Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more
Download
Standard view
Full view
of .
Look up keyword
Like this
11Activity
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Guia Básico de Poções

Guia Básico de Poções

Ratings: (0)|Views: 313 |Likes:
Published by Max.Kholleir

More info:

Published by: Max.Kholleir on Oct 23, 2008
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

01/10/2014

pdf

text

original

 
Guia Básico de Poções
Introdução
No preparo desta obra, tive em mira este alvo principal: ser útil.Dada a constante indagação do povo venho, de há tempos, sentindo a necessidadede publicar um livro prático, orientador, bem explicativo, fácil de entender, sobre ouso das diversas substâncias no preparo de poções.Para que você possa entender o presente livro, deverá estudá-lo desde o começo, enão somente ler algumas partes que, à primeira vista, pareçam interessá-lo.Qualquer poção que você queira fazer, com substâncias está intimamenterelacionada com a orientação dada na primeira parte do livro; para você entender adescrição das substâncias, deve ler e entender sobre noções de herbologia.Gostaria de acrescentar que esta obra está intimamente ligada ao uso desubstâncias naturais.Finalizando, reiteramos nosso desejo de que esta obra preencha, também para comvocê, a finalidade para a qual foi elaborada: que lhe seja realmente útil.
O autor
Preparo e aplicação de substâncias em poções
O uso de qualquer substância em demasia pode causar envenenamento, contudo ouso adequado de substâncias naturais em poções pode até salvar vidas. No reinonatural há abundância de virtudes, venenosas ou não, próprias para asnecessidades humanas.Para que as plantas não percam seu valor nas poções, devem ser colhidas quandonão estão molhadas de orvalho. Secam-se à sombra, porque os fortes raios solarestiram das plantas, depois de arrancadas, uma parte de suas substâncias, que seevaporam ao Sol.As raízes devem ser bem lavadas e picadas em pedacinhos antes de serem postasa secar.Quando já secas as ervas examinam-se e separam-se as partes estragadas.Conserva-se somente o que é bom. As folhas, flores, talos, raízes picados guardam-se então em caixas, em lugar seco.De vez em quando é bom tornar a examiná-las, a ver se estão apanhando umidade,caso em que é necessário secá-las de novo. As que cheiram a mofo devem sersubstituídas.Deve-se naturalmente anotar, em cada caixa, cuidadosamente, o tipo de ervacontido, para evitar confusão.?Deste modo cada qual pode ter seu próprio kit de substâncias para o preparo depoções.As substâncias podem ser aplicadas de diversas formas, e é muito importante quetoda pessoa que pretenda aprofundar-se no preparo de poções conheça seus váriosmodos de aplicação.
Citamos os seguintes:
Chás
 
De várias maneiras se prepara um chá, a saber:a) Como tisana – Põe-se água a ferver e, quando estiver fervendo, acrescentam-seas substâncias. Cobre-se. Deixa-se ferver mais uns cinco minutos, e tira-se do fogo.Deixa-se repousar alguns minutos, bem coberta, coa-se e pronta está a tisana.b) Por infusão – Esta forma consiste em despejar água fervendo sobre assubstâncias, num caldeirão ou outro recipiente, e deixá-las repousar assim, bemcobertas, durante uns dez minutos. Para este preparo são mais apropriadas asfolhas e flores. Os talos e raízes também podem preparar-se por infusão, masdevem ser picados bem finos e ficar em repouso, depois deitar água fervente emcima, uns vinte ou trinta minutos.c) Por decocção – Deitam-se as substâncias num caldeirão e verte-se água fria emcima. A duração do cozimento pode variar entre cinco e trinta minutos, dependendoda qualidade das substâncias empregadas. Partes duras, como sejam: raízes,cascas, talos, picam-se em pedacinhos e cozinham-se quinze a trinta minutos. Tira-se do caldeirão e conserva-se em recipiente coberto durante alguns minutos mais;depois coa-se. Esta forma é mais recomendável para as cascas, raízes e talos.d) Por maceração – Põe-se de molho as substâncias em água fria, durante dez avinte e quatro horas, segundo o que se emprega. Folhas, flores, sementes e partestenras ficam dez a doze horas. Talos, cascas e raízes brandos, picados, dezesseis adezoito horas. Talos, cascas e raízes duros, picados, vinte duas a vinte e quatrohoras. Coa-se. O método da maceração oferece a vantagem de que os sais mineraise as vitaminas das ervas são aproveitados.
2.
Sucos
Se os chás são eficazes, muito mais são os sucos crus das ervas. Infelizmente, nemsempre podemos obtê-las frescas. A estação do ano ou o lugar em que mormos ouestamos muitas vezes só nos permitem obter inúmeras delas em estado seco, daprovisão que temos. Mas, sempre que possível, devemos usá-las frescas.O suco se obtém facilmente triturando as ervas com um pilão ou moendo-as emmáquinas de moer. Passa-se em seguida por um coador.
3.
Sopas e caldos
Muitas ervas silvestres podem ser também preparadas em forma de sopas ouensopados.As poções de ervas em forma de sopas ou ensopados, além de salutares têm avantagem de serem simples de preparar.
4.
Cataplasmas
As cataplasmas se empregam de vários modos, a saber:a) Ervas frescas, ao natural – Podem aplicar-se diretamente à parte dolorida,inchada ou ferida.b) Ervas secas em saquinhos – Frias ou quentes, conforme o caso, usam-se paracãibras causadas por feitiços de paralisar ou de impedimento.
 
