Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
12Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
QUESTOES DA UFRJ E ENEM - 1ª REPUBLICA E ERA VARGAS

QUESTOES DA UFRJ E ENEM - 1ª REPUBLICA E ERA VARGAS

Ratings: (0)|Views: 3,789|Likes:
Published by brunogody

More info:

Published by: brunogody on Sep 19, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/08/2013

pdf

text

original

 
 
QUESTOES DA UFRJ E ENEM
 – 
PRIMEIRA REPUBLICA E ERA VARGAS
1.
 
A revolta deixou entre os participantes um forte sentimento de auto-estima,indispensável para formar um cidadão. Um repórter de A Tribuna ouviu de umnegro acapoeirado frases que atestam esse sentimento. Chamandosintomaticamente o jornalista de cidadão, o negro afirmou que a sublevação se
fizera para “não andarem dizendo que o povo é carneiro”.
O importante
 – 
 acrescentou
 – 
era
“mostrar ao governo que
ele não põe o pé no pescoço do
 povo.””
 
Fonte: CARVALHO, José Murilo de. “Abaixo a vacina”,
in: Revista Nossa História. Ano 2, nº13,novembro 2004, p.73-79.
A Revolta da Vacina (1904) a que se refere o texto é considerada a principal revoltapopular urbana da Primeira República (1889-1930).a) Cite e explique dois motivos geradores de insatisfações que levaram a população dacidade do Rio de Janeiro a rebelar-se em 1904.b) Identifique dois movimentos populares na área rural, à época da Primeira República.2.
 
A cidadania moderna ou seja, a integração das pessoas no governo, viaparticipação política; na sociedade, via direitos individuais; e no patrimôniocoletivo, via justiça social continua sendo aspiração de quase todos os países,sobretudo os que se colocam dentro da tradição ocidental (....) Simplificandomuito, pode-se dizer que o processo histórico de formação da cidadania noOcidente seguiu dois caminhos, um de baixo para cima, pela iniciativa doscidadãos, outro de cima para baixo, por iniciativa do Estado e de gruposdominantes
”.
 
CARVALHO, J. Murilo de. “Cidadania, estadania e apatia”,
in: Jornal do Brasil, de 24/06/2001, p. 8.
A instauração do regime republicano no Brasil representou para muitos a possibilidadede democratização da sociedade por meio da afirmação dos direitos civis, políticos esociais. No entanto, já em seu nascedouro, a república brasileira impunha restrições aoexercício da plena cidadania.Cite um limite ao exercício da cidadania que conste da legislação eleitoral dosprimórdios da República.Apresente um argumento que permita considerar a Revolta da Vacina (1904) ummovimento social de busca de afirmação da cidadania no início da República.3.
 
“Após o advento do Estado Novo, deu
-se a consolidação de uma política demassas que vinha se preparando desde o início da década. Constituídos a partirde um golpe de Estado, sem qualquer participação popular, os representantes dopoder buscaram legitimação e apoio de setores populares mais amplos dasociedade através da propaganda [...]. Além da busca de apoio, a integraçãopolítica das massas visava
ao seu controle em novas bases.”
 
Fonte: CAPELATO, Maria Helena. “O Estado Novo: o
 
que trouxe de novo?”, in: Ferreira, Jorge (org.). O
Brasil republicano. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira,2003, vol. 2, p.110.
 
 
O Estado Novo correspondeu ao período do Governo Vargas iniciado em 1937, com umgolpe de Estado, e encerrado com a deposição do presidente.a) Identifique duas medidas adotadas pelo Governo Vargas, durante o Estado Novo, quebuscavam assegurar a realização dos objetivos mencionados pela autora do texto.b) Explique um fator ligado à conjuntura internacional que tenha contribuído para o fimdo Estado Novo.4.
 
O populismo brasileiro surge sob o comando de Vargas e os políticos a eleassociados. Desde 1930, pouco a pouco, vai-se estruturando esse novomovimento político. Ao lado das medidas concretas, desenvolveu-se a ideologiae a linguagem do populismo.
(IANNI, Otávio. In: MOTA, Myriam Becho e BRAICK, Patrícia Ramos. História: das cavernas aoTerceiro Milênio. São Paulo: Moderna, 1997.)
Duas ações representativas do populismo varguista estão apontadas em:(A) implantação de organizações econômicas e redistribuição de terras aos camponeses(B) estatização das indústrias de bens de capital e limitação dos investimentosestrangeiros(C) modernização das estruturas econômicas e concessão de direitos aos trabalhadoresurbanos(D) adoção de discurso antiimperialista e estímulo ao alistamento contra a ingerêncianorte-americana5.
 
Um segmento social que participou ativamente da derrubada da monarquiabrasileira e uma das conseqüências políticas desse movimento estão indicadosem:(A) burguesia cafeeira paulista
 – 
implantação do federalismo(B) aristocracia rural fluminense
 – 
imposição do bipartidarismo(C) camadas populares urbanas
 – 
instituição do presidencialismo(D) profissionais liberais urbanos
 – 
estabelecimento do parlamentarismo6.
 
