Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Save to My Library
Look up keyword
Like this
12Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
René Descartes

René Descartes

Ratings: (0)|Views: 1,141 |Likes:
Published by anon-627319

More info:

Published by: anon-627319 on Oct 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as RTF, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

12/12/2012

pdf

text

original

 
Pensamento
A Cultura é inimiga da Razão
O pensamento de Descartes é revolucionário para uma sociedadefeudalistaem que elenasceu, onde a influência da Igreja ainda era muito forte e quando ainda não existia umatradição de "produção de conhecimento". Para a sociedade feudal, o conhecimento estavanas mãos da Igreja.Aristótelestinha deixado um legado intelectual que o clero seencarregava de disseminar.Descartes viveu numa época marcada pelas guerras religiosas entreProtestantese Católicosna Europa. Ele viajou muito e viu que sociedades diferentes têm crenças diferentes, mesmocontraditórias. Aquilo que numa região é tido por verdadeiro, é achado como ridículo,disparatado, mentira, nos outros lugares.Descartes viu que os "costumes", a história de um povo, sua tradição "cultural" influenciama forma como as pessoas pensam, aquilo em que acreditam.
RenéDescartes
 
), também conhecido como
 Renatus Cartesius
(formalatinizada),foifilósofo,físicoematemáticofrancês. Notabilizou-se sobretudo por seu trabalho revolucionário nafilosofiae naciência, mas também obteve reconhecimentomatemático   por sugerir a fusão daálgebracom ageometria- fato que gerou ageometria analíticae o sistema de coordenadasque hoje leva o seu nome. Por fim, ele foi uma das figuras-chave naRevolução Científica.Descartes, por vezes chamado de "o fundador dafilosofia moderna" e o "pai da matemáticamoderna", é considerado um dos pensadores mais importantes e influentes da História doPensamento Ocidental. Inspirou contemporâneos e várias gerações de filósofos posteriores; boa parte da filosofia escrita a partir de então foi uma reação às suas obras ou a autoressupostamente influenciados por ele. Muitos especialistas afirmam que a partir de Descartesinaugurou-se oracionalismodaIdade Moderna- enquanto que décadas mais tarde se assentaria nasIlhas Britânicas,através deJohn LockeeDavid Hume,principalmente, um movimento filósofico que de alguma forma é oposto no qual se convencionou chamar deempirismo.
Vida
René Descartes nasceu no ano de1596em La Haye (hojeDescartes), nodepartamento francêsdeIndre-et-Loire. Com oito anos, ingressa no colégio jesuíta 
emLa Flèche. O curso em La Flèche durava um triénio, tendo Descartes sido alunodo Padre Estevão de Noel, que liaPedro da Fonsecanas aulas de Lógica, a par dos
Commentarii
. Descartes reconheceu que lá havia certa liberdade, no entanto no seu
declara a sua decepção não com o ensino da escola em si mas com
 
o baseado naculturaetradiçãoque era fundamentalmenteescolásticocujo conhecimento científico achava confuso, obscuro e nada prático. Em carta a Mersenne, diz que "os
Conimbres
são longos, sendo bom que fossem mais breves. Crítica, aliás, já então corrente,mesmo nas escolas daCompanhia de Jesus"; Descartes esteve em La Flèche uns nove anos(1606-1615)[1]. "Descartes não mereceu, como se sabe, a plena admiração dos escolares jesuítas, que o consideravam deficiente filósofo"[2]. Prosseguiu depois seus estudosgraduando-se emDireitoem1616pelaUniversidade de Poitiers.  No entanto, Descartes nunca exerce o Direito, e em1618alistou-se no exército do PríncipeMaurício de Nassaucom a intenção de seguir carreira militar. Mas se achava menos umator do que um espectador: antes ouvinte numa escola de guerra do que verdadeiro militar.Conheceu entãoIsaac Beeckmanque o influenciou fortemente e compôs um pequenotratado sobre música intitulado
Compendium Musicae
(Compêndio de Música). É nessaépoca também que escreve
 Larvatus prodeo
(Eu caminho mascarado). Em1619, viaja até aAlemanhaaonde no dia10 de Novembroteve uma visão em sonho de um novo sistema matemático e científico. Em1622,ele retorna à França passando os seguintes anos emParis.Em1628compõe as
 Regulae ad directionem ingenii
(Regras para a Direção do Espírito) e parte para osPaíses Baixosaonde morou até1649. Em1629começa a redigir o
Tratado doMundo
, uma obra deFísica, a qual aborda a sua tese sobre oheliocentrismo. Porém, em 1633, quandoGalileué condenado pelaInquisição, Descartes abandona seus planos de  publicá-lo. Em1635nasce Francine, filha de uma serviçal. Ela foi batizada no dia7 de Agostode1635mas morre precocemente em1640,o que foi um grande baque para Descartes.Em1637, ele publicou três pequenos tratados científicos:
 A Dióptrica
,
Os Meteoros
e
 AGeometria
, mas o prefácio dessas obras é que faz seu futuro reconhecimento: o
 Discurso sobre o método
. Em1641,aparece sua obra filosófica e metafísica mais imponente: as
Meditações Sobre a Filosofia Primeira
, com os primeiros seis conjuntos de
Objeções e Respostas
. Os autores das objeções são: do primeiro conjunto, o téologo holandêsJohan deKater ; do segundo,Mersenne; do terceiro,Thomas Hobbes; do quarto,Arnauld; do quinto, Gassendi; e do sexto conjunto, Mersenne. Em1642, a segunda edição das Meditações incluía uma sétima objeção, feita pelo jesuítaPierre Bourdin,seguida de uma
Carta a Dinet 
. Em1643, o cartesianismo é condenado pelaUniversidade de Utrechte Descartes começou sua vasta correspondência comIsabel da Boémia. Descartes publica então
Os Princípios da Filosofia
, aonde resume seus princípios filosóficos que formariam "ciência",e faz uma visita rápida aFrançaem1644,onde encontra o embaixador da França junto à corte sueca, Chanut, que o põe em contato com a rainhaCristina da Suécia.Nesta ocasião,teria declarado que o Universo é totalmente preenchido por um "éter" onipresente. Assim, arotação do Sol, através do éter, criaria ondas ou redemoinhos, explicando o movimento dos planetas, tal qual uma batedeira. O éter também seria o meio pelo qual a luz se propaga,atravessando-o pelo espaço desde o Sol até nós. Em1647ele foi premiado com uma pensão pelo Rei da França e começou a trabalhar na
 Descrição do Corpo Humano
. Ele entrevistouFrans BurmanemEgmond-Binnenem1648, resultando na
Conversa com Burman
. Em1649ele foi àSuéciaa convite da Rainha Cristina, e suas
Tratado das Paixões
, que elededicou a Princesa Isabel, foram publicados.
 
