Welcome to Scribd, the world's digital library. Read, publish, and share books and documents. See more ➡
Download
Standard view
Full view
of .
Add note
Save to My Library
Sync to mobile
Look up keyword
Like this
9Activity
×
0 of .
Results for:
No results containing your search query
P. 1
Mat Geometria Espacial _001

Mat Geometria Espacial _001

Ratings: (0)|Views: 2,092|Likes:
Published by trigono_metrico

More info:

Published by: trigono_metrico on Dec 09, 2011
Copyright:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See More
See less

07/09/2013

pdf

text

original

 
 
COLÉGIO VIA MEDICINA
PSS 2PÁGINA 1ANOTAÇÕES
1.
 
POSTULADOS
(sem demonstrações)
 
Euclides
: Por um ponto fora de umareta existe uma única paralela a essareta.
Posição relativas de Duas Retas
 
paralelasreversas concorrentesCoincidente(paralelos)
Intersecção de Planos
Se dois planos distintos tem um ponto comumeles tem uma reta comum.Então: os planos acima chamam-se secantes.
 
Intersecção de 3 Planos
Ou os três se encontram numa única reta ouas intersecções dão paralelas, ou concorren-tes num único ponto.
 
Reta x Plano
Paralelos Incidentes pertencentes
Plano x Reta
Paralelos SecantesCoincidentes(paralelos)
Teorema de Tales:
Se um feixe deplanos para-lelos é cortado por duastransversais (paralelas ou não) entãoa razão entre os segmentos de uma éigual à razão entre os corresponden-tes de outra.
Reta paralela a plano
 
Definição
: a intersecção é vazia
Teorema
: uma reta é paralela a um plano sefor paralela a uma reta do plano E NÃOESTIVER NELE CONTIDA.Por um ponto fora do plano existem infinitasretas paralelas a este plano.Se uma reta é paralela a um plano ela é para-lela ou reversa com qualquer reta do plano.
 
Planos s paralelos (distintos)
Definição
: intersecção vazia
Teorema
: dois planos são paralelos se umcontiver duas retas CONCORRENTES paralelasa outro.
Dois planos sendo paralelos distintos.
Toda reta que fura um fura o outro.Todo plano que corta um corta o outro em re-tas paralelas.Toda reta de um é paralela a outro.
 
2.
 
ÂNGULOS
Para se obter o ângulo entre re-tas reversas ou não; traça-se por umponto qualquer paralelas às duas; oângulo obtido é o ângulo das reversas.
Definição
: uma reta é perpen-dicular a um plano quan-do fura (pé)e é perpendicular a todas retas doplano que passam pelo pé.
Teorema
: uma reta é perpen-dicular a um plano quando formar ân-gulo reto com duas retasCONCORRENTES do plano.
3.
 
PLANOSPERPENDICULARES
contém uma reta per-pendicular a
â.
 
A
 
recíproca
 
é
 
garantida
 
pelo
 
Teorema
: se um plano contém umaperpendicular ao outro plano, esseoutro contém uma perpendicular ao1º.
Teorema
: por uma reta nãoperpendicular a um plano só existeum plano perpendicular ao plano da-do.
Matemática
RETAS E PLANOSNO ESPAÇO
 
MATEMÁTICA – Jorge OliveiraGEOMETRIA ESPACIAL
PÁGINA 2
 COLÉGIO VIA MEDICINA
ANOTAÇÕES
Diedro
:
Seção
: qualquer ângulo óbitopela intersecção de um plano com odiedro (deve encontrar a aresta)
Seção reta ou ângulo reto:
seo plano for perpendicular à aresta(fornece a medida do diedro)
Triedro
:As faces do triedro são ângulos.O Triedro possui 3 diedros e 3 faces.Seções paralelas de um ângulo polié-drico
São polígonos semelhantes (mesma forma)A razão da semelhança: K=H/hA razão entre as áreas é:
I.
 
Num ângulo poliédrico qualquerface é menor que a soma das de-mais.II.
 
A soma das faces é menor que 360ºSuperfície poliédrica ConvexaabertaV-A+F=1Poliédro Convexo soma dos ângu-los das faces de um poliedro eulerianoS=(V-2).360º
Platão
 
EulerianoFacescom PladosVértices com q ares-tas
THODI
 
Poliedros regulares
 
Convexos Faces re-gularescôngruasVértices regula-res côngruas
THODI – regulares
 
POLIEDROS
 
Denomina-se poliedro o sólidolimitado por polígonos planos quetêm, dois a dois, um lado comum. E-xemplos:Os polígonos são denominadosfaces do poliedro.Os lados e os vértices dos polí-gonos denominam-se, respectivamen-te, arestas e vértices do poliedro.
1.
 
Poliedros convexos enão convexo
Um poliedro é dito convexoquando o segmento de reta que uneos dois quaisquer de seus pontos este-ja contido no poliedro. Em caso con-trário, é não convexo.
 
GEOMETRIA ESPACIAL
MATEMÁTICA – Jorge OliveiraCOLÉGIO VIA MEDICINA
PÁGINA 3ANOTAÇÕES
De acordo com o número de fa-ces temos os seguintes poliedros:tetraedro poliedro convexo comquatro faces
pentaedro
poliedro convexo comcinco faces
hexaedro
poliedro convexo comseis faces
heptaedro
poliedro convexo comsete faces
octaedro
poliedro convexo comoito faces
icosaedro
poliedro convexo comvinte faces
Relação de Euler
Em todo poliedro convexo, vale a re-lação:
V
= número de vértices
A
= número de arestas
F
= número de faces
Propriedade
Num poliedro convexo, a soma dosângulos de todas as faces é dada por:
Poliedros regulares ou poliedrosde Platão
Um poliedro convexo é dito re-gular quando as suas faces são polígo-nos regulares e congruentes, e todosos ângulos poliédricos são congruen-tes.Há somente cinco poliedros re-gulares, que são:
Tetraedro regular
Faces: triângulos equiláteros
Hexaedro regular (cubo)
Faces: quadrados
Octaedro regular
Faces: triângulos equilateros
Dodecaedro regular
Faces: pentágonos regulares
Icosaedro regular
Faces: triângulos equiláteros
Chamando de:M = número de arestas concorrentesem cada vérticesn = número de lados em cada faceV = número de vértices do poliedroA = número de arestas do poliedroF = número de faces do poliedro
Temos
:
Nome m n V A F STetraedro
3 3 4 6 4 720º
Hexaedro
3 4 8 126 2160º
Octaedro
4 3 6 128 1440º
Dodecaedro
3 5 2030126480º
 
Icosaedro
5 3 1230203600º

You're Reading a Free Preview

Download
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->