Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
24Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Scan_Doc0028

Scan_Doc0028

Ratings: (0)|Views: 6,462 |Likes:
Published by SociologiaHistFilo

More info:

Published by: SociologiaHistFilo on Nov 05, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/08/2013

pdf

text

original

 
Introduçãoaofilosofar
A-filosofiaéumramodoconhecimentoquetemafamadeserbastanteabstratoededifícilcompreensãoparagrandepartedaspessoas.Defato,nosúltimoscemanosostextosfilosóficostornaram-setãotécnicosecomplexosque,muitasvezes,apenasespecialistasconseguem entendê-Ios.Masnemsemprefoiassim,nemprecisasê-lo.Veremos, nestaunidade,queafilosofianãoénenhumbichodesetecabeçasequefilosofaréalgonãoapenasmuitoútil,mastambémprazeroso. Seusobjetosbásicosdeestudosãoessestemastãocomunsefundamentaisdaexistênciahumana,comoavida,amorte,afelicidade,aliberdade,obemeomal,averdadeeamentira,oamor, odesejo,opoderetc.Porissoaatividadefilosófica-ofilosofar-podeseralgotãosimplescomopensaravidaeviveropensamento(deumamaneiraprofundaeradical,éclaro),segundoofilósofofrancêscontemporâneoAndréComte-Sponville.Prepare-se,portanto,parapenetrarnessemundofascinantedasinterpretaçõesqueoserhumanoformulousobresimesmoesobreouniversoeparadarospassosiniciaisnaexperiênciafilosófica.
 
CAPíTULO
Afelicidade
o
caminhopara
a
felicidadeestá
em
vocêmesmo
(1999)-CarlW.hrig.
Aatividadefilosófica
é
uma"experiência"dopensamentoquetemsuaspeculiaridades.Trata-sedeumamaneiraumpoucodiferentedepensarsobreascoisas,quefoge
à
rotina,aoautomático.Mesmoassim,
é
acessívelatodos.Vocêprovavelmente,emalgummomento,jádeuosprimeirospassosnaexperiênciafilosóficaenemsedeucontadisso.Quersabercomo?
É
oqueveremosemseguida.Comecemoscomumahistorietaqueabordaumtemamuitosensívelparatodosnóse"bastanteimportanteparaa filosofia-afelicidade.
Questõesfilosóficas
Oqueéfelicidade?Quaisoasfontesdafelicidade?Comoviverbem?Comodevoagirparaserfeliz?
Conceitos-chave
experiênciafilosófica,filosofar,diálogo,estranhamento,questionamento,felicidade,fontesdafelicidade,sabedoria,ética,finalidadeúltima
 
Situaçãofilosófica
Conta-seaseguinteexperncia,vividaporumgrandemédicopaulista,muitosanosatrás. Duranteoperíodoemquetrabalhouentreosíndiosxavantes,noMatoGrosso,elefezamizade comumdosnativos,Rupawe,queoacompanhavafrequentementeelhecontavadiversashistó- riasdesuatribo. NumatórridatardedessaregiãocentraldoBrasil,osdoisdecidiramrefrescar-senoriodas Garças.Nadaramdurantequaseumahoraedepoissesentaram
à
beiradaságuasparades- cansareapreciarabelapaisagem.Aagradávelsensaçãodabrisatocandoseuscorpospareceu despertarnomédicopensamentosmaissutis,resultandonestecurtodiálogo:-Vocêéfeliz,Rupawe? -Sim-respondeuprontamenteonativo. -Evocêsabeoqueéfelicidade? -Não.
Analisandoasituação
Primeiramente,analisemosjuntosessaanedota ouhistorieta,queconstituinossaprimeirasitua- çãofilosófica.Issonosajudaráapercorrerosdis- tintospassosdeumaexperiênciafilosófica.(Evá seacostumandocomesseprocedimento,poisofi-losofarcomeça,demodogeral,comumaanálise.)
Análise-
divisãodotodoempartes,paraexaminarcadaumadelase,depois,poderentendereexplicarotodocompostodessas partes(síntese).
Deondeeraomédico?DeSãoPaulo,umagrandecidade. Eleseencontravaemseumeiosocialecultu- ral,detodososdias? Não.Apartirdanarrativaapresentada,pode- mosconcluirqueomédicopassavaporuma experiênciadiferente,deslocadadeseucoti- diano,porque:a)estavatrabalhandoemum outroespaçofísico-geográfico,estranhopara ele(oMatoGrosso);b)estavaconvivendo comumacomunidadeindígena,ouseja,com umgrupohumanoquepossuíaumacultu- radistintadasua;ec)estavadesenvolvendo atividadesquenãopoderiarealizaremuma metrópolecomoSãoPaulo,entreelaspassear respirandoarpuroenadaremumrionãopo- luído,cercadodebelaesilvestrepaisagem. Essaexperiênciafezcomqueomédicorefletis- sesobresuavidaeadeRupawe? Odlogonosfazcrerquesim,queelecomeçoua pensarsobreadiferençaentresuavidaeadona- tivo.Issosepodededuzirdasperguntasquefez,asquaisrefletempreocupaçõescomo:"Trariamfelicidademodosdevidatãodistintos?","Seria Rupawefeliz?";"Sereieufeliz?","Seambossomos felizesvivendodemaneirastãodistintas,oque tomaumavidafeliz?"eassimpordiante. Qualéaprincipalquestãofilosóficaexpressanessaconversação?Podemosconcluirdodiálogoqueéaquestão queenvolveoconceitodefelicidade,istoé,"o queéfelicidade?". Anarrativaapresentaalgumarespostaparaessaquestão?Não,aomenosdeformaexplícita.Anarrativase interrompecomarespostanegativadoindígena
à
questão. Vocêconcordacomaanáliseacima? Reflitabem.Todotextopodeseranalisadodedi- ferentesmaneiras.Tudodependedeseusobjeti- vosaorealizarumaanálise.Vocêproporiaalguma outraperguntaparacompletaressaanálise?Você responderiaaalgumaquestãodemaneiradistinta?

Activity (24)

You've already reviewed this. Edit your review.
Anna Paula Senna Ccb added this note
resposta da pagina 25
1 hundred reads
1 thousand reads
Mikaele Gomes liked this
Uliane liked this
Uliane liked this
Sander Nazario liked this
Evelyn Marques liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->