René Descartes morreu de pneumonia no dia11 de Fevereiro,1650emEstocolmo, Suécia, onde ele estava trabalhando como professor a convite da Rainha. Acostumado a trabalhar na cama até meio-dia, sua saúde por ter sofrido com as demandas da Rainha Christina -começavam seus estudos às 5 da manhã. Como umcatóliconum paísprotestante,ele foi enterrado num cemitério de crianças não batizadas, em Adolf Fredrikskyrkan emEstocolmo. Depois, seus restos foram levados para a França e enterrados na Igreja de SãoGenevieve-du-Mont em Paris. Um memorial construído noséculo XVIIIpermanece naigreja sueca.Durante aRevolução Francesaseus restos foram desenterrados a fim de serem deslocados para oPanthéonao lado de outras grandes figuras da França. A vila novale do Loireonde ele nasceu foi renomeadaLa Haye-Descartes.Em1667, depois de sua morte, a Igreja Católica Romana colocou suas obras no
(Índice dos Livros Proibidos)
Pensamento
A Cultura é inimiga da Razão
O pensamento de Descartes é revolucionário para uma sociedadefeudalistaem que elenasceu, onde a influência da Igreja ainda era muito forte e quando ainda não existia umatradição de "produção de conhecimento". Para a sociedade feudal, o conhecimento estavanas mãos da Igreja.Aristótelestinha deixado um legado intelectual que o clero seencarregava de disseminar.Descartes viveu numa época marcada pelas guerras religiosas entreProtestantese Católicosna Europa. Ele viajou muito e viu que sociedades diferentes têm crenças diferentes, mesmocontraditórias. Aquilo que numa região é tido por verdadeiro, é achado como ridículo,disparatado, mentira, nos outros lugares.Descartes viu que os "costumes", a história de um povo, sua tradição "cultural" influenciama forma como as pessoas pensam, aquilo em que acreditam.
O primeiro pensador "moderno"
Descartes é considerado o primeiro filósofo "moderno".A sua contribuição àepistemologia é essencial, assim como àsciências naturais por ter estabelecido um método que ajudou oseu desenvolvimento. Descartes criou, em suas obras
 Discurso sobre o método
e
Meditações
- ambas escritas no vernáculo, ao invés do latim tradicional dos trabalhos defilosofia - as bases da ciência contemporânea.Ométodo cartesianoconsiste noCeticismo Metodológico- duvida-se de cada idéia que  pode ser duvidada. Ao contrário dos gregos antigos e dos escolásticos, que acreditavam queas coisas existem simplesmente porque
 precisam
existir, ou porque assim deve ser, etc,Descartes institui a dúvida: só se pode dizer que existe aquilo que possa ser provado, sendoo ato de duvidar indubitável. Baseado nisso, Descartes busca provar a existência do próprio

Activity (12)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 hundred reads
1 thousand reads
Lilian Greucy liked this
Wesley Gomes liked this
antoniocarlospr liked this
antoniocarlospr liked this
rafaelmms liked this
fagundes_daniel liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->