Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
1Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
ACORDO ORTOGRAFICO - Exercicio 1

ACORDO ORTOGRAFICO - Exercicio 1

Ratings: (0)|Views: 6 |Likes:
Published by Rosa Maria Oliveira

More info:

Categories:Types, School Work
Published by: Rosa Maria Oliveira on Oct 29, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/29/2013

pdf

text

original

 
LÍNGUA PORTUGUESA
 
ACORDO ORTOGRÁFICO
 
1
 
Acordo OrtográficoExercício de Português, 10.º ano
Tendo em conta que as alterações produzidas pela aplicação do novo AcordoOrtográfico de 1990 afetam, apenas, cerca de 2% do léxico da língua;E que o, regra geral, o que se ouve não se escreve, resolva os exercícios a seguirapresentados.
Leia os textos que se seguem
Texto ATu não nos morras
 «Quando eu era ainda mais novo do que sou hoje, julgava que os velhos de Beckett erampersonagens abstractos. Se tinham cabelo branco até à cintura, cabeças caídas e passos vagarososera porque Beckett imaginara-os assim.Agora vejo que não era por isso que são universais. Era por serem mesmo velhos: os velhosque, se tivermos sorte, muitos de nós ainda haveremos de ser.A morte da senhora de 115 anos, Maria de Jesus, não deve ter sido boa notícia paraAugusto Moreira. Este era uns bons três anos mais novo. Mas agora, com os mesmos 112 quetinha, passou a ser o mais velho de Portugal.Em contrapartida, nós os mais novitos
 –
toda a população
 –
adoramos estas histórias.Fazem-nos sentir jovens. Dão-
nos esperanças de chegar, vá lá, aos 90. Então se o “segredo”
é um vício, deliramos. O do Sr. Moreira é um cálice de Porto por dia. Que nós logo convertemos,em termos etários, para nosso próprio consumo, para uma garrafa de tinto.
O Sr. Moreira não é perfeito: não fuma. Mas come “sopas fortes”. De resto, como contouAna Cristina Pereira no PÚBLICO de ontem, “quase não anda, quase não ouve, qu
ase não vê, quase
não fala”. No entanto, na noite de sexta para sábado, chamou muitas vezes pela filha. Que queriaele? “Quero uma saia”, respondeu ele uma vez. E doutra: “Quero debulhar milho.”
 Tenho de reler Beckett. Se calhar não era tão bom como eu pensava.»
Miguel Esteves Cardoso
[
 Ainda ontem
, série de crónicas diárias], Público, 5 de Janeiro de 2009
 
Acordo OrtográficoExercício de Português, 10.º ano
 
LÍNGUA PORTUGUESA
 
ACORDO ORTOGRÁFICO
 
2
 
- Quantifique em cada texto o número de alterações introduzidas.- O que podemos concluir?
(Fonte: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra)
 
LÍNGUA PORTUGUESA
 
ACORDO ORTOGRÁFICO
 
3
 
Aprendamos o essencial sobre o que muda nas sequências consonânticas(Base IV).

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->