Welcome to Scribd. Sign in or start your free trial to enjoy unlimited e-books, audiobooks & documents.Find out more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
6Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Men in Shorts - Quente, Quente, Quente - Adam Carpenter

Men in Shorts - Quente, Quente, Quente - Adam Carpenter

Ratings:
(0)
|Views: 106|Likes:
Published by falchetti

More info:

Published by: falchetti on Oct 01, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/18/2013

pdf

text

original

 
 Quente, quente, quente Quente, quente, quente Quente, quente, quente Quente, quente, quente Por Adam Carpenter Por Adam Carpenter Por Adam Carpenter Por Adam Carpenter 
Revisora: Angéllica Revisora: Angéllica Revisora: Angéllica Revisora: Angéllica Colaboração: Fabi e Rose Reys Colaboração: Fabi e Rose Reys Colaboração: Fabi e Rose Reys Colaboração: Fabi e Rose Reys 
Quando um short de couro pode ser o fetiche de suas fantasias mais secretas.
 
Lá estava ele na vitrine, o short mais perfeito que eu já havia visto. Ele não era osordinários de praia, ou shorts do tipo cargo, ou mesmo aqueles ridiculamente cafonas emxadrez.Não, este short era feito de couro e decorado com metal brilhante e outros itens que brilhavam... Ele era quente, quente, quente. Se é que existe uma referência certa pra ele.“Oh meu Deus, esse é quente, quente, quente."Erik tinha o hábito de enviar mensagens de texto demais, e como resultado sua falatornou-se visivelmente ‘sms’ ao longo dos anos. Seus amigos já estavam acostumados com isso,especialmente Tim, que agora estava ao lado de Erik, completamente impressionado com oshort de couro que estava olhando.“Qual é o problema? Quase não há material nele... Quero dizer, ele é realmente curto.”“Olá. Esse é o ponto. Mais pele.”“Por que não vai nu?”Erik sorriu. “Um pequeno passo Tim, um pequeno passo. Vamos lá, vamos vê-lo.”“Vamos nos atrasar. Erik, eu acho que você está interrompendo.”“Não, eu não estou. E não mencione... isto.”E com um pouco mais de negação, Erik abriu caminho para dentro.A Boutique Night em Boulevard Santa Monica estava ocupada toda noite, mas entãooutra vez, era noite de sexta e as coisas realmente não iam começar em West Hollywood, atéque o céu estivesse verdadeiramente escuro.Os bares são claro de cientes de tal padrão, e assim também algumas das lojasespecializadas que ladeavam a estrada movimentada. A vida noturna, fornecedores de roupassexys, brinquedos e preservativos, e outras coisas, como filmes, estavam ocupados em umanoite fria de outubro.À meia-noite estava se aproximando rapidamente e os dois caras estavam se preparandopara uma longa noite de festa − ou iam para pegar suprimentos no início da noite.Tim seguiu seu amigo relutantemente para dentro, a porta da frente estava aberta e jáacomodada. Desperdiçando pouco tempo, Erik seguiu seu caminho em direção à parede mais
 
distante, como um homem em uma missão, onde algumas prateleiras de roupas estavam àespera de alguém para mostrar algum interesse.Os olhos de Erik estavam arregalados quando folheou alguns outros estilos de shorts,procurando o short de couro preto, que tinha visto na vitrine. Primeira prateleira, nada.Segunda prateleira, mesmo resultado."WTF
1
?" Erik perguntou, seus dedos excitados deslizando através de linha após linha daroupa.Tim de pé, impaciente no início do corredor, sugeriu que pedisse ao vendedor paraajudá-lo.“Nossa, dá-me um segundo Tim, não há mais que quatro prateleiras e muito mais decouro para olhar. Esta não é exatamente uma loja de Laura Ashley, você sabe.""Eu pagaria para ver." comentou Tim."Eu... desejo!"Erik então ignorou seu amigo e voltou para a sua pesquisa, ele ainda estava chegandocom um grande e gordo zero. Onde estavam os shorts? Honestamente, por que anunciar algoem uma vitrine quando o item que atraiu você estava longe de ser visto?Xingando os vendedores, eles eram apenas como os meninos CT’s
2
em cada bar, em WestHollywood. Como... bem, não importa, não estamos falando sobre isso. Além disso, Erik devesaber tudo sobre ser provocado. Ele foi provocado em mais de uma ocasião.Finalmente, ele chegou à última prateleira de roupas, mas nela estavam todos os casacosde couro com correntes e outros artigos de metal pesado. Vinte e cinco graus à noite e o que estáloja esta empurrando? Jaquetas de couro.Claro, elas eram boas e Erik sem dúvida procurou HHH em qualquer uma deles, mas oque realmente completava o traje estava sem camisa e caramba... este sexy pequeno short decouro preto. Que mostraria o filho da puta.Pare com isso, ele lembrou a si mesmo. Esta noite foi a cerca de recomeço, o florescer denovos romances ou, pelo menos temporário, sexo alucinante.
1
What This Fuck? = Que porra é essa?
2
Uma expressão, como os Top Model

You're Reading a Free Preview

Download
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->