Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
28Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
NOÇÕES BÁSICAS DE ECOLOGIA

NOÇÕES BÁSICAS DE ECOLOGIA

Ratings: (0)|Views: 3,350 |Likes:
Published by reivax xilef oslec

More info:

Published by: reivax xilef oslec on Oct 02, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as TXT, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

06/07/2013

pdf

text

original

 
NOÇÕES BÁSICAS DE ECOLOGIAO que é Ecologia?Ecologia é o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente onde vivem.O termo "ecologia" (do grego oikos, casa, e logos, ciência) foi originalmente empregado em 1866, pelo zoólogo alemão Ernst Haeckel (1834-1919).No final do século XIX e início do século XX foram publicados diversos trabalhos tratando das relações entre seres vivos e o ambiente.Apenas a partir de 1930, porém, o estudo da Ecologia ganhou um espaço independente dentro da Biologia.Hoje os danos ambientais causados pelo aumento da população humana, pela escassez derecursos naturais e pela poluição ambiental fazem com que a Ecologia seja um dos mais importantes ramos da ciência atual.A Ecologia é muito abrangente, envolvendo diversos ramos do conhecimento. Além da Biologia, da Física e da Química, também as Ciências Econômicas e Sociais têm de ser integras, para que se possa entender a incrível complexidade das relações existentes entre ohomem, os seres vivos e o planeta.O estudo da Ecologia é fundamental:"Para a compreensão e equacionamento dos problemas gerais das sociedades contemporâneas, enquanto dependentes do sistema total da biosfera;"Para a compreensão dos problemas de saúde humana dependente do sistema de relações existentes entre o homem e o meio ambiente que o cerca;"Como fonte de suporte e informação da metodologia de estudo da formão social contemporânea.A divisão clássica da Ecologia, efetuada por Schroter, em 1896 e 1902, compreende dois grandes ramos:"a Auto-ecologia que estuda a inflncia dos fatores externos sobre o animal e o vegetal, ou sobre uma espécie determinada.É, por assim dizer, o estudo individual de um organismo, ou de uma espécie, em que é posta em destaque a sua biologia e o comportamento que apresenta na adaptação a um meio determinado."A Sinecologia estuda os grupos de organismos associados entre si, quer dizer, o estudo das comunidades naturais, incluindo animais e vegetais.A tendência atual é a de considerar a Ecologia dividida em quatro subdivisões, não tendoem conta nem a Auto-Ecologia nem a Sinecologia.Essas quatro subdivisões são:"Ecologia das espécies;"Ecologia das populações;"Ecologia das comunidades;"Ecologia dos ecossistemas.Esta divisão é mais vantajosa, quando se trata do estudo dos princípios básicos.Pode, igualmente, dividir-se a Ecologia tendo por base as diferentes naturezas do habitat, tendo-se então:"Ecologia marítima;"Ecologia de água doce;"Ecologia terrestre, etc.BIOSFERA E ECOSSISTEMASCerca de 1 milhão de anos após ter se formado, a Terra ainda era um globo rochoso equente, com alguma água acumulada na superfície. Sua atmosfera era provavelmente constituída por metano, amônia, gás hidrogênio e vapor de água, entre outros compostos.À medida que o planeta foi se esfriando, acumulou-se água nas depressões da crosta, eassim se originaram os primeiros lagos e mares da Terra. O intenso bombardeamento por radiações provenientes do Sol teria ocasionado alterações químicas e físicas nos com
 
nentes da atmosfera e da crosta terrestre, e, nesse cenário, a vida surgiu, há cercade 3,5 milhões de anos.Com o aparecimento dos seres vivos, uma nova entidade passou a fazer parte da constituição da Terra: além da litosfera (constituída pelas rochas e pelo solo), da hidrosfera (constituída pelas águas) e da atmosfera (constituída pelo ar), passou a existira biosfera, representada pelos seres vivos e pelo ambiente em que vivem.O conceito de biosfera: é o conjunto de regiões da Terra onde existe vida ou é o conjunto formado por todos os ecossistemas da Terra. Constitui a porção do planeta habitada por seres vivos.O termo "biosfera" foi introduzido em 1875 pelo geólogo austríaco Eduard Suess (1831-1914), durante uma discussão sobre os vários envoltórios da Terra. Em 1926 e 1929, omineralogista russo Vladimir Vernandsky (1863-1945) consagrou definitivamente otermo.A espessura da biosfera é um tanto irregular, devido ao fato de haver locais ondea vida é escassa ou mesmo inexistente.Por exemplo, em mares, lagos, florestas, pântanos e campos a vida é abundante e variada. Há, porém, áreas tão secas ou tão frias que dificultam, ou até impedem, o desenvolvimto da maioria dos seres vivos. É o caso das regiões quentes e desertas localizadas na faixa equatorial e das regiões geladas situadas junto aos pólos, onde poucas espécies conseguem viver.A maioria dos seres terrestres vive em regiões situadas até 5 mil metros acima do nível do mar. Entretanto, no Monte Everest, foi encontrada uma aranha vivendo a quase 7 mil metros de altitude, e já se observou aves migradoras voando a 8,8 mil metros de altitude.No mar, a maioria dos seres vivos habita a faixa que vai da superfície até 150 metros de profundidade, embora algumas espécies de animais e de bactérias vivam a mais de9 mil metros de profundidade.De acordo com essas considerações, a biosfera teria espessura máxima de aproximadamente 17 ou 18 Km, formando uma película finíssima quando comparada aos que 13.000 Km dediâmetro da Terra. Se o planeta fosse comparado a uma laranja, a biosfera não passaria de um fino papel de seda sobre sua superfície.População, Biocenose, biótopo, habitat e ecossistema.População - conjunto de organismos da mesma espécie, que ocupam uma determinada área namesma unidade de tempo.Biocenose ou comunidade biológica ou biota: São as diversas espécies que vivem em umamesma região constituindo uma comunidade biológica, também chamada biota ou biocenoseou conjunto de populações interdependentes que vivem na mesma área em determinado local."biocenose" (do grego bios, vida, e koinos, comum, público) foi criado pelo zoólogoalemão K.A. Möbius, em 1877, para ressaltar a relação de vida em comum dos seres que habitam determinada região.A biocenose de uma floresta, por exemplo, compõe-se de populações de arbustos, árvores,pássaros, formigas, microorganismos etc., que convivem e se inter-relacionam.Biótopo: Para viver, a biocenose depende de fatores componentes físicos e químicos doambiente. Em seu conjunto, esses componentes formam o biótopo (do grego bios, vida, e topos, lugar), que significa "o local onde vive a biocenose". No exemplo dafloresta, o biótopo é a área que contém o solo (com seus minerais e água) e a atmosfera (com seus gases, umidade, temperatura, grau de luminosidade etc.).Habitat significa "o local onde vive determinada espécie". É o local onde uma espéciepode ser encontrada, seu "endereço" dentro de um ecossistema. Exemplos: cavernas,pântanos, florestas.Tem sentido mais restrito de que biótopo, que se refere ao local onde vive toda abiocenose. Por exemplo, se quisermos falar do local onde vivem as girafas, devemos usar o termo habitat. Mas se quisermos nos referir ao local onde vive a biocenose da savana, falamos em biótopo.Nicho ecológico é o conjunto das relações e atividades próprias de uma espécie, ou seja, omodo de vida" único e particular que cada espécie explora no habitat (ecólogo norte-americano C. Elton, no final da década de 1920).
 
