Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
24Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Scan_Doc0028

Scan_Doc0028

Ratings: (0)|Views: 6,120 |Likes:
Published by SociologiaHistFilo

More info:

Published by: SociologiaHistFilo on Nov 05, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/08/2013

pdf

text

original

 
Introduçãoaofilosofar
A-filosofiaéumramodoconhecimentoquetemafamadeserbastanteabstratoededifícilcompreensãoparagrandepartedaspessoas.Defato,nosúltimoscemanosostextosfilosóficostornaram-setãotécnicosecomplexosque,muitasvezes,apenasespecialistasconseguem entendê-Ios.Masnemsemprefoiassim,nemprecisasê-lo.Veremos, nestaunidade,queafilosofianãoénenhumbichodesetecabeçasequefilosofaréalgonãoapenasmuitoútil,mastambémprazeroso. Seusobjetosbásicosdeestudosãoessestemastãocomunsefundamentaisdaexistênciahumana,comoavida,amorte,afelicidade,aliberdade,obemeomal,averdadeeamentira,oamor, odesejo,opoderetc.Porissoaatividadefilosófica-ofilosofar-podeseralgotãosimplescomopensaravidaeviveropensamento(deumamaneiraprofundaeradical,éclaro),segundoofilósofofrancêscontemporâneoAndréComte-Sponville.Prepare-se,portanto,parapenetrarnessemundofascinantedasinterpretaçõesqueoserhumanoformulousobresimesmoesobreouniversoeparadarospassosiniciaisnaexperiênciafilosófica.
 
CAPíTULO
Afelicidade
o
caminhopara
a
felicidadeestá
em
vocêmesmo
(1999)-CarlW.hrig.
Aatividadefilosófica
é
uma"experiência"dopensamentoquetemsuaspeculiaridades.Trata-sedeumamaneiraumpoucodiferentedepensarsobreascoisas,quefoge
à
rotina,aoautomático.Mesmoassim,
é
acessívelatodos.Vocêprovavelmente,emalgummomento,jádeuosprimeirospassosnaexperiênciafilosóficaenemsedeucontadisso.Quersabercomo?
É
oqueveremosemseguida.Comecemoscomumahistorietaqueabordaumtemamuitosensívelparatodosnóse"bastanteimportanteparaa filosofia-afelicidade.
Questõesfilosóficas
Oqueéfelicidade?Quaisoasfontesdafelicidade?Comoviverbem?Comodevoagirparaserfeliz?
Conceitos-chave
experiênciafilosófica,filosofar,diálogo,estranhamento,questionamento,felicidade,fontesdafelicidade,sabedoria,ética,finalidadeúltima
 
Situaçãofilosófica
Conta-seaseguinteexperncia,vividaporumgrandemédicopaulista,muitosanosatrás. Duranteoperíodoemquetrabalhouentreosíndiosxavantes,noMatoGrosso,elefezamizade comumdosnativos,Rupawe,queoacompanhavafrequentementeelhecontavadiversashistó- riasdesuatribo. NumatórridatardedessaregiãocentraldoBrasil,osdoisdecidiramrefrescar-senoriodas Garças.Nadaramdurantequaseumahoraedepoissesentaram
à
beiradaságuasparades- cansareapreciarabelapaisagem.Aagradávelsensaçãodabrisatocandoseuscorpospareceu despertarnomédicopensamentosmaissutis,resultandonestecurtodiálogo:-Vocêéfeliz,Rupawe? -Sim-respondeuprontamenteonativo. -Evocêsabeoqueéfelicidade? -Não.
Analisandoasituação
Primeiramente,analisemosjuntosessaanedota ouhistorieta,queconstituinossaprimeirasitua- çãofilosófica.Issonosajudaráapercorrerosdis- tintospassosdeumaexperiênciafilosófica.(Evá seacostumandocomesseprocedimento,poisofi-losofarcomeça,demodogeral,comumaanálise.)
Análise-
divisãodotodoempartes,paraexaminarcadaumadelase,depois,poderentendereexplicarotodocompostodessas partes(síntese).
Deondeeraomédico?DeSãoPaulo,umagrandecidade. Eleseencontravaemseumeiosocialecultu- ral,detodososdias? Não.Apartirdanarrativaapresentada,pode- mosconcluirqueomédicopassavaporuma experiênciadiferente,deslocadadeseucoti- diano,porque:a)estavatrabalhandoemum outroespaçofísico-geográfico,estranhopara ele(oMatoGrosso);b)estavaconvivendo comumacomunidadeindígena,ouseja,com umgrupohumanoquepossuíaumacultu- radistintadasua;ec)estavadesenvolvendo atividadesquenãopoderiarealizaremuma metrópolecomoSãoPaulo,entreelaspassear respirandoarpuroenadaremumrionãopo- luído,cercadodebelaesilvestrepaisagem. Essaexperiênciafezcomqueomédicorefletis- sesobresuavidaeadeRupawe? Odlogonosfazcrerquesim,queelecomeçoua pensarsobreadiferençaentresuavidaeadona- tivo.Issosepodededuzirdasperguntasquefez,asquaisrefletempreocupaçõescomo:"Trariamfelicidademodosdevidatãodistintos?","Seria Rupawefeliz?";"Sereieufeliz?","Seambossomos felizesvivendodemaneirastãodistintas,oque tomaumavidafeliz?"eassimpordiante. Qualéaprincipalquestãofilosóficaexpressanessaconversação?Podemosconcluirdodiálogoqueéaquestão queenvolveoconceitodefelicidade,istoé,"o queéfelicidade?". Anarrativaapresentaalgumarespostaparaessaquestão?Não,aomenosdeformaexplícita.Anarrativase interrompecomarespostanegativadoindígena
à
questão. Vocêconcordacomaanáliseacima? Reflitabem.Todotextopodeseranalisadodedi- ferentesmaneiras.Tudodependedeseusobjeti- vosaorealizarumaanálise.Vocêproporiaalguma outraperguntaparacompletaressaanálise?Você responderiaaalgumaquestãodemaneiradistinta?

Activity (24)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Anna Paula Senna Ccb added this note
resposta da pagina 25
Mikaele Gomes liked this
Uliane liked this
Uliane liked this
Sander Nazario liked this
Evelyn Marques liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->