Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
25Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Umbanda - Pontos - Letras de Pontos de Xangô - Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá

Umbanda - Pontos - Letras de Pontos de Xangô - Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá

Ratings:

5.0

(2)
|Views: 19,346 |Likes:
Published by api-3822865

More info:

Published by: api-3822865 on Oct 18, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

 
 
Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06 
Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS
Home Page:
www.oyaigbale.hpg.com,br 
E-mail:
Linha de Xangô
001-XANGÔ DAS CACHOEIRASPedra rolou Pai Xangô,Lá na pedreira,Firma seu ponto meu Pai,Na Cachoeira! (bis)Tenho o meu corpo fechado,Xangô é meu protetor,Afirma o ponto meu filho,Pai de Cabeça chegou. (bis)002-SENTADO NA PEDREIRASentado na Pedreira de Xangô,Eu fiz meu juramento até o fim.(bis)Se um dia eu quebrar,A jura meu Senhor,Que role essa pedreira,Sobre mim. (bis)003-LIVRO DE XANGÔNo alto daquela pedreira,Tem um livro que é de Xangô.(bis)Kaô... Kaô...,Kaô..., Kabecila meu Senhor. (bis)004-SENHOR DO MEU DESTINONo alto da pedreira está Xangô,Senhor do meu destino até o fim.(bis)Meu Pai, se eu perder,A fé que Deus me deu,Que role essa pedreira sobre mim. (bis)005-RELAMPEJOU, TREMEU A TERRARelampejou...Tremeu a terra!...Meu Pai Xangô,Do alto da serra.(bis)Kaô ô ô... Kaô ô ôVem ajudar,Os seus filhos,Aqui na terra. (bis)006-PONTO DE XANGÔ(na irradiação dos congos)Kenguelê, kenguelê Xangô,Ô, ele é filho da Cobra Coral.(bis)Olha preto tá trabalhando,Olha branco não tá olhando.(bis)007-A SUA MACHADINHA BRILHOUA sua machadinha brilhou,A sua machadinha brilhou,Quem manda lá na mata é Oxóssi,Quem manda na pedreira é Xangô.(bis)008-Kaô, ó meu Pai Xangô,Cura a minha dor,Que é o mal de amar.Kaô Kabelecile!Clamo p'ra Mecê vencer,Que é pra não deixar,Nosso amor morrer.Kaô, Kaô.(bis)Vou levar na pedreira oferenda,P'ra que Pai Xangô me atenda,Fazendo o meu pranto cessar.Pois a fé que eu carrego é de pedra,E a pedra é um pedaço do Reino,Do meu glorioso Orixá.Kaô, Kaô.(bis)XANGÔ VENCEDORPor detrás daquela serra,Tem uma linda cachoeira,
1
 
 
Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06 
Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS
Home Page:
www.oyaigbale.hpg.com,br 
E-mail:
É de meu Pai Xangô,Que arrebentou sete pedreiras.(bis)É água nascendo na fonte o destino raiou,Do seu mêdo escondido, nasceu a coragemde ser vencedor,Pondo uma mão no peito, o escudo mais fiel,De quem na terra concebeu o céu.São sete pedreiras que ele aprendeu aquebrar,Na faísca da fúria no raio da chuva a luz doluar,Lavou o corpo com o vinho amargo do suor,Que vem do próprio bem de todos nós, indamais que melhor.UBIRATÃ DAS MATASEu fui a coroa do índio,Coroação do meu Pai Xangô,Era Ubiratã das Matas,Traz o manto da Mamãe Oxum. (bis)Brilhou uma estrela no céu,E lá na mata meu conga clareou,Saravá meu Pai Ogum, Ogunhê!Sarava Mamãe Oyá, Eparrê!Sarava Pai Oxalá, Epa Babá!Sarava Mãe Yemanjá, Omiodô!Salve o povo da Umbanda,Dentro desse jacutá.XANGÔ NA PEDREIRA É REIXangô na cachoeira é rei, é reiXangô na pedreira é rei...(bis)Eu rezei forte, pedi em minha oração,Para os homens muita paz e compreensão,Para os enfermos a saúde,Para o campo o aroma da flor,Para o prisioneiro a liberdade,E para o povo muita paz e amor.(bis)010-QUEM ROLA PEDRAQuem rola pedra na pedreira é Xangô,Quem rola pedra na pedreira é Xangô,Kaô na Coroa de Zambi é Xangô,Na Coroa de Zambi é Xangô,Na Coroa de Zambi é Xangô.011-ELE ESCREVEU JUSTIÇAXangô Kaô numa certa idade,Morreu sentado,Em cima de uma pedra,Ele escreveu justiça,Quem deve paga,Quem merece recebe.012-XANGÔ DO FOGOQuem quiser saber meu nome,Me chamo Xangô do Fogo,Me chamo Xangô do Fogo,Na linha de Naruê,Lá Naruê, lá Naruê, lá Nareuá,Meu Pai Xangô.013-DEIXA ESSA PEDREIRAXangô Kaô,Deixa essa pedreira aí.(bis)A Umbanda está lhe chamando,Deixa essa pedreira aí.(bis)Xangô meu pai,Deixa essa pedreira aí.(bis)O gongá está lhe chamando,Deixa essa pedreira aí.(bis)014-O MEU PAI DA PESADASexta-feira à meia noite,Eu fui lá na encruzilhada,Acendi duas velas,Chamei o meu Pai da pesada,Saravá, saravá, saravá,
2
 