ECOSSISTEMAConjunto formado pela comunidade e pelo meio ambiente.O conjunto vivo formado pela biocenose e pelo biótopo em interação é chamado ecossistema. Uma floresta, considerada em sua totalidade, isto é, com seus fatores abióticos ecomunidades de seres vivos em interação, constitui um ecossistema.O ecossistema, considerado a unidade ecológica básica, compreende o conjunto das influências mútuas existentes entre a comunidade ou biocenose e o mundo físico ou biótopo.COMPONENTES DOS ECOSSISTEMASTodos ecossistemas apresentam componentes:bióticos, representados pelos seres vivos que vivem numa determinada área, eabióticos, que em conjunto constituem o biótopo: ambiente físico (ar, água e solo) e fatores químicos e físicos do meio.þ. fatores físicos, luminosidade, temperatura, ventos, umidade etc.,þ. fatores químicos, como a quantidade relativa dos diversos elementos químicos presente na água e no solo.Componentes abióticosOs fatores abióticos podem ser físicos, como radiação solar, temperatura, luz, umidade,ventos, ou químicos, como os nutrientes presentes na água e nos solos.A radiação solar é um dos principais fatores físicos dos ecossistemas terrestres, pois é através dela que as plantas realizam fotossíntese, liberando o oxigênio para a atmosfera e transformando a energia luminosa em energia química, única forma de energia quepode ser aproveitada pelos demais seres vivos. Além disso, a radiação solar, interagindo com a atmosfera e a superfície terrestre, interfere em outros fatores físicos como temperatura, umidade e pluviosidade de uma região.A atmosfera é fundamental para a biosfera, pois além de conter gases essenciais paraa vida, impede que a Terra perca calor, atuando como um "cobertor" ou como umaestufa. É por isso que se fala em efeito de cobertura ou efeito estufa da atmosfera.Os principais componentes da atmosfera que contribuem para o efeito estufa são o gáscarbônico e o vapor d'água.A atmosfera é transparente à energia radiante do Sol, mas não é transparente à energia térca irradiada pela Terra.Fenômeno semelhante ocorre em uma estufa. O vidro da estufa é transparente à energia do Sol; essa energia é absorvida pelas plantas e pelo solo e re-irradiada como energia térmica, com comprimentos de onda infravermelhos. Como o vidro não é atravessado por esses raios, há, portanto, retenção de calor dentro da estufa.A atmosfera impede assim, que o calor se dissipe, evitando o resfriamento da Terra. O aquecimento da atmosfera ocorre, portanto, da superfície da Terra em direção às camadas mais altas.Componentes bióticosPodem ser de dois tipos:"Os organismos autrofos: que sintetizam seus próprios alimentos a partir deuma fonte não-orgânica de energia;"Os organismos hetetrofos: que o são capazes de sintetizar seus ppios alimentos. Os heterótrofos utilizam, rearranjam ou decompõem a matéria orgânica sintetizada direta ou indiretamente pelos autótrofos, obtendo a matéria prima para o seu crescimento, reprodução e reparação de perdas e a energia necessária para a realização de seus proos vitais.Os organismos autótrofos são chamados produtores. Dentre eles, os mais importantes em termos ecológicos são os organismos que realizam a fotossíntese. Através desse processo, moléculas de gás carbônico e de água reagem em presença de energia luminosa, dando origem a moléculas orgânicas. Assim a energia luminosa é transformada em energia química, que fica armazenada nas moléculas orgânicas. Parte dessas moléculas é utilizada pelo próprioorganismo fotossintetizante como matéria-prima para formar o seu corpo e obter energia para seus processos vitais. Outra parte fica disponível como alimento para os heterótrofos.Os principais produtores da Terra são as plantas e as algas microscópicas, organismo

Activity (28)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Michelle Jaber liked this
Leandro Letti liked this
Victoria Machado liked this
Paulo Moreno liked this
Sabrina Pereira liked this
Samuel Marques liked this
Marcelo Barreto liked this
Mirian Rosa liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->