Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
2Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
36260_4558

36260_4558

Ratings: (0)|Views: 18 |Likes:
Published by Orlando Lopes

More info:

Published by: Orlando Lopes on Nov 23, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

11/23/2011

pdf

text

original

 
  d    o    s   s  i   ê
comunicação, mídia e consumo são paulo vol.
6
n.
16
p.
73-88
jul.
2009
 
  d    o    s   s  i   ê
Produtos da linguagem: a hora e a vezde Macabéa
1
Productos del lenguaje: la hora y la vezde MacabéaProducts of language: the time and turnof Macabéa
Goiamérico Felício Carneiro dos Santos
2
Resumo
Na ordem do mercado dos bens simbólicos, em
 A ora a estrela
, não estaria pre-sentificada a enunciação discursiva da linguagem-produto? Não teríamos, nessatrama textual clariceana, uma linguagem não acessível, desafiadora, que fala deseus processos, de suas carências, driblando inúteis tentativas de decifrar, inter-pretar a vida e o destino de uma invisível Macabéa repleta de silêncios? Nessaobra, que mais claramente prenuncia a morte de uma estrela que explode semexperimentar o fulgor, a intensidade da vida plena, não teríamos a representaçãode uma linguagem em crise por ser autoconsciente de sua precariedade? Nessaenunciação romanesca clariceana, a linguagem-produto se instaura, qual umaesfinge devoradora, apontando para os abismos dos nossos macabeicos destinos.
Palavras-chave:
Linguagem. Comunicação.
 
Produto. Bens simbólicos. Consu-mo. Clarice Lispector.
Resumen
 ¿En el orden del mercado de los bienes simbólicos, en
 A ora a estrela [Laora e la estrella]
no estaría presentificada la enunciación discursiva del len-
1 Trabalo apresentao no 6º Smpóso Naconal Comuncação e Prátcas e Consumo. Programa e Mestrao emComuncação e Prátcas e Consumo a ESPM/SP, Campus Álvaro Alvm, São Paulo, 11-12 ago. 2008.2 Poeta, mestre em Estuos a Lnguagem, outor em Letras, ntegra a lna e pesqusa Mía e Cultura e é coor-enaor o Programa e Pós-Grauação (
stricto sensu
) em Comuncação a Facomb – Faculae e Comunca-ção e Bbloteconoma a UFG. E-mal: goamerco@uol.com.br.
 
 d  o  s  s  i  ê 
escola superior de propaganda e marketing
74 produtos da linguagem
 
 d  o  s  s  i  ê 
 guaje-producto? ¿No tendríamos, en esta trama textual clariceana, un lenguajeno accesible, desafiador que habla de sus procesos, de sus carencias, esquivandoinútiles tentativas de descifrar, interpretar la vida y el destino de una invisibleMacabéa repleta de silencios? ¿En esta obra, que más claramente prenuncia lamuerte de una estrella que explota sin experimentar el fulgor, la intensidad dela vida llena, no tendríamos la representación de un lenguaje en crisis por ser auto-consciente de su precariedad? En esta enunciación romanesca clariceana,el lenguaje-producto se instaura, como una esfinge devoradora, señalando losabismos de los nuestros macabéicos destinos.
Palabras-clave:
Lenguaje. Comunicación. Producto. Bienes simbólicos. Consumo.Clarice Lispector.
Abstract
In the order of the symbolic goods market, in
 A ora a estrela
, wouldn’t thediscursive enunciation of the language-product be rendered present? Wouldn’t wehave, in this Clarician textual tessitura, an inaccessible and defying languagethat bespeaks of its processes, of its lacks, escaping any attempts of deciphering or interpreting the life and destiny of an invisible Macabéa full of silences? In thiswork, the one that most clearly foresees the death of a star that explodes withoutexperiencing the full intensity of life, wouldn’t we have the representation of alanguage in crisis for being self-conscious of its precariousness? In this ClaricianRomanesque enunciation, the language-product come to being, as a devouringsphinx pointing to the abysses of our Macabeanian destinies.
Keywords
: Language. Communication. Symbolic goods. Consumption. ClariceLispector.
 
  d    o    s   s  i   ê
comunicação, mídia e consumo são paulo vol.
6
n.
16
p.
73-88
jul.
2009
goiamérico felício carneiro dos santos 75
 
  d    o    s   s  i   ê
A linguagem
experimentum
Nos meus lvros publcaos, assm como naqueles que eu não escrev,vem à luz uma únca reflexão obstnaa: o que sgnfca “á lnguagem”,o que sgnfca “eu falo”?
Giorgio Agamben
Em suas reflexões acerca a nfânca no plano e uma storzação osento a va experencaa pelo umano, Gorgo Agamben não con-cebe a exstênca umana, no plano e sua manênca, fora a expe-rênca a lnguagem. A nferênca e Agamben é conceba teno alnguagem como pura exterorae; uma lnguagem exaraa e suasforças prmevas, pura potênca, nconta, avassalaora, stuaa no “fora”o pensamento, aquém e além as possblaes o zível. As conserações e Agamben nos levam a compreener que a expe-rênca a lnguagem, nexoravelmente, torna-se olorosa nclusve paratoo autor soterrao pelo peso a conscênca e sua responsablaecom o zer por meo e nautas palavras. Va uma lnguagem prme-ramente experencaa por ele, escrtor/nventor e lnguagens, que as-sm se consera responsável pelo papel e zer o não to, provocanoo estranamento no letor, nos termos propostos pela teora a lteraturaos formalstas russos.Tal estratéga scursva é empreena pelos escrtores mas ex-permentaos e, por sso, conscentes e seus papés face à escrta: onarreável comprometmento com a forma, a estrutura e lnguagemeve se consttur no maor embate. Nessa perspectva, os escrtos ten-em a se tornar perenes, poeno atngr o
status
e escrtura,
3
queassm poe provocar uma nova experênca e letura, um novo efetoscursvo por eles, os formalstas russos, enomnaa lterareae alnguagem.
3 O termo se refere ao sento confero por Rolan Bartes, como
écriture
, escrtura, a escrta que ura.

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->