c) Em forma de pasta – Socam-se as plantas, formando uma papa que se colocasobre o lugar dolorido, diretamente ou entre dois panos. Quando não se têm ervasfrescas para este fim, podem-se utilizar também ervas secas. Neste caso se deitaágua fervente em cima das ervas, num caldeirão, tanta quanto necessária paraformas uma pasta uniforme.As cataplasmas têm efeito calmante sobre os inchaços, nevralgias, contusões,furúnculos, supurações, etc.No preparo das mesmos não deve-se usar colheres de metal, especialmente as dealpaca, mas sim de madeira, pois as primeiras poderiam provocar envenenamentose permanecessem muito tempo na massa.d) Compressas – Usam-se, para este fim, panos bem limpos, brancos e finos.Cozinham-se as ervas em dose forte, isto é, usa-se, para um litro de água, duas,três ou quatro vezes mais erva que para um chá. Coa-se. No cozimento mergulha-se o pano, torce-se bem e aplica-se sobre a parte dolorida ou afetada.
5.
Inalações
Põem-se ervas em água, num caldeirão ou outro recipiente, a ferver. Quandolevantar fervura, aproveita-se o vapor, aspirando-o por meio de um funil (pode serde papel). O cuidado que aqui se deve ter é de não escaldar, porque o bafo dafervura é muito quente.
6.
Ungüentos
Podem também se preparar ungüentos de certas substâncias. Tomam-se diversaservas frescas, como calêndula, arnica, hipericão, barna, etc., e trituram-se,misturadas, com um pilão, ou passa-se por uma máquina de moer. O suco que seobtém, mistura-se à gordura vegetal. Aquece-se sobre o fogo até derreter. A isto sepode acrescentar um pouco de cera de abelha, para formar ungüento mais espesso.
7.
Azeites
Ao azeite também podem misturar folhas, sementes e flores de ervas – porexemplo: camomila, alfazema – para se tornar um bom óleo. Tampa-se bem agarrafa que contenha a mistura e expõe-se diariamente ao Sol, durante quinze dias.Coa-se depois. O óleo assim preparado serve para diversos fins, (de acordo com asubstância utilizada) interno e externo.
Sobre a Utilização da Água em Poções
Uma vez que as substâncias podem ser utilizadas em chás, sucos, compressas, etc.,não posso deixar de dedicar um capítulo à hidroterapia.Por hidroterapia entende-se o tratamento pela água sob suas diversas formas etemperaturas variáveis.A água ingrediente básico e um veículo de calor ou frio para as poções.Aplicada ao corpo, opera nele modificações que atingem, em primeiro lugar, osistema nervoso, o qual, por sua vez age sobre o aparelho circulatório, produzindoefeitos sobre a regularização do calor animal. As reações da aplicação da água são,portanto, três: 1ª) nervosa, 2ª) circulatória, 3ª) térmica.

Activity (11)

You've already reviewed this. Edit your review.
1 thousand reads
1 hundred reads
rezeel liked this
rezeel liked this
perolasp liked this
celsomarc liked this
thaygi liked this
valkyrjakiel liked this
13jorge13 liked this

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->