Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
56Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Scan Doc0059

Scan Doc0059

Ratings:

3.5

(2)
|Views: 9,108 |Likes:
Published by SociologiaHistFilo

More info:

Published by: SociologiaHistFilo on Nov 05, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/03/2013

pdf

text

original

 
AtorredeBabei.
PieterBruegel,1563-
CompareotextodeNietzschecomaalegoriadatorredeBabeiediscutacomseucolega:
1.
Aqueponto,mesmosefalássemostodosnósamesmalíngua,alinguagempodenosconfundiremvezdeesclarecer?
2.
Qualseriaopapeldafilosofiadiantedessapolifoniadevozesdivergentes?ApósaleituradestaUnidade,retomeaessasquesesparaexaminarsuasreflexõesiniciais.
107
 
9
108
Observe,napartesuperiordestalitografia,umaescadaeduaspessoasquesemovemnamesmadireção.Masumaparecedescereaoutrasubir.Logoabaixo,aparedeaoladodaquelaquesobeéosolo daoutraqueseencontrasentada.Naparteinferior,alguémsobe,masa portaqueseabre
à
suafrentepertenceaoespaçopossíveldaquelaquedescecomabandejaeagarrafa.Outrasfigurasseposicionam,sempreinvertendoapercepçãoquetemosdahorizontaledavertical.Combasenessasobservões,nosperguntamoscomoaspessoaspodemestarnomesmoespaçoeaomesmotempoemmundosdiferentes?AprimeiraimpressãodiantedeumaobradeEscherédeestranhamento,mastambémdeIudicidade,porqueoartistabrincacomnossapercepção.Oquenosfazpensar:seráquetudooquevejo émesmoreal?Esetudoforumailusãodemeussentidos?Convivocompessoasquepensamdemodotãodiferentedemim,comosevivessememoutrarealidade.Oqueéoreal?Qualagarantiadequea realidadenãosejaumsonho?Játivecertezastãoarraigadasequese
 
dissolveramcomotempo:teriaeucaídoemerro?Eagora,estariacerto?Quaisoasgarantiasdeminhascertezas?Alguémpodedizerquehácoisasdequenãopossoduvidar,porqueoevidentes.Masessaevidênciatalveznãosejamaisdoqueohábito,ocostume,poismuitasverdadesmeforamincutidasdesdea
infância.
Tambémospovosseenganam,bastalembrarqueantesdeCopérnicoeGalileupareciaóbvioqueoSolgirasseemtornodaTerra,enquantoelapermaneciafixanocentrodomundo.Nemasciênciaspodemnosgarantircertezas?E,sepuderem,quetipodecertezaelasnosdão?
D
Oatodeconhecer
o
campodeinvestigaçãofilosóficaqueabarcaasquestõessobreoconhecerchama-se
teoriadoconhecimento.
Tradicionalmentecostuma-sedefi- nirconhecimentocomoomodopeloqualosujeito seapropriaintelectualmentedoobjeto.
m
ETIMOLOGIA
Conhecimento.Dolatim
cognoscere,
"atodeconhe-cer".Emportuguêsderivaramtermoscomocognos- cente,"osujeitoqueconhece",ecognoscível,"oque podeserconhecido".
Entendemosporconhecimentoo
ato
ouo
pro-duto
doconhecimento.O
ato
doconhecimentodizrespeito
à
relaçãoqueseestabeleceentreosujeitocognoscenteeoobjetoaserconhecido.Oobjetoéalgo foradamente,mastambémaprópriamente,quandopercebemosnossosafetos,desejoseideias.O
produto
doconhecimentoéoqueresultadoatodeconhecer,ouseja,oconjuntodesabe- resacumuladoserecebidospelacultura,bemcomoossaberesquecadaumdenósacres-centaàtradição:ascrenças,osvalores,as ciências,asreligiões,astécnicas,asartes,afilosofiaetc. Nestecapítulo,vamosprivilegiaroprimeiro aspecto:o
ato
deconhecer.
f)
Osmodosdeconhecer
Dequemaneirasosujeitocognoscenteapreendeoreal?Geralmenteconsideramosoconhecimentocomoumatodarazão,peloqualencadeamosideias ejzos,parachegaraumaconclusão.Essasetapas compõemonossoracionio.Noentanto,conhece- mosorealtambémpela
intúição.
Vejamosadife-reaentre
intuição
e
conhecimento
discursivo.
A
intuição
Aintuicãoéumconhecimentoimediato-alcan-çadosemintermediários-,umtipodepensamentodireto,umavisãosúbita.Porissoéinexprimível:Comopoderíamosexplicarempalavrasasensaçãodovermelho?Ouaintensidadedomeuamorouódio?
É
tambémumtipodeconhecimentoimpos-veldeserprovadooudemonstrado.Noentanto,aintuiçãoéimportanteporpossibilitarainvenção,adescoberta,osgrandessaltosdosaberhumano.
m
ETIMOLOGIA
Intuição.Dolatim
intuitio,
doverbo
intueor,
"olharatentamente","observar".Intuição
é
portantouma"visão",umapercepçãosemconceito.
Aintuiçãoexpressa-sedediversasmaneiras, entreasquaisdestacamosaempírica,ainventivaeaintelectual.a)
A
intuãoemrica
éoconhecimentoime-diatobaseadoemumaexperiênciaqueinde-pendedequalquerconceito.Elapodeser: sensível,quandopercebemospelosórgãos dossentidos:ocalordoveo,ascoresdapri- mavera,osomdoviolino,oodordocafé,o sabordoce;psicológica,quandotemosaexperiência internaimediatadenossaspercepções,emo-ções,sentimentosedesejos.b)
A
intuãoinventiva
éaintuiçãodosábio,doartista,docientistaaodescobriremsoluções súbitas,comoumahipótesefecundaouumainspiraçãoinovadora.Navidadiáriatambém enfrentamossituaçõesqueexigemverdadei-rasinvençõessúbitas,desdeodiagnósticode ummédicoatéasoluçãopráticadeumpro-blemacaseiro.Segundoomatemáticoefiló-sofoHenriPoincaré,enquantoalógicanosajudaademonstrar,ainvençãosóépossível pelaintuição.
o
quepodemosconhecer?
Capítulo9
L".

Activity (56)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Patricia Vitória added this note
que merda, eu tenho o livro, quero o porcaria da resposta. acham mesmo que eu iria vir aqui apenas para ler ?!?! me poupem !
Danrley Moreira added this note
Muito bom, para se tornar ótimo, faltou ás respostas!
Emanuelly Muniz added this note
cde as respostaaaaaaaaaaaaaaaa/???????????????????
Ailson Lucas added this note
pooorra meu!!! cadê as respostas????????
Biiah Nunes liked this
Ericles Junior liked this
Gláucia Brito liked this
Vinicius Gomes liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->