR: DesembargadorFederal do Trabalho Luiz Albano Mendonca de Lima.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOS TERMOS DO ARTIGO 895, § 1º, IV, DA CLT, ASEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DAOITAVA REGIÃO
DECIDIU,
À UNANIMIDADE, CONHECER DO RECURSO DARECLAMADA, REJEITAR A PRELIMINAR DE INÉPCIA DA INICIAL À FALTADE AMPARO LEGAL; NO MÁRITO, SEM DIVERGÊNCIA, NEGAR-LHEPROVIMENTO PARA CONFIRMAR A SENTENÇA RECORRIDA POR SEUSPRÓPRIOS FUNDAMENTOS. CUSTAS COMO FIXADAS NO PRIMEIRO GRAU.
18. PROCESSO TRT-8ª/2ª TURMA/RO/00893-2008-201-08-00-8 - RITOSUMARÍSSIMO.
RECORRENTE: INTEGRAL CONSTRUÇÕES E COMÉRCIO LTDA(Dr. Renato Munhoz Machado de Oliveira). RECORRIDO: PEDROGONÇALVES DO NASCIMENTO (Dr. Franklin Carvalho Macedo).RELATOR: Desembargador Federal do Trabalho Luiz AlbanoMendonca de Lima.
DECISÃO:
CERTIFICO QUE, NOS TERMOS DO ARTIGO895, § 1º, IV, DA CLT, A SEGUNDA TURMA DO EGRÉGIO TRIBUNAL

Activity (14)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Gleide Machado liked this
Francisco David liked this
Paulo Henrique liked this
Emylly Christina added this note|
1avara de trabalho de ananindeua de2010
Waneila Silva liked this
Karlla Tavares liked this
Yaya Teixeira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->