 
Sociedade Beneficente Luz, Amor e Vida
Fundada em 08 de abril de 2001CNPJ sob o n. º 04.492.605/0001- 06 
Casa de Caridade Oxalá e Yemanjá
Av. do Riacho, 2159 – Tel. 0**51 664 2914 – B. G. Vargas – Torres - RS
Home Page:
www.oyaigbale.hpg.com,br 
E-mail:
É a força do meu Pai Xangô, ô, ô,Ô, ô, Xangô é o meu protetor.No fundo do mar tem areia,Segura esse ponto e não bambeia.015-AO ROMPER DO DIANa minha mata ao romper do dia,Veados correm e pássaros em revoada,Ao longe alguém está cantando,São os meus filhos,Que distante estão chamando.Pego o meu arco,A minha flecha,Sou pedra lisa e venho saravá...kenguelê Xangô,Kenguelê meu Pai,Salve este Terreiro!Salve este Congá!016-MEU PADRINHO É XANGÔChegou o Rei dessa Terreira,Dono das Sete Pedreiras,Com sua capa bordô!Ô, ô, ô,... Ô, ô, ô,...Mas ele é Xangô.Olelê, olelê Kaô, ô, ô,Olelê, olelê Kaô, ô, ô,Olelê, olelê Kaô, Kabelecile,Olelê, olelê Kaô.Dizem que meu pai é Ogum, Ogum,Que minha mãe é Oxum,Que minha madrinha é Iansã,E meu padrinho é Xangô.O le lê, o le lê Kaô, ô, ô,O le lê, o le lê Kaô, ô, ô,O le lê, o le lê Kaô, Kabelecile,O le lê, o le lê Kaô.017-QUEM DEVE PAGAXangô morreu bem velhinho,Sentado em cima de uma pedra. (bis)Morreu pedindo a justiça,Quem deve paga,Quem merece recebe. (bis)018-SÃO JERÔNIMOQuem é que está na mata?É São Jerônimo,Escrevendo sua Bíblia,No meio destas feras...Segura meu irmão,Que eu não tenho medo,A boca destas feras,É a chave de São Pedro (bis)019-LAMENTO PRA XANGÔXangô, Xangô, meu pai, Xangô (bis)Ô ô ô ô ô, ô ô ô ô ôMaleime meu pai,Maleime Xangô (bis)Xangô mora na pedreira,E manda relampear,Obá Kabeci Obá, XangôSaravá Xangô, saravá Xangô.(bis)020-LINHA DE XANGÔXangô, Xangô, Xangô meu pai,Quando a vossa pedra rola,Filho de Umbanda não cai!Quando a vossa pedra rola,Filho de Umbanda não cai!Xangô está no Reino,Para seus filhos salvar,Traz na mão uma justiça,E uma pedra pra rolar.(bis)021-XANGÔ DAS MATASCachoeira das matas virgens,Onde mora meu Pai Xangô (bis)
3

Activity (25)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Adriana Quadros liked this
Gusttavo Qzl liked this
Neide Monteiro liked this
Adriano Pereira liked this
Neide Monteiro liked this
Fernando Pereira liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->