Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
4Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
BDSM, Dominação Feminina e Supremacia Feminina

BDSM, Dominação Feminina e Supremacia Feminina

Ratings: (0)|Views: 2,601|Likes:
Comentário sobre a Dominação Feminina e a Supremacia Feminina no universo BDSM.
Comentário sobre a Dominação Feminina e a Supremacia Feminina no universo BDSM.

More info:

Published by: Werther von AY erschaffen on Oct 10, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, DOC, TXT or read online from Scribd
See More
See less

01/21/2013

pdf

text

original

 
BDSM, Dominação Feminina e Supremacia Feminina.
Werther von AY erschaffen.Tanto a Dominação quanto a Supremacia Femininas, já bastantedifundidas na Internet, voltam a baila com o crescente movimento deemancipação feminina e a imaginada¹ igualdade entre os sexos.Até mesmo alguns arquétipos do poder feminino como Diana acaçadora, Lilith, e outras vêm sendo citados com uma frequência cadavez maior.A mulher forte, independente e Dominadora.Há um documento intitulado “Código da Supremacia Feminina”; queinduz à uma definição:a Supremacia Feminina é um movimento, calcado na esfera“místico/religiosa” que apregoa uma Superioridade e a consequenteSupremacia, foco central, do sexo feminino em relação ao masculino,abrangendo não só a ração humana, mas quase toda forma de vida (háespécies com os dois sexos).Independentemente do misticismo, acredito que por uma questão dalógica da biologia, é realmente assim; afinal não são as fêmeas queperpetuam a espécie?Alguém pode argumentar que sem a participação masculina isto nãoseria possível. Concordo em parte, pois perpetuar não significa apenasparir.Perpetuar é gerar a partir de um óvulo fecundado, parir, nutrir,proteger, ... e talvez mais algumas outras coisas, mas principalmente,ter o instinto de preservação, na da própria existência (todo serracional tem) mas da espécie. Isto só elas tem.
 
Há espécies em que o macho é simplesmente o elemento fecundador,nada mais que isso.Numa colmeia, o zangão nada produz. É apenas criado e alimentadopara fecundar a fêmea (rainha), que num voo nupcial, castra seusmachos (acasala com vários) e guarda o material fecundante numreservatório – espermateca.Daí em diante o macho de nada serve; após serem castrados, caem emorrem.Na ausência do macho, a abelha rainha, ainda que não fecundada,produz filhotes pelo fenômeno da partenogênese (procria sem macho),resultando daí apenas zangões.A viúva negra, após o acasalamento come o macho, pois seu corpo éparte do material fecundante.Algumas vezes o macho consegue fugir e sobrevive.O louva deus, coitado, fica em baixo da fêmea durante a cópula.Terminado o ato, ela simplesmente devora-lhe a cabeça. Chega a serhorrível a cena; aquelas quelíceras decapitando o coitado...Diferente do caso do macho da viúva negra, ele não tem a menorchance de escapar.Apesar de ser chamado de rei dos animais, a sociedade de um grupode leões é matriarcal. O macho só tem a força física, mas nem, à caçase presta.O mesmo acontece com os elefantes; são talvez os mais matriarcaisentre os mamíferos.Então, do ponto de vista biológico, não há dúvidas quanto a umasuperioridade ou Supremacia Feminina; o ser feminino é o queperpetua a espécie. Entretanto, em outras áreas, há conceitosdiferentes de Supremacia. A coisa nem sempre é como na Biologia.
 
Mulheres e homens possuem características, não apenas físicas masemocionais e comportamentais que os diferenciam bastante.Assim, o lado intuitivo é muito mais ativo nas mulheres. Os homensapresentam um senso de competitividade maior em detrimento de umacarência na esfera emocional.Homens possuem maior força física mas as mulheres são maisresistentes, ardilosas... e o pior. Vingativas!Enfim, cada um tem lá seus pontos fortes e aqueles em que aperformance pode não ser algo tão significativo.No BDSM, há quem adote a linha citada como forma ou premissa deDominação.Algumas Dominadoras tem como princípio da Dominação que exercem,o fato de haver uma Superioridade e/ou Supremacia Feminina, emuitas adotam uma linha mais litúrgica justamente por este princípio.Particularmente admiro esta linha de entendimento na Dominação.Então como explicar as relações onde o sexo masculino é a figuradominante e o feminino a parte submissa? Nem sempre o ser superior ou supremo é o ser dominante, assimcomo o ser dominante não necessariamente é superior.A dominância no BDSM é uma questão de instinto, o que vai influenciarna criação de uma personalidade dominante, independentemente desexo, orientação ou opção sexual.Mulheres e homens, independentemente de serem heterossexuais,homossexuais, bissexuais ou transexuais, podem ter uma tendência aagir de forma dominante ou não.A personalidade dominante é uma característica própria da esferaBDSM por ser um dos polos de uma relação e diferenciar atitudes ecomportamentos, mas que, por vezes pode, também nortear

Activity (4)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Helen Cardoso liked this
Helen Cardoso liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->