“A proclamação da República em 1889, ao promover a descentralização
político-administrativa do país, gerou expectativas de uma efetiva autonomia noagora Estado do Rio de Janeiro. A implantação da República Federativa doBrasil coincidiu, no Estado do Rio, com sérias dificuldades econômicas efinanceiras que, em fins da década de 1890, chegaram a uma situação limite,muito embora esse quadro de crise tenha sido entremeado por brevesconjunturas de recuperação. Além desses problemas de ordem econômica, oexercício, pelos fluminenses, da autonomia que o federalismo oferecia, foidificultado, mais uma vez, pela proximidade da capital federal, a ponto de se
tornar voz corrente que a política estadual era decidida na rua do Ouvidor.”
 
(FERREIRA, Marieta de M. Política e poder no Estado do Rio de Janeiro na República Velha. In: RevistaRio de Janeiro. UFF, dezembro de 1985.)
O Estado do Rio de Janeiro, apesar da nova estrutura política decorrente daProclamação da República, apresentou, na virada do século XIX, características que odistinguiam dos estados de São Paulo e Minas Gerais.Uma dessas características, destacada no texto acima, é:
 
 
(A) enfraquecimento do poder político local(B) retomada do poder econômico das elites locais(C) controle do governo da União pelos políticos locais(D) subordinação à crescente intervenção econômico-financeira do poder central7.
 
“Tendo chegado ao conhecimento desta Delegacia que o indivíduo Antonio
Rodrigues da Silva, de nacionalidade portugueza, se entregava, nesta Capital, ápropaganda de idéias anarchistas, e, o que é ainda mais grave, levando essapropaganda ás oficinas do Lloyd Brazileiro, onde trabalhava como carpinteiro,resolvi apurar de forma regular esses factos, por julgar conveniente a suaexpulsão do território nacional, visto se tratar de um elemento nocivo ásociedade.(...) Chega-se, assim, á conclusão de que o indivíduo(...) é umelemento pernicioso ao nosso meio social, e perigoso á tranqüilidade pública, emvirtude de sua acção provadamente anarchista. Como tal deve ser expulso do
território nacional(...).”
 
(Brasil. Arquivo Nacional, SPJ, IJJ7 138, Processo de expulsão, s/n - 1919)
“Após oito anos de funcionamento do Transmontano, Manuel Sendas decidiu vender 
 o armazém e voltar a Portugal na companhia da nova família. (...) foi curta, entretanto,sua permanência em Portugal, que continuava a enfrentar os mesmos problemas quehaviam pressionado sua saída.(...) No ano de 1935, mais uma vez, (...) ele embarcou(...) para o Brasil, onde veio abrir um novo armazém, desta feita denominado Casa doPovo. Iniciava-se uma trajetória de sucesso que nunca mais sofreria interrupções,culminando, em 1960, com a fundação da organização que, desde os seus primórdios,sob a liderança de seu filho Arthur, passou a liderar o rank dos supermercados com sede
no Rio de Janeiro.”
 
(MENEZES. In: GOMES, Angela de C. (org.). História de imigrantes e de imigração no Rio de Janeiro.Rio de Janeiro: 7 Letras, 2000.)
Os dois textos indicam caminhos para a compreensão da imigração no Brasil.Comparando-os, deduz-se que a trajetória do imigrante é caracterizada por:(A) possibilidade diferenciada de inserção social(B) tendência de valorização social dos militantes políticos(C) predomínio de trabalhadores portugueses no setor de comércio(D) chance maior de enriquecimento em relação ao trabalhador nacional8.
 
Numa vasta extensão onde não há plantação nem ninguém morando lá.Cada um pobre que passa por ali só pensa em construir seu lar.E quando o primeiro começa os outros, depressa, procuram marcar seu pedacinho deterra pra morar.E assim a região sofre modificação, fica sendo chamada de nova aquarela.É aí que o lugar então passa a se chamar Favela
(Padeirinho
 – 
Jorginho)
As primeiras favelas do Rio de Janeiro surgiram, provavelmente, ao final do século XIXnos morros Favela
 – 
atual Providência
 – 
e Santo Antônio, numa época de intensocrescimento populacional e significativas modificações urbanas.O conhecimento histórico desse processo e as observações feitas pelos autores dacanção permitem afirmar que o surgimento das favelas, no Rio de Janeiro, está ligado àconjugação dos seguintes fatores:(A) expansão espacial da cidade e disputa pela ocupação do solo

Activity (12)

You've already reviewed this. Edit your review.
Joyce Pardim added this note
cade as resposta?
1 hundred reads
1 thousand reads
brunogody added this note
C e A respectivamente ! as respostas da 9
Poliana Melo liked this
janio brasil liked this
brunogody added this note
Precisa das respostas ? questões tão fáceis Mariana..se precisar realmente eu coloco elas depois.
Mariana Lemes added this note
cadeeeee as respostas?
janio brasil liked this
Adreane Cavasin liked